.

Twitter punirá contas presidenciais que violarem regras da plataforma

Enviado por Catos, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


O Twitter anunciou nesta quinta-feira (27) que mudará a forma como lida com contas de líderes de governos que usam a plataforma ativamente, como o presidente brasileiro Jair Bolsonaro e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Até agora, mensagens publicadas por figuras políticas contavam com uma espécie de status especial, mesmo quando violassem as regras de comunidade da rede social. Com a mudança, no entanto, as mensagens serão cobertas por um aviso de conteúdo e também estarão passíveis de pedidos de remoção.


"No passado, permitimos certos tweets que violavam nossas regras continuassem no Twitter porque eles eram de interesse público, mas não era claro quando e como tomávamos essas decisões", afirmou a companhia, em texto publicado em blog oficial. "Para corrigir isso, estamos introduzindo um novo aviso que dará mais transparência nessas situações".


A empresa também indica que terá medidas para evitar que essas mensagens tenham "visibilidade aumentada" pelo algoritmo do serviço, mas que buscará atingir o "equilíbrio entre liberdade de expressão, responsabilidade dos membros do governo e o potencial dano causado por esses tweets".

As novas regras serão aplicadas a representantes de governos, candidatos a cargos públicos ou pessoas que são consideradas para posições de governo – desde que tenham ao menos 100 mil seguidores e uma conta verificada. Para determinar quais tuites receberão o alerta, o Twitter terá uma equipe multidisciplinar, incluindo pessoas de sua equipe de segurança, jurídico, políticas públicas e regionais, para consultas.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
28 anos, Goiânia
label