.

Indústria de jogos precisa de novo modelo, diz EA

Enviado por Sasha stankievicz, , 339 visualizações, 0 comentários
Falando para uma platéia da Berkeley Haas School of Business, John Riccitiello, executivo-chefe da Electronic Arts, disse que a indústria de jogo precisa rever seu modelo de negócios.

"Nos próximos cinco anos, todos nós teremos que enfrentar isso. Na China, eles estão dando jogos de graça. Pessoas que estão se beneficiando do modelo atual precisarão encontrar um novo modelo de vendas, ou esperar que outros façam a revolução", afirmou.

O executivo espera que a Electronic Arts experimente diferentes modelos de preços conforme as "publishers" façam a transição para a distribuição online.

Riccitiello comparou a resistência da indústria em mudar com as três grandes redes de TV americanas, que detinham 90% da audiência há 30 anos e hoje tem menos da metade disso. "Eles foram extremamente arrogantes. Viam o avanço das redes a cabo como insignificante".

Falou também sobre a postura da imprensa em caracterizar os videogames como mais violentos que o cinema ou a TV. Para Riccitiello, a indústria de jogos é bem controlada. "O desejo da mídia em censurar os games me surpreende".

Por fim, o executivo disse que é preciso admitir os erros e colocar a confiança em pessoas visionárias, como Will Wright, de "The Sims", e Alex Ward, de "Burnout Paradise", dois dos criadores que estão no grupo de Electronic Arts.
Sasha stankievicz
Enviado por Sasha stankievicz
Membro desde
PR/Curitiba
label