.

"Forza Motorsport" de volta com sua segunda versão

Enviado por RenanAraujo, , 52 visualizações, 0 comentários
Mais de 300 carros totalmente personalizáveis e um grau de realismo ainda maior nos gráficos e nas colisões: Forza Motorsport, um dos melhores simuladores de corrida, está de volta para os apaixonados por velocidade. O primeiro Forza Motorsport, lançado em 2005, foi considerado um dos melhores simuladores por ser desafiante de acordo com o progresso do jogador, além de oferecer uma física complexa e aliada a uma qualidade gráfica magnífica.
Sendo assim, não se pode esperar menos do segundo título, que promete trazer mais realismo para o novo console da Microsoft. A começar pela programação da física: mais do que no Forza 1, os danos causados em colisões podem ser tão graves quanto os reais, afetando o desempenho do veículo e o ambiente ao seu redor. Dependendo da configuração escolhida, o carro pode sofrer grandes impactos a velocidades médias e ser totalmente destruído em uma colisão a alta velocidade. Portanto, o importante é tomar cuidado e se prevenir de batidas mais bruscas para continuar correndo após pequenas colisões, apesar de ter a desempenho e/ou a aparência do carro afetadas. Além disso, os carros podem sofrer desgastes, bater e se espedaçar, assim como reagir à alterações térmicas e mudanças de pressão.
Poeira, destroços e acidentes: tudo isso está presente! Mas a grande novidade desse sistema está na interação dos diversos elementos com o ambiente que os cerca " uma inovação que só é possível devido à tecnologia do Xbox 360. Em outras palavras, as peças que se soltam dos carros, depois de uma colisão, não desaparecem, permanecendo na pista, e podem ser sentidas quando se passa por cima delas. Só em um console de nova geração, um pára-choque de um Audi que acabou de bater estaria solto na pista, causando o risco de novas colisões, ou uma tinta vermelha apareceria num muro no qual uma Ferrari acabou de raspar ao fazer uma curva fechada. Alcançar o oponente através do vácuo deixado pelo trajeto do carro adversário também é uma das características que o game promete explorar.

Por falar nos carros disponíveis neste segundo título, Audi R8, Enzo Ferrari e Porsche Carrera GT não são nenhuma novidade para os fãs, já que aparecem no primeiro Forza Motorsport. As estréias ficam por conta de Lamborghinis, como a Gallardo, além de muitos novos veículos, desde os esportivos até os de corrida. E todos esses carros correrão em mais de 70 pistas, incluindo 13 pistas reais, como Road America, Silverstone, Tsukuba e Laguna Seca.
Forza Motorsport 2 mantém a divisão dos carros em seis classes (D, C, B, A, S e R) e ainda adiciona uma sétima, a classe U, que possui dois carros inicialmente. Ao melhorar seu desempenho durante as corridas, o jogador recebe créditos para "tunar" (personalizar) o seu carro original, percorrendo o caminho desde a classe D até a S e, depois, a U (os carros da R não mudam de classe).
Nesse segundo título, existem dez subclasses para cada classe e o sistema de pontuação e progressão dentro de cada uma é não-linear, diferente do Forza anterior. Pois adicionar 10 cavalos a um carro que tem 130, não é o mesmo que adicionar 10 cavalos a um carro que já tem 600, portanto em cada uma dessas situações o jogador recebe créditos diferentes. No primeiro Forza Motorsport, em ambas as situações o jogador receberia a mesma quantidade de créditos, apenas por ter adicionado 10 cavalos.
Os carros estão tão bonitos que parecem de verdade No novo Forza, as modificações que você faz no seu carro ainda são mais constantes, pois existem cerca de 50% mais peças personalizáveis do que no primeiro título. Depois de tunar o seu veículo, alterando tanto a sua mecânica, quanto a sua aparência, você pode vendê-lo num leilão online, usando a moeda corrente do jogo. Isso quer dizer que não há dinheiro real envolvido nas transações, ao contrário de muitas especulações.

Como a qualidade gráfica do primeiro título marcou época, nada mais natural do que uma grande expectativa quanto a esse quesito no segundo Forza Motorsport. Os desenvolvedores prometem que o jogo tem taxas de 60 quadros por segundo, o que resulta numa melhor jogabilidade, visto que ocorrem menos travamentos durante o jogo. A Microsoft também garante que foi dada uma atenção especial aos detalhes, como, por exemplo, as diferentes texturas da grama e da areia com marcas de pneus. Em um dos modos de câmera pode-se ver reflexos em tempo real no teto do carro. Contudo, foi deixado de fora a visão cockpit (câmera interna do carro), a qual foi fortemente explorada pelos criadores de Project Gotham Racing, que também estão ajudando no desenvolvimento de Forza. Para remediar esta perda, foram implementados um modo fotográfico (onde é possível tirar fotos das corridas e carros) e também o sistema televisivo herdado e aperfeiçoado de PGR3, cuja intenção é mostrar as corridas online para os jogadores espectadores.

Sucesso na certa?! Para os amantes da velocidade, só resta ansiar
Apesar de não se saber quantos jogadores Forza Motorsport 2 suporta, sabe-se que o modo multiplayer casual vai ter a tela dividida. A despeito disso, a desenvolvedora afirmou partidas alucinantes pela Live, com direito a leilões e vendas dos carros pela internet através do dinheiro virtual. Enfim, a Microsoft teve o auxílio de pilotos e engenheiros do mais alto escalão no ramo automobilístico para construir o game. Logo, Forza Motorsport 2 tem tudo para deslanchar em 2007.
RenanAraujo
Enviado por RenanAraujo
Membro desde
26 anos
label