Publicado por Alex Utsuo Mishima, em .
Em recente artigo publicado pela revista BusinessWeek, diversos desenvolvedores deram o seu parecer sobre como está sendo trabalhar com o novo console da Sony, o PlayStation 3. As opiniões foram praticamente unânimes: a maioria dos programadores vem tendo dificuldades em programar os jogos na plataforma.
Segundo o artigo, algumas produtoras declararam que o console precisará receber cerca de três levas de jogos para mostrar do que é capaz. O fator que mais complica é o processador, que possui sete núcleos. "Ao invés de ter um problema, agora você tem sete", declarou Andy Sites, executivo da própria Sony.
O problema, no entanto, não é novidade: quando o PlayStation 2 foi lançado, programadores reclamavam da dificuldade em lidar com o aparelho, pois não conseguiam trabalhar corretamente com a tecnologia Emotion Engine.

O mais curioso é que, recentemente, um produtor da Guerrilla Games, resposável por "Killzone", afirmou justamente o contrário, dizendo que programar no PlayStation 3 é mais fácil que programar no console de atual geração da Sony.
Alex Utsuo Mishima
Alex Utsuo Mishima
Colaborador do site, 26 anos, Belém - Pará
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.