.

Memória RAM pode ter queda nos preços por escassez de CPUs da Intel

Enviado por Cristianogremista, , 3105 visualizações, 0 comentários
Passada a "corrida do ouro" protagonizada pela Bitcoin, diversos componentes usados na montagem computadores começaram a apresentar quedas nos preços - desde placas gráficas e, mais recentemente, unidades de memória RAM. Curiosamente, entretanto, a principal razão para uma nova queda de preço nos pentes de memória deve ser a escassez de CPUs; particularmente, a falta de unidades de processamento fabricadas pela Intel.


Clique para ver a imagem em tamanho original


De acordo com um relatório emitido pela DRAMeXchange, pertencente à TrendForce, a Intel havia se programado para uma produção em massa de várias CPUs com arquitetura Whisky Lake, tanto novas quanto aquelas já há alguns meses no mercado. Por algum motivo, entretanto, isso não ocorreu, e o resultado pode ser uma demanda mais baixa por unidades de memória DRAM, levando a uma queda nos preços acima dos 2% anteriormente previstos pela analista.

"É possível que o declínio nos preços [da memória RAM] se torna ainda mais acenado em razão da falta de CPUs da Intel e da baixa demanda por notebooks e PCs DRAM", consta do relatório. A DRAMeXchange também ressaltou que o "ponto de inflexão" do qual se aproximam os preços dos pentes de memória é o primeiro após nove trimestre consecutivos de altas.

O que levou a Intel a conter sua produção para o final de ano, entretanto, ainda não está claro. "O razão principal por trás da escassez de CPUs da Intel ainda não está clara, já que o problema afeta simultaneamente CPUs novas e produtos que já estão disponíveis no mercado há algum tempo", diz o relatório.

Clique para ver a imagem em tamanho original

"Os produtos afetados incluem versões melhoradas de 14nm++ e em linhas baseadas na plataforma de 14nm++ Coffe Lake, que já conta com produção em massa por pelo menos um ano e meio, sendo uma das principais escolhas para modelos populares de notebook no mercado".

Embora uma alta geral nos preços de CPUs ainda não tenha ficado tão evidente, o site TomsHardware afirma ter percebido uma leve alta nos chips de 14 nanômetros. Já o site PC Gamer reportou que o processador Intel Core i5-8500 tem sido vendido por valores um pouco mais caros do que os habituais - no caso, por US$ 209,99 na Amazon, acima do valor médio de US$ 196,75. Na varejista Newegg, o mesmo modelo é encontrado por US$ 310,67.
Cristianogremista
Enviado por Cristianogremista
Membro desde
25 anos, Santa Rosa-RS
label