.

Criador do Sonic queria trabalhar para a Nintendo

Enviado por Catos, , 648 visualizações, 0 comentários
[img]hide:aHR0cHM6Ly9jZG4udGhlZW5lbXkuY29tLmJyL0RzeUk0bFJGOVRCc1lJdmtWTFN5YWhyWGJNQT0vOTcweDM2MC9zbWFydC91cGxvYWRzL2NvbnRldWRvL2ZvdG9zL1l1amlfTmFrYV9oZWFkZXIuanBn[/img]

Em 1991 a Sega lançou Sonic the Hedgehog para o Mega Drive, criando uma rivalidade intensa com a Nintendo que definiu o mundo dos games no início dos anos 1990.

Curiosamente, em uma entrevista de 2001, o cocriador do jogo, Yuji Naka, revelou que o que mais gostaria é de ter ido trabalhar para a Nintendo quando deixou a rival pela primeira vez, logo após o fim do desenvolvimento de Sonic.


"Quando eu estava dirigindo para minha casa em Osaka de Tóquio, decidi parar na sede da Nintendo em Quioto", disse à revista Nintendo Dream (traduzida pela site shmuplations via Nintendo Blast). "Eu queria saber quanto tempo levaria para mim de ir de Osaka para os escritórios da Nintendo. Porém, quando parei meu carro no estacionamento deles, um segurança saiu e começou a me olhar de forma suspeita. Eu me assustei e decidi voltar para casa."



"Se aquele segurança não estivesse lá, quem sabe o quão diferente meu futuro seria!", brincou.


Naka saiu da Sega na época por considerar seu salário baixo e suas condições de trabalho ruins dentro da empresa.


"Eu trabalhei duro em Sonic e estava bem confiante nele, mas a Sega previu que não venderia muito bem, então quando minha avaliação de trabalho chegou eles não me deram uma nota muito boa", declarou. "Eu briguei com meu chefe a respeito e decidi me demitir. Daí comprei alguns livros sobre 'Como Começar Sua Própria Empresa' e comecei a ler."



"Enquanto lia estes livros, eu recebi uma ligação de uma desenvolvedora third-party me perguntando se poderia trabalhar com eles. Mas a verdade é que eu estava esperando uma ligação da Nintendo"



"O motivo disso é porque, alguns meses antes de eu me demitir da Sega, ouvi uma história sobre outro programador de uma grande companhia de games sobre que havia desistido do seu trabalho, e depois recebeu uma ligação da Nintendo", explicou. "Eu pensei: 'Nossa, isso poderia acontecer comigo também!'. Então quando eu saí da Sega, tinha esta pequena esperança de receber uma ligação… mas ela nunca veio."


No fim, Naka acabou voltando para a Sega após ser convencido por Mark Cerny e a equipe americana da empresa a migrar para os EUA. O programador deixou a companhia definitivamente em 2006, e atualmente trabalha na Square Enix.
Catos
Enviado por Catos
Membro desde
label