.

Ion Fury não terá conteúdo homofóbico removido do jogo, diz produtora

Enviado por Catos, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


Na última semana, o estúdio Voidpoint e a 3D Realms se envolveram em uma grande controvérsia envolvendo conteúdo homofóbico e declarações ofensivas de desenvolvedores de seu mais novo jogo, o shooter Ion Fury.

Anteriormente, jogadores encontraram um item intitulado "OGAY", além de uma área secreta com a palavra "fagbag" ("fag" sendo um termo em inglês ofensivo para homossexuais).

Originalmente, a equipe pediu desculpas pelo caso e , e prometeu doar US$ 10 mil em arrecadação do game para a organização The Trevor Project, focada em prevenção de suicídios por membros da comunidade LGBTQ.


"Também vamos fazer um patch para Ion Fury assim que possível para remover toda linguagem inaceitável", dizia o pronunciamento original.


Nesta segunda (26), porém, um novo pronunciamento via Steam revela que o conteúdo não será removido.


"Causamos uma controvérsia recente sugerindo que o conteúdo do jogo Ion Fury seria censurado", diz a mensagem. "Nós absolutamente NÃO iremos censurar Ion Fury ou qualquer um de nossos games, agora ou no futuro, incluindo mas não limitado a remover gags tal qual o hidratante facial mais controverso do mundo dos games."



"Não apoiamos censura de trabalhos criativos de forma alguma, e nos arrependemos de nossa decisão inicial de alterar um sprite no jogo ao invés de confiar nos nossos instintos. A 3D Realms e a Voidpoint estão juntas quanto a este assunto.


Por último mas não menos importante, por fazer respeite nossa necessidade de manter nossos fóruns comunitários livres de mensagens de ódio, spam, ou tópicos fora do assunto. Reconhecemos nosso erro e recebemos sua mensagem alto e claro."

É importante notar que, após o pronunciamento inicial da remoção do conteúdo, o jogo foi bombardeado por reviews negativos na sua página no Steam.


Clique para ver a imagem em tamanho original


Em comunicado ao site Polygon, a 3D Realms declarou que o termo homofóbico na área secreta será removida, mas não o item de jogo.


"Piadas às custas de comunidades marginalizadas não estarão presentes em jogos futuros distribuídos pela 3D Realms", diz a mensagem. "Porém, uma parte da comunidade deixou alto e claro que achavam que a remoção de 'Ogay' seria censura e deveria ser protegida por liberdade de expressão. A Voidpoint quis ouvir e respeitamos sua decisão."


A publisher também indica que a doação prometida para o Trevor Project será realizada.

Ion Fury está disponível no PC, e será lançado posteriormente para PS4, Switch e Xbox One.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
28 anos, Goiânia
label