.

PlayStation 3 é "devorado" em seu lançamento no Japão

Enviado por Junior Xtreme, , 3 visualizações, 0 comentários
O PlayStation 3 foi lançado no Japão neste sábado (noite de sexta-feira no Brasil), mas antes mesmos das lojas abrirem todo o estoque do videogame nova geração da Sony para o país - estimado em 80 mil unidades - já havia sido vendido.

Devido ao número limitado de peças, estabelecimentos distribuíram senhas para as pessoas que estavam na fila em frente às lojas durante à madrugada. Com procura maior que consoles, não demorou para que as poucas unidades tivessem seus donos definidos antecipamente.

As principais casas de eletrônicos de Tóquio, como a Yodobashi Camera, Bic Camera e Tsutaya abriram mais cedo neste sábado, por volta das 7h e 8h (20h e 21h de hoje no horário de Brasília). Os primeiros da fila chegaram na manhã do dia 10, horário local.

Na Yodobashi Camera de Akihabara, tradicional bairro japonês de eletrônicos, havia 500 pessoas até o final da tarde de sexta (manhã de quinta no Brasil), chegando a mil às 22h locais. Mas às 2h da madrugada, ainda havia senhas, mesma situação da Bic Camera de Ikebukuro, outro famoso bairro japonês. Em Aso Bit City de Akihabara tinha um grupo de sete ingleses na fila, que não quiseram esperar pelo lançamento do PlayStation 3 na Europa, previsto para março de 2007.

Mas na filial de Shinjuku da Yodobashi Camera, as filas foram encerradas uma hora depois do fechamento dos estabelecimentos, esgotando todo o estoque de PlayStation 3. Já a Bic Camera de Yûrakuchô começou a distribuir senhas somente às 5h do dia 11, horário local. Ãs 7h da manhã, as portas foram abertas e o primeiro exemplar do PlayStation 3 foi entregue pessoalmente por Ken Kutaragi, presidente da Sony Computer Entertainment.

Em Osaka, outra cidade de grande concentração populacional, também houve muitas filas e venda de todo o estoque um dia antes do lançamento. Na Yodobashi Camera de Umeta, às 20h de sexta-feira havia 500 pessoas na fila, número que chegou a 650 uma hora depois. Foi quando começou a distribuição de senhas. Segundo relatos, havia 900 tíquetes para o modelo mais caro e foram totalmente distribuídos em uma hora. Logo depois, as senhas do modelo mais barato também se esgotaram. Mesmo com poucas perspectivas de alguém desistir, mais de 1200 pessoas se amontoaram 30 minutos antes de virar o dia.

O número de estoque escancara a diferença de cotas entre as maiores cadeias varejistas e os pequenos estabelecimentos. Enquanto nestas o estoque é de 10 ou 20 máquinas de cada modelo, nas principais lojas dos grandes grupos chegam a ter mais de mil unidades do console. Segundo a Sony, 100 mil unidades do console estavam disponíveis em todo o território nipônico.

Nos EUA, onde o console está programado para sair em 17 de novembro, haverá 400 mil unidades do PlayStation 3. De acordo com a Sony, o atraso na produção se deu pela falta do diodo azul, essencial para o drive Blu-Ray, que equipa o aparelho.

Apesar das poucas unidades no lançamento, a Sony espera normalizar a produção em algumas semanas. A meta da atual líder do mercado de games é entregar perto de 2 milhões de consoles mundialmente ainda em 2006. No entanto, esses dados são vistos com pessimismo para analistas do mercado de jogos.

De acordo com lojistas japoneses, PlayStation 3 será artigo de colecionador neste final de ano. O segundo lote, previsto para o dia 23 de novembro - que pode ser o último de 2006 para o Japão - será de 50 mil unidades. A Sony não confirmou a informação.
Junior Xtreme
Enviado por Junior Xtreme
Membro desde
Mauá/SP
label