.

Microsoft está aberta a permitir que seus estúdios façam jogos multiplataformas

Enviado por Catos, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


A programação first party da Microsoft parece mais forte do que no ano passado, mas ainda persistem questões interessantes sobre que tipo de conteúdo ela terá nos próximos anos. Sabemos que a Microsoft planeja principalmente que seus estúdios tornem o Game Pass uma opção cada vez mais atraente para os jogadores, mas será que eles ficarão restritos por causa disso?

Recentemente, por exemplo, Cuphead apareceu no Switch, e embora a desenvolvedora Studio MDHR não seja propriedade da Microsoft - e, portanto, não seja um estúdio first party - Cuphead é propriedade da Microsoft, e vê-lo ser lançado em uma plataforma que não seja da Microsoft foi uma bela surpresa. Mas a questão é: iremos ver mais disso no futuro? De acordo com Matt Booty, chefe da Xbox Game Studios, é uma grande possibilidade.


"Acho que sim", disse Booty quando questionado em uma entrevista para a Game Informer se, em um cenário hipotético, um de seus estúdios quisesse manter lançamentos multiplataforma, se a Microsoft permitiria isso. "Acho que a questão é menos se 'deveria estar no Switch? Deveria estar no PlayStation?' e mais se 'faz sentido para a franquia?' Em outras palavras, é um tipo de jogo que se beneficiaria de estar em várias plataformas diferentes? Ou é um jogo em que podemos apoiá-lo melhor adicionando recursos e certificando de que nossas plataformas - coisas como o xCloud, Game Pass e Xbox Live, estão realmente dando suporte ao jogo."


Booty então citou Minecraft como um exemplo, o qual está disponível no PlayStation e Switch (além de muitas outras plataformas), e como ele continua sendo um título multiplataforma mesmo depois que a desenvolvedora Mojang foi adquirida pela Microsoft. Até mesmo o spin-off Minecraft Dungeons será multiplataforma. No entanto, ele disse que a Microsoft ainda vai querer manter seus principais lançamentos exclusivos de seus próprios sistemas.


"Com algo como Minecraft, acho que é óbvio que nunca tentaremos tirar nada dos jogadores que jogam nessas plataformas, e certamente adicionamos novas plataformas desde a aquisição. Mas, obviamente, iremos manter nossas grandes franquias como Forza, Halo e Sea of Thieves onde esses jogos foram criados desde o início, no Xbox, e acho que isso continuará assim."


A abordagem da Microsoft ao conteúdo first party - e até mesmo ao que eles enxergam como "sucesso" na indústria - não tem sido nada tradicional ultimamente, e a ideia de estúdios first party fazerem jogos para outras plataformas é certamente estranha, mas também muito interessante. Será interessante ver como essa mudança na filosofia irá definir as políticas da Microsoft.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
28 anos, Goiânia
label