.

Leitores dizem o que falta nos filmes baseados em games

Enviado por Geinrendour, , 645 visualizações, 0 comentários
Filmes baseados em jogos nunca foram sinônimo de qualidade. Ainda que alguns tenham tido sucesso nas bilheterias, como "Tomb Raider" e "Resident Evil", tais adaptações tendem a cair no desgosto de críticos e até mesmo de jogadores.

O próximo jogo a ganhar uma versão cinematográfica será "Hitman", que chega às telonas do Brasil no dia 14 de dezembro. Aproveitando as expectativas, perguntamos aos usuários do Fórum UOL Jogos o que falta para que filmes baseados em games se tornem um verdadeiro sucesso de crítica e público.

"Falta alguém com visão: videogames, cinema, livros, TV, histórias em quadrinhos etc. são todas mídias diferentes e conversões exigem adaptações", disse o usuário frango. "Os videogames se baseiam na completa interação entre jogador e jogo, coisa que não existe no cinema. Então sobra a história (...). Fazer com que ela soe familiar e fiel para os jogadores e interessante para o público em geral é o grande desafio".

Falando também sobre as diferenças entre o cinema e os games, Sr. Metroid adiciona: "Apesar de os dois serem meios de entretenimento, a experieriência proporcionada por ambos é completamente divergente. (...) Tanto os jogos como o cinema podem ter um apelo ideológico, um bom roteiro etc., no entanto a função essencial dos jogos sempre foi e sempre será a exploração da interatividade. Ã por isso que, independente de quem dirija o filme e de quão robusto seja o orçamento para produzí-lo, o jogo perde sua identidade quando convertido para o cinema".

Apesar do ceticismo de alguns, a maioria concorda que filmes baseados em games podem atingir o sucesso assim como as adaptações dos quadrinhos, necessitando apenas de diretores competentes e orçamentos gigantes. "Tem que haver alguém que saiba exatamente o que dos jogos vai funcionar no cinema e o que não vai. Ã preciso conhecer os pontos positivos e as limitações", acredita o usuário terragelada.

Mesmo com bombas como as do infame diretor Uwe Boll, que trabalhou nas adaptações de "House of the Dead" e "Alone in the Dark", a boa relação entre as duas mídias indica que os filmes baseados em jogos estão ganhando maturidade. Agora é esperar pelas próximas estréias, como a de "Hitman", para saber se as indústrias trilham o caminho certo.

Fonte: UOL Jogos


E então deixo a pergunta no ar o que falta nos filmes baseados em games?
Geinrendour
Enviado por Geinrendour
Membro desde
25 anos, Caxias do Sul/Pelotas - RS
label