.

ProStreet pisa fundo na reta final para o lançamento e promete cruzar a linha de chegada em alta velocidade

Enviado por fernalv, , 1650 visualizações, 0 comentários
A lista de lançamentos de peso de 2007 é grande, trazendo títulos de impacto como Crysis, Assassin's Creed e Rock Band. Entretanto, mesmo com tamanha quantidade de jogos promissores prestes a serem lançados, a continuação da famosa franquia de corrida Need for Speed, ProStreet, é um dos games mais esperados do ano.

Aproximando a jogabilidade da simulação e tornando a experiência muito mais realista, sem deixar de lado a maior parte dos elementos que consolidaram a série, o título promete tomar um rumo diferente dos últimos games da série. Não apenas a jogabilidade sofreu alterações, mas o próprio conceito que envolve o jogo; a principal prova disso é que as corridas não são mais simples "rachas" ilegais e acontecem em pistas fechadas.

A Electronic Arts disponibilizou uma versão demonstrativa de Need for Speed: ProStreet para download na Xbox Live. O demo gratuito inclui duas modalidades de corrida e a opção de jogar em três dificuldades diferentes, oferecendo uma boa prévia de como será um dos jogos mais esperados do ano.

As modalidades disponibilizadas na versão demonstrativa de ProStreet são Speed Challange e Grip Race. A primeira envolve ultrapassar linhas de checkpoint na maior velocidade o possível. As velocidades marcadas quando o jogador atingiu os checkpoints são somadas no final e o piloto cuja soma for maior vence. O modo Grip Race, por sua vez, consiste em uma corrida comum em um circuito com duas voltas. Em ambas as modalidades, é possível escolher o nível de dificuldade, que vai desde o Casual, no qual há assistência para as frenagens e curvas, até o King, que lhe permite controlar o automóvel plenamente.

Pode parecer estranho que haja a opção de jogar com a assistência da CPU, no entanto, essa ajuda pode ser fundamental aos iniciantes. A jogabilidade de ProStreet o aproxima muito mais de um simulador que seus antecessores, mesmo embora ainda não chegue a ser um simulador de corrida. A nova fórmula é interessante e dá um novo ar à franquia, sem deixar de lado alguns dos elementos já característicos da série.

A nova preocupação dos desenvolvedores em tornar o game mais realista se reflete também nos gráficos e modelos do jogo. A sensação de velocidade está muito mais realista e o dano nos automóveis é visível a cada batida; os capôs amassam, os pàra-choques caem, a lataria risca e assim por diante. Ao danificar significativamente o carro, a corrida acaba instantaneamente " apenas para você, é claro.

Com controles precisos e bem organizados, uma jogabilidade divertida e gráficos realistas, Need for Speed: ProStreet promete elevar a série a outro patamar. Mesmo apesar de todas as mudanças, ProStreet promete não decepcionar os fãs da série, somando a eles tanto entusiastas de simuladores quando jogadores mais voltados à corrida estilo arcade.
fernalv
Enviado por fernalv
Membro desde
35 anos, Uberlandia
label