.

Sonda InSight pousa com sucesso em Marte e já envia uma primeira imagem

Enviado por LoboDemocratico, , 2637 visualizações, 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original

Às 18h de segunda-feira (26), no horário de Brasília, a NASA comemorou o pouso bem sucedido da sonda InSight na superfície marciana. Enviada em maio, sua chegada estava programada para o final desta tarde, e os poucos e tensos minutos de descida entre a entrada na órbita e a chegada à superfície mostraram que tudo aconteceu conforme planejado.

A InSigh, agora, cumprirá uma missão de dois anos (em princípio até 20 de novembro de 2020) em que estudará o interior do Planeta Vermelho, com o objetivo de ajudar os cientistas da NASA a entenderem não somente a formação de Marte, como a de todos os planetas rochosos e luas rochosas do Sistema Solar. Ainda, a sonda analisará os tremores de terra que acontecem em Marte, que foram apelidados de "martemotos".

Clique para ver a imagem em tamanho original

Primeira imagem enviada pela InSight, ainda sem remover o protetor de suas lentes e mostrando muita poeira resultante de seu pouso.

"Hoje, aterrissamos com sucesso em Marte pela oitava vez na história humana", comemorou Jim Bridenstine, administrador da agência espacial". "A InSight estudará o interior de Marte e nos ensinará ciência valiosa enquanto nos preparamos para enviar astronautas à Lua e depois a Marte. Essa realização representa a engenhosidade da América e nossos parceiros internacionais, e serve como um testamento para a dedicação e perseverança da nossa equipe. O melhor da NASA ainda está por vir, e está chegando em breve", antecipa.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Onde outras sondas da NASA pousaram em Marte, com destaque para onde a InSight está agora e ali continuará.

O pouso foi inicialmente confirmado quando a NASA recebeu sinais de dois pequenos satélites CubeSats que estão orbitando Marte, que foram lançados juntamente com a InSight em maio deste ano. Agora, a sonda já deve ter acionado seus dois painéis solares, responsáveis pela captura de energia - a confirmação de que esta etapa deu certo chegará cerca de cinco horas e meia após o pouso, mais ou menos às 0h30 (horário de Brasília).

Então, a InSight, dentro de dois dias, acionará seu braço robótico, responsável por fazer fotografias e também por posicionar os instrumentos científicos no devido lugar do solo. "Quando as primeiras imagens chegarem, nossas equipes de engenharia e ciências começarão a plenejar onde implantar nossos instrumentos científicos. Dentro de dois ou três meses, o braço implantará os principais instrumentos da missão", que são o SEIS (a broca que perfurará o solo para estudar os fenômenos sísmicos) e o HP3 (instrumentos de fluxo de calor e propriedades físicas).
LoboDemocratico
Enviado por LoboDemocratico
Membro desde
19 anos, Cidade Maravilhosa
label