.

Sonda New Horizons faz rasante sobre Plutão e registra imagem mais nítida do planeta até hoje

Enviado por Frocharocha, , 4731 visualizações, 0 comentários
[img]hide:aHR0cDovL2luZm8uYWJyaWwuY29tLmJyL2ltYWdlcy9tYXRlcmlhcy8yMDE1LzA3Lzg4NXg1NzktcGx1dG8tbmV3LWhvcml6b25zLTIwMTUtMDctMTQtMDEtMjAxNTA3MTQwOTE2MzUuanBn[/img]
Depois de nove anos de espera e 4,8 bilhões de quilômetros percorridos, a Sonda New Horizons realizou, nesta terça-feira (14), o aguardado rasante sobre Plutão, a pouco mais de 766 mil quilômetros de distância do planeta-anão.

A equipe da missão vibrou ao receber a foto mais nítida do astro já vista na história, tirada aproximadamente 16 horas antes de a sonda chegar ao ponto mais próximo. A imagem foi postada no Instagram da Nasa. Veja abaixo:

[img]hide:aHR0cDovL2kuaW1ndXIuY29tL2hsbzk2b2MucG5n[/img]
Na imagem, bem mais nítida do que aquela divulgada no último dia 9, é possível ver com clareza a mancha mais clara em formato de "coração". Em sua conta do Twitter, a agência espacial postou, ainda, um gif mostrando como foi o momento de maior aproximação da sonda com Plutão.

Nesta segunda (13), os cientistas divulgaram que o planeta anão é maior do que se previa. Plutão, antes considerado o nono e mais distante planeta do Sistema Solar, tem um diâmetro de cerca de 2.370 quilômetros, cerca de 80 quilômetros a mais do que previsões anteriores.

Agora ele é oficialmente maior do que Eris, um dos centenas de milhares de miniplanetas e objetos parecidos com cometas que circulam o Cinturão de Kuiper.
Segundo a agência Reuters, ser um pouco maior significa que Plutão consiste significativamente de mais gelo e um pouco menos de água do que o previsto, um detalhe importante para cientistas determinarem a história de como ele e o resto do Sistema Solar foram formados.
Frocharocha
Enviado por Frocharocha
Membro desde
38 anos, São Paulo
label