.

Traduções distribuidas em revista

Enviado por alessandrogt, , 0 comentários
Tenho acompanhado o forum da GV e não é de hoje que noto que muita gente também anda percebendo que pseudas revistas especializadas, simplesmente, estão baixando traduções deste site para, na prática vender suas revistas.

Tal ato não é novidade para mim. Estou no mercado editorial há 12 anos e já vi muita gente fazer a mesma coisa. Porém, acho que a falta de uma coisa simples tem tornada a ção algo um pouco desagradável demais. Veja o meu raciocínio: um grupo se reúne durante dias, semanas ou meses para criar uma tradução. São gastas horas e mais horas para tornar um determinado jogo acessível a uma grande parcela de gamers que não dominam a lingua inglesa. Em troca deste árduo trabalho, muitos só querem o reconhecimento. Porém, as "revistas" têm usado os sites, principalmente o GV, como fonte de conteúdo gratuito para VENDER suas publicações. Em troca deste material, tais sujeitos não têm ao menos o bom senso de expor um agradecimento ou, mais correta na minha opinião, solicitar por escrito uma permissão aos autores.

Por um lado, concordo que eles possam usar a desculpa que, por causa de nicks (usados como identificação nas traduções) é impossivel saber ao certo se estão falando com os autores ou não. Por outro lado, falar com o DONO do site é algo bem intuitivo. Basta um simples email e pronto. A conversa de que eles, supostamente estão fazendo um trabalho de divulgação não cola. Pelo amor de Deus, né? Sem as traduções, a grande parte das revistas que andam distribuindo sem autorização, perdem apelo comercial (chamada de capa).

Acho que está na hora da GV rever seu conceito quanto a liberação do material (tradução). A moçada que participa do trabalho não deve mais colocar apenas seu nick. Acho importante todos colocarem seus nomes completos e emails de contato. Não acho que isso irá impedir que psuedos jornalistas continuem a baixar e distribuir as traduções sem qualquer permissão, porém, o fato de haver um contrato de licença, nomes reais e contatos, podem ajudar aqueles que desejarem, impetrar ações na justiça por violação de direitos autorais. Queira sim, queira não, o trabalho de tradução com o respectivo concentimento do proprietário dos direitos autorais é considerado material passível de direitos autorais e, necessáriamente, precisa ter uma autorização para distribuição por quaisquer meios. Principalmente levando-se em consideração o teor do contrato de licença.

Gostaria de ouvir de todos os participantes da comunidade GV qual é a opinião sobre a inclusão de traduções sem autorização e quais deveriam ser as medidas para evitarmos que o trabalho árduo da moçada que traduz seja comercializado por terceiros de forma descarada.
alessandrogt
Enviado por alessandrogt
Membro desde
Santo André
label
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no CANAL, Facebook, Twitter, e na nossa curadorida da Steam.
1585460270