.

Bill Gates atribui queda da divisão móvel a ação antitruste contra a Microsoft

Enviado por Catos, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


Há algum tempo corre nos bastidores da indústria o burburinho de que a Microsoft atribui o fracasso de sua divisão mobile e do Internet Explorar à intervenção do Departamento de Justiça dos Estados Unidos em um processo antitruste contra a companhia no começo dos anos 2000. E, agora, parece que há um certo fundamento nesses boatos.

O boato diz que supervisores viviam visitando a companhia em todas as reuniões de alto escalão. Isso teria reduzido seriamente a vantagem competitiva da empresa, resultando em uma paralisação do desenvolvimento de dispositivos móveis e de seu navegador, entre outros produtos.

Em uma entrevista à CNBC, Bill Gates confirmou essa história. "Não há dúvida de que o processo antitruste foi ruim para a Microsoft, e estaríamos mais focados em criar um sistema operacional para telefones e, em vez de usar o Android hoje, você poderia estar usando o Windows Mobile, não fosse o caso antitruste", disse.

Gates diz que caso assinou com a Motorola na época

Segundo o executivo, o caso tomou bastante de seu tempo e a Microsoft estava três meses atrasada para fechar um acordo com a Motorola, que usaria o Windows como sistema operacional em seus telefones. "Nós estávamos tão perto. Eu estava muito distraído. Estraguei tudo por causa da distração", lamenta Gates.

Bem, vale destacar essa "distração" também tenha sido o motivo para que Gates não tenha dado tanta atenção ao Windows Mobile, enquanto se concentrava em outros setores da Gigante de Redmond. De qualquer forma, vale como curiosidade, pois tudo poderia ser diferente caso a Microsoft realmente tivesse emplacado seu sistema operacional nos smartphones.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
28 anos, Goiânia
label