.

Ações da NVIDIA caem cerca de 5% devido a baixa demanda por criptomoedas

Enviado por Cristianogremista, , 1278 visualizações, 0 comentários
A Nvidia deve estar revendo suas expectativas para este ano fiscal. Ao fechamento do pregão da Bolsa de Nova York nesta quinta-feira (16), a mão das placas de vídeo GeForce viu suas ações serem negociadas com desvalorização de cerca de 5%.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Segundo a Reuters, a NVIDIA responsabiliza o interesse cada vez menor do público em produtos e práticas relacionadas às criptomoedas. Trocando em miúdos, a empresa esperava vender muitas GPUs para serem empregadas na mineração de moedas como o bitcoin e que isso lhe rendesse US$ 100 milhões em receitas. A verdade, porém, foi que a arrecadação ficou em apenas US$ 18 milhões.

A NVIDIA tinha altas expectativas para demandas em moedas virtuais como o bitcoin, mas a queda na demanda no último ano gerou lucro estimado de US$ 18 milhões, quando a expectativa era próximo dos US$ 100 milhões. Em outras palavras, a NVIDIA ainda teve lucro - só não o lucro que a NVIDIA queria.

"Nós fomos beneficiados nos últimos trimestres por uma incomum alta de criptomoedas", disse o CEO da NVIDIA, Jensen Huang, em conferência telefônica com analistas e investidores. "Mas agora, neste momento, nós as consideramos secundárias para a segunda metade do ano fiscal".

De fato, os meses anteriores viram uma alta na demanda de movimentação cambial relacionada às criptomoedas - em especial bitcoin e ethereum -, o que levou a NVIDIA a gerar altas expectativas para este momento atual. Ainda de acordo com a Reuters, vendas relacionadas ao setor de moedas virtuais somaram aproximadamente US$ 289 milhões no último trimestre fiscal da fabricante de GPUs. Como esse valor e a "temperatura" do mercado não se repetiram neste meio de ano, a empresa se viu dentro dos valores de faturamento citados acima.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Até o momento da conferência telefônica com analistas, os papéis da NVIDIA eram comercializados por US$ 248, uma queda de 3,6%, mas ainda quatro vezes mais valorizados do que há dois anos. A AMD, principal rival da empresa no setor de placas de vídeo, também teve seu faturamento afetado pelo mesmo motivo.
Cristianogremista
Enviado por Cristianogremista
Membro desde
25 anos, Santa Rosa-RS
label