Publicado por Catos, em .
Clique para ver a imagem em tamanho original


Após controvérsias envolvendo "crunch time" na produção de Red Dead Redemption 2, a Rockstar começou a transformar colaboradores contratados em funcionários de tempo integral, segundo informações do site Kotaku, que ouviu três fontes ligadas ao estúdio britânico Rockstar Lincoln, responsável pelos testes dos games em produção.

As mudanças estavam previstas para começar neste mês de agosto e pode ser um sinal positivo para a melhora da situação de má condições de trabalho da empresa, que tornaram-se públicas no ano passado, oferecendo mais estabilidade aos desenvolvedores.

Na denúncia feita em 2018 por funcionários do estúdio Rockstar Lincoln, foi dito que era pedido que os desenvolvedores trabalhassem à noite, nos fins de semana e que eles precisaram fazer hora extra ao longo de um ano.

Uma regra em especial do estúdio não permitia que os empregados deixassem seus celulares nas mesas, obrigando-os a guardar os aparelhos em armários trancados. Essa política mudou e um funcionário especula que a imagem negativa criada pelas denúncias da imprensa foi muito importantes para as transformações que estão sendo implementadas.

O Kotaku tentou obter um pronunciamento oficial da Rockstar, mas um representante da companhia disse que eles não iriam comentar o caso.
Catos
Catos
Colaborador do site, 29 anos, Goiânia
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.