Publicado por Anônimo, em .
Fotos e música são os itens que mais consomem atualmente a memória dos discos rígidos de computadores pessoais. Ã o que diz Ron Pack, diretor de vendas para a América Latina da Western Digital Corporation (WD - NYSE: WDC), em visita ao Brasil. Segundo ele, nos Estados Unidos, atualmente cerca de 50% desses produtos estinam-se ao armazenamento de fotos digitais. Outros 35% são gastos para gravar músicas no formato MP3 e os restantes 15% em aplicativos. Cifras que, avalia, serão em breve comuns aos mercados latino-americanos.

"Existe uma clara tendência do consumidor em armazenar mais dados, uma necessidade. Há cerca de quatro anos houve um esforço da indústria em aumentar a capacidade de armazenamento dos discos rígidos. Saltamos de 20 para 40 GB, de 40 para 80 GB e hoje, nos Estados Unidos, o padrão comum para computadores pessoais é de 160 GB", diz Ron Pack.

Para atender à procura por mais memória, na última semana a Western Digital lançou seu novo disco rígido, o WD Caviar SE16 Serial ATA (SATA), de capacidade de 400 GB. O produto é ideal para design gráfico, edição de vídeo, games, computação comercial avançada e outros usos mais complexos. De tecnologia refinada, combina 16 MB de memória cache com taxa de transferência de dados de 150 MB/s. No Brasil, o preço sugerido no varejo é de R$ 1.400,00.
Anônimo
Anônimo
Colaborador do site
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Gosta do site e quer ajudar a o manter online? Apoie-nos!.
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no Facebook, Twitter, Instagram e na nossa curadorida da Steam.