Publicado por Catos, em .
Clique para ver a imagem em tamanho original


Durante a Game Developers Conference 2018, realizada na última semana, o diretor criativo de Assassin's Creed, Jean Guesdon, realizou uma palestra sobre a evolução da franquia nos últimos 10 anos.

Um trecho significativo da apresentação foi dedicado ao desenvolvimento e lançamento conturbado de Assassin's Creed Unity, o jogo que se passa na Revolução Francesa e o primeiro criado especificamente para o PlayStation 4 e Xbox One - que acabou sendo considerado um de seus títulos mais desapontadores, para fãs

Guesdon fez um paralelo entre Unity e o primeiro Assassin's Creed, particularmente por ter recebido um foco maior no desenvolvimento técnico por parte dos produtores.

"Se vocês lembram de Assassin's Creed 1, havia algumas semelhanças - porque muito trabalho foi dedicado ao níveis mais baixos em termos de tecnologia", explicou. "Caímos de novo na armadilha de trabalhar muito nos aspectos tecnológicos, e não demos tempo suficiente para as equipes para criar conteúdo novo."

O diretor deu como exemplo o fato de o motor gráfico do jogo ser totalmente repaginado para os novos consoles, o que mudou a escala do mapa e, consequentemente, na estrutura do gameplay.

"No fim, criamos as condições perfeitas para a tempestade perfeita. Tínhamos um jogo que era maravilhoso em termos de arte, mas não renovou o suficiente em termos de experiência."

E, é claro, ele não poderia deixar de mencionar o infame bug que removia rostos.


Clique para ver a imagem em tamanho original


"Falando nisso, eu preciso dizer: isso só acontecia em uma placa gráfica."

"Se você jogá-lo hoje, com todas as correções, ele ainda é um jogo muito bonito e muito bom. Mas, para resumir, provavelmente voamos muito perto do céu e fomos um pouco sobrecarregados."

Para Guesdon, porém, o jogo seguinte da franquia, Syndicate, conseguiu ser uma experiência melhor por ter um foco maior na "qualidade" ao invés da tecnologia.

O último game da série, Assassin's Creed Origins, foi lançado em 2017 para PC, PS4 e Xbox One.
Catos
Catos
Colaborador do site, 29 anos, Goiânia
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.