.

O Legado das Editoras: Capcom

Enviado por TelaBrancaDoAkuma, , 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original


Todos nós aqui temos uma coisa em comum: o amor pelos games. Independente da plataforma, um dos nossos maiores prazeres é chegar em casa, ligar o vídeo game e poder mergulhar naquele mundo por algumas horinhas. Porém, nem sempre lembramos que também existem diversos profissionais com a mesma paixão, e que se empenham para poder entregar o jogo que você está jogando no momento. É algo tão natural só por o jogo e jogar, que esquecemos que por trás daquilo ali, existem várias pessoas que se dedicaram para que possamos jogar numa boa. Esses felizardos trabalham em estúdios de desenvolvimento de jogos; alguns pequenos e outros gigantescos. E quais são os principais estúdios que temos atualmente? Quais as suas curiosidades? Quais os jogos desses estúdios que mais marcaram a história dele? É isso que iremos abordar nessa nova série de Artigos, que você só encontra aqui na GV. E o estúdio que escolhi para estrear essa nova série é o estúdio que, em minha opinião, foi o melhor dessa geração: Capcom.

História da Capcom



Clique para ver a imagem em tamanho original


A Capcom é uma desenvolvedora e publicadora japonesa de jogos eletrônicos sediada em Osaka, tendo sido fundada em 30 de Maio de 1979.
As empresas responsáveis por criar a divisão japonesa da Capcom foram a I.R.M. Corporation (fundada em 30 de maio de 1979) e sua subsidiária Japan Capsule Computer Co., Ltd., ambas companhias dedicadas à fabricação e distribuição de máquinas de jogos eletrônicos. As duas empresas se unificaram pelo nome Sambi Co., Ltd. em setembro de 1981, enquanto que a Capcom Co., Ltd. em si foi estabelecida inicialmente em 11 de junho de 1983 com a intenção de assumir o departamento interno de vendas.
Em janeiro de 1989, a antiga afiliada Capcom Co., Ltd. se uniu à Sambi Co., Ltd., resultando na formação da atual divisão japonesa. O nome "Capcom" é uma abreviação de "Capsule Computer", um termo adotado pela empresa para descrever máquinas de arcade que fabricava em seus primeiros anos, projetadas para se separarem dos computadores pessoais que se popularizavam na época. A palavra "capsule" alude a como a Capcom assemelhava seus jogos a "cápsulas cheias de jogos e diversão", bem como a ideia da companhia em proteger suas propriedades intelectuais dentro de uma dura "cápsula", evitando cópias ilegais e imitações inferiores.

Apesar de o primeiro produto da Capcom ter sido Little League, um jogo de arcade lançado em julho de 1983, o seu primeiro e verdadeiro jogo, o título de arcade "Vulgus", foi lançado em maio de 1984. A partir da adaptação do jogo 1942 para o NES, lançada em dezembro de 1985, a empresa passou a se concentrar no mercado de jogos para plataformas domésticas, o que passaria a ser o seu principal segmento de operação poucos anos mais tarde.

Principais Séries da Capcom


A Capcom é muito antiga, e tem centenas de jogos. Então já dá para imaginar que não dá para falar de todos aqui. Sendo assim eu vou me focar em falar sobre os principais jogos da empresa, os mais influentes, e os que mais marcaram em suas épocas.

Vulgus



Clique para ver a imagem em tamanho original


Primeiro título da Capcom, Vulgus é um jogo de tiro com rolagem vertical, desenvolvido e publicado pela Capcom no Japão em 1984 e lançado na América do Norte pela SNK no mesmo ano. A palavra "Vulgus" vem do latim e significa "pessoas comuns", pessoas de camadas inferiores da sociedade. O jogo foio primeiro videogame da Capcom.
O jogador controla uma nave espacial com um único objetivo: destruir os inimigos que chegam. A nave possui duas armas diferentes: uma arma primária com munição infinita e um suprimento limitado de bombas. Ao pegar os ícones "Pow", que aparecem esporadicamente ao longo dos níveis, o jogador pode reabastecer os suprimentos. Semelhante ao Xevious , o jogo não possui níveis distintos; o fundo alterna entre a superfície de um planeta e um campo espacial. O jogo se repete com maior dificuldade até que o jogador perca todas as suas vidas.

