Publicado por okardec, em .
Clique para ver a imagem em tamanho original

Acerto, que ainda precisa ser aprovado pelo Departamento de Justiça dos EUA, é o mais importante em casos envolvendo este tipo de dado.

O Google concordou em pagar uma multa de US$ 170 milhões, após ser acusada de expor menores de idade a vídeos inapropriados e de coletar informações pessoais em seu portal YouTube sem a permissão dos pais - informaram autoridades americanas nesta quarta-feira (4).

O acordo amigável foi feito com a agência federal para defesa do consumidor (FTC, na sigla em inglês) e a Procuradoria Geral do estado de Nova York. O acerto, que ainda precisa ser aprovado pelo Departamento de Justiça, é o mais importante em um caso envolvendo a proteção da vida privada de menores.

"Não há desculpas para a violação da lei por parte do YouTube", afirmou o diretor da FTC, Joe Simons.

Em abril de 2018, 23 organizações de defesa dos direitos digitais e de proteção da infância haviam apresentado uma ação à FTC. Nela, acusavam o YouTube de coletar dados pessoais de menores (como localização, aparelho usado e número de telefone) sem o conhecimento dos pais, usando esses dados para autorizar publicidade dirigida
okardec
Okardec
Administardor do Site, 35 anos, Luziânia, GO, Brasil
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.