.

Pesquisadores dizem que é possível tratar vicio em video games

Enviado por Frocharocha, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


Em maio de 2019, a Organização Mundial da Saúde reconheceu oficialmente o "distúrbio do jogo" como uma doença internacional.

A OMS define o distúrbio do jogo como "um padrão de comportamento de jogo caracterizado por controle deficiente sobre o jogo", que resulta em "prejuízo significativo" para as áreas pessoal, familiar, social, educacional, ocupacional ou outras áreas importantes.

Um novo estudo que usou terapia cognitivo-comportamental (TCC) em vez de drogas psiquiátricas resultou em uma taxa de remissão de 70 por cento entre os pacientes viciados em internet e uso de videogames, segundo os pesquisadores.

A pesquisa foi realizada de 2012 a 2017 em quatro clínicas ambulatoriais na Alemanha e na Áustria. Eles conduziram a pesquisa em 143 homens que dividiram aleatoriamente em dois grupos - 72 que receberam tratamento e 71 que atuariam como controle.

Os pesquisadores então usaram uma forma de TCC que consistia em 15 sessões semanais em grupo e até oito sessões individuais de duas semanas.

Kai W. Müller, um dos autores do estudo, disse à VICE:


"É importante enfatizar que isso não significa automaticamente que você é viciado se estiver interessado em jogar jogos de computador."



"Nosso principal objetivo não é afastar os pacientes de qualquer tela, mas sim capacitá-los [a controlar] seu comportamento."


Vale a pena notar que o estudo se concentrou exclusivamente em homens e apenas explora o tratamento em curto prazo. O estudo observa que ensaios adicionais que investigam os efeitos a longo prazo são necessários.
Frocharocha
Enviado por Frocharocha
Membro desde
39 anos, São Paulo
label
1571282131