Cadillacs and Dinosaurs



Clique para ver a imagem em tamanho original


Cadillacs and Dinosaurs é um jogo de beat 'em up para arcade lançado em 1993 pela Capcom e baseado nos quadrinhos Xenozoic Tales de Mark Schultz.
O enredo do jogo é diretamente baseado nos quadrinhos Xenozoic Tales de Mark Schultz, cuja primeira edição foi lançada em 1987. Após inúmeros desastres naturais causados pela poluição, a humanidade entra em colapso e os sobreviventes são obrigados a viver por séculos em cidades subterrâneas. Ao voltar para a superfície, no ano de 2513, os humanos descobrem que a Terra foi repovoada por dinossauros, que a princípio eram dóceis e conviviam de forma pacífica com os humanos, até que começaram a sofrer ataques de uma gangue chamada Black Marketers, que caçavam os dinossauros e cometiam outras atrocidades sem motivo aparente. Isso fez com que os dinossauros se tornassem hostis com os humanos e começassem a atacar povoados. A fim de colocar as coisas em ordem novamente, Jack Tenrec, Hannah Dundee, Mustapha Cairo e Mess O'Bradovich decidem juntar-se contra as ações dos Black Marketers e iniciam uma busca aos membros da gangue e seus líderes.
Na época de seu lançamento, Cadillacs and Dinosaurs teve uma ótima recepção devido a sua jogabilidade dinâmica, cenários e fases diversificadas, gráficos e efeitos sonoros de altíssima qualidade para a época, além de ter sido também um dos primeiros jogos de beat 'em up a possibilitar o uso de armas de fogo pelos personagens principais e a apresentar variações na jogabilidade, como na fase Hell Road onde o jogador pode dirigir um cadillac. O jogo foi bastante popular nos fliperamas da década de 1990. Geralmente é apontado como um dos jogos de arcade da época mais populares no Brasil, além de ter feito bastante sucesso também nos Estados Unidos, Europa e Japão.

Final Fight



Clique para ver a imagem em tamanho original


Final Fight é uma série de Beat 'em up criada pela Capcom, com o primeiro título sendo lançado em 1989.
Final Fight é rodado na metrópole fictícia americana de Metro City, onde um ex-lutador profissional chamado Mike Haggar é eleito prefeito, prometendo lidar com os problemas criminais da cidade em sua campanha. A gangue Mad Gear, a organização criminosa dominante na cidade, sequestra a filha de Haggar dizendo que se ele não entregar o seu cargo, a sua filha, Jessica, irá sofrer as consequencias. Contando com a ajuda de Cody, namorado de Jessica e um mestre em artes marciais, bem como um amigo de Cody, Guy um mestre em Ninjutsu que também é amigo de Jessica, Haggar opta então a lutar pela sua filha em vez de entregar o seu cargo.
Final Fight, junto com o primeiro Street Fighter, são os dois principais jogos da formação do enredo da série Street Fighter, aonde muitos personagens são usados em jogos atuais e citados na história de alguns deles, direta ou indiretamente.

Marvel vs. Capcom



Clique para ver a imagem em tamanho original


Marvel vs Capcom é uma série de jogos de de luta crossover desenvolvida e publicada pela Capcom, apresentando personagens de franquias da Marvel Comics e Capcom. Foi a primeira série Vs. envolvendo a Capcom, que também produziu outras séries Vs. com a SNK (SNK vs. Capcom) e Tatsunoko Production (Tatsunoko vs. Capcom: Ultimate All-Stars).
O jogo traz inúmeros personagens da Capcom, como Mega Man e Strider Hiryu, assim como os personagens de Street Fighter. A história do jogo também se passa no universo Marvel. O Professor Charles Xavier chamou os heróis para uma emergência: eles tinham que detê-lo, pois ele estava sucumbindo à consciência do Magneto e estava vindo à se tornar um perigoso vilão, chamado de Onslaught (Massacre), o chefe final do jogo.
A versão para o PlayStation do jogo (chamada de EX Edition no Japão), se difere muito da versão Arcade do jogo. O jogador seleciona dois lutadores, porém, utiliza apenas um e o outro fica restrito à movimentos de assistência durante a partida. Significativamente, foi removido o sistema de luta em duplas, que é considerado uma alteração de características. A versão do Playstation oferece um modo chamado Crossover, onde o jogador escolhe dois lutadores, porém, deve-se lutar contra um time com os mesmos lutadores que o seu, porém, na ordem inversa. Nesse modo, os jogadores podem utilizar os dois lutadores da dupla, porém, os times devem ser idênticos (isso faz o jogo consumir pouca Memória RAM). Isso se deve, ao fato do Playstation ter pouca Memória RAM, e não possuir uma capacidade de expansão, como o Sega Saturn. Essa versão possui um novo efeito de Zoom, que aparece quando o lutador executa um combo aéreo.

Street Fighter



Clique para ver a imagem em tamanho original


Street Fighter é o primeiro game da série de jogos de luta da Capcom de mesmo nome. Lançado para os fliperamas em 1987, é centrado em Ryu viajando pelo mundo e lutando com diversos guerreiros. O game recebeu conversões para DOS e TurboGrafx CD. Junto com Final Fight, os dois foram os jogos precursores da série Street Fighter (Mesmo Final Fight sendo um Beat'n'Up), e por isso, todo o enredo da série foi baseado nesses jogos, a partir de Street Fighter II.
O jogo mostra o karateka Ryu viaja pelo mundo desafiando os dois melhores lutadores de cada país, sempre procurando por oponentes mais fortes até encontrar o campeão tailandês Sagat.

Street Fighter II



Clique para ver a imagem em tamanho original


Esse sim marcou uma geração e ditou todos as formas de como seriam os jogos de luta dali pra frente. Sendo lançado originalmente para as máquinas arcade em 1991, é o segundo jogo da série Street Fighter e a sequela do jogo original, lançado em 1987. Street Fighter II melhorou muitos dos conceitos introduzidos no primeiro jogo, incluindo o uso de movimentos especiais baseados em comandos, uma configuração de seis botões, ao mesmo tempo que oferecia aos jogadores uma seleção múltipla de personagens jogáveis, cada um com o seu próprio estilo de luta. Street Fighter II também introduziu o sistema de "combos" e o combate "frente-a-frente" entre dois jogadores.
Foi de longe o jogo arcade mais vendido, desde a época de ouro dos jogos das máquinas arcade. Em 1993, dois anos depois do seu lançamento, as vendas de Street Fighter II já ultrapassavam os $1,5 bilhões em receita bruta, e em 1994, o jogo já tinha sido jogado por mais de 25 milhões de norte-americanos em casa ou nas máquinas arcade. Em 1995, as vendas totais de máquinas de Street Fighter II e de Street Fighter II: Champion Edition excediam os $2,312 bilhões. Ajustado pela inflação, estima-se que todas as versões de Street Fighter II excederam os $10 biliões em receita, fazendo do jogo um dos mais lucrativos de sempre. Em particular, a versão original para Super NES vendeu mais de 6,3 milhões de unidades, tornando-se durante muito tempo o jogo responsável pelas vendas da consola e mantendo-se até hoje como o jogo da empresa que mais vendeu numa única plataforma,. Devido ao seu sucesso foram editadas várias sub-séries de versões atualizadas, cada uma oferecendo mais características e personagens que a antecedente, bem como várias edições caseiras.
Street Fighter II é considerado como um dos melhores videojogos de todos os tempos, e em particular, o mais importante e influente jogo de luta de sempre; o seu lançamento em 1991 é visto como um momento revolucionário dentro do gênero. É atribuído ao seu sucesso de a popularização dos jogos de luta durante a década de 1990, inspirando outros produtores a criarem as suas próprias séries, popularizando o gênero e começando o renascimento da indústria de máquinas arcade, algo que não se via desde os dias de Pac-Man. A sua maior influência proeminente, foi a criação do gênero como é conhecido hoje em dia.
O ditador M.Bison, líder da organização terrorista Shadaloo, organiza um torneio de artes marciais e convida os melhores lutadores do mundo. Porém o torneio não passa de uma fachada para seu plano de capturar os melhor guerreiros do mundo para poder lavar suas mentes e usá-los como soldados da Shadaloo.

Strider



Clique para ver a imagem em tamanho original


Strider é foi lançado em 1989, para os consoles Amiga, Atari ST, ZX Spectrum, Commodore 64, Master System, Sharp X68000 e Mega Drive. Porém, somente o Sharp X68000 e o Mega Drive tinham potência suficiente para rodarem, em alta resolução, os belos gráficos do jogo.
Em 2048, a Terra está sob ameaça de Grandmaster Meio, um ser de outra galáxia, que intenciona dominar o nosso planeta. Para tanto, Meio construirá uma estação estelar, localizada entre a Terra e a Lua, denominada de "Third Moon" (trad: Terceira Lua).
Todavia, Hiryu, um valente guerreiro Strider, armado com sua poderosa espada cypher, decide opor-se a Meio, combatendo suas forças invasoras. Sozinho nesta luta, Hiryu receberá apenas a ajuda dos "Options" (pequenos robôs, ou ainda animais mecânicos, como uma águia e uma pantera) que ele, eventualmente, venha a encontrar pelo seu caminho.

Ghouls'n Goblins



Clique para ver a imagem em tamanho original


Considerado como um dos jogos mais difíceis até hoje, Ghouls'n Goblins mostra a história do cavaleiro Arthur (que não tem ligação alguma com o Rei Arthur da mitologia bretã), que precisa enfrentar um vasto exército de monstros, fantasmas e demônios para salvar sua princesa, aprisionada no castelo de Astaroth. Para tal, o jogador deverá correr por vários cenários repletos de seres das trevas que querem derrotá-lo. Há armaduras e armas extras durante as fases. Lembrado por muitos ainda hoje como o game mais difícil de todos os tempos.
O jogador só pode ser atingido duas vezes antes de perder uma vida. Se o jogador perde uma vida, ele volta ao início do nível, ou a meio caminho, se conseguiu chegar tão longe. Além disso, cada vida pode durar apenas um certo período de tempo. Depois de derrotar o chefe final, o jogador deve repetir o jogo inteiro em um nível de dificuldade mais alto para alcançar a verdadeira batalha final, ou seja, sofrimento garantido.

Ghouls'n Ghosts



Clique para ver a imagem em tamanho original


O cavaleiro Arthur precisa enfrentar um vasto exército de monstros, fantasmas e demônios para salvar a princesa Prin-Prin(chamada de princesa Tamara nos manuais das versões de 8 bits), aprisionada no castelo de Lucifer (chamado de Loki em algumas versões) e as almas roubadas por ele.
O jogo mantém o sistema de controles de seu antecessor, com pulos que não podem mudar de direção depois que o herói já saltou, e várias armas com poder de ataque e alcance diferentes. Uma adição é a armadura dourada, que garante a Arthur a chance de um "ataque carregado", mais poderoso que o comum. Assim como seu antecessor, Ghouls 'n Ghosts precisa ser terminado duas vezes para que o jogador possa ver o final verdadeiro.

Mega Man



Clique para ver a imagem em tamanho original


Mega Man, conhecido como Rockman no Japão, é um jogo desenvolvido e publicado pela Capcom para a Nintendo Entertainment System (NES). É o primeiro jogo da série Mega Man. Foi lançado no Japão e na América do Norte em Dezembro de 1987 e na Europa, em Maio de 1990.
Apesar da longa e rica história que o personagem tem, a carreira de Megaman começou de forma muito humilde. A Capcom, desenvolvedora de Arcades como prioridade na época, armou um plano nos anos 80 de fazer um novo game feito especificamente para se jogar em casa. Os jogos anteriores da Capcom feitos para o Famicom eram meras adaptações de jogos de arcade. Para que o projeto tivesse os melhores resultados possíveis, a Capcom deixou o projeto com alguns de seus mais talentosos e jovens criadores, entre eles, um artista chamado Keiji Inafune,considerado o Grande Criador de Mega Man. Inafune, como grande fã de animes, ao criar a Série Mega Man se inspirou na Série Astro Boy.
O jogo começa após os acontecimentos que envolvem a criação do humanoide robô chamado Mega Man pelo gênio Dr. Wright (chamado Dr. Light em títulos posteriores) e seu assistente, Dr. Wily. Os dois cientistas também criam outros seis robôs avançados: Cut Man, Elec Man, Ice Man, Fire Man, Bomb Man e Guts Man. Cada um destes robôs é projetado para realizar tarefas industriais que envolvam construção, demolição, madeireiras, operações elétricas ou trabalhos realizados em temperaturas extremas, tudo para o benefício da humanidade em um local conhecido como "Monsteropolis". No entanto, Dr. Wily é desleal ao seu parceiro e reprograma os seis robôs para ajudar a si mesmo em um plano para assumir o controle do mundo. Dr. Light envia Mega Man para derrotar suas criações e acabar com Dr. Wily. Depois de ter sucesso em sua missão, Mega Man retorna para casa, se juntando a sua irmã robô Roll e seu criador, Dr. Light.

Mega Man X



Clique para ver a imagem em tamanho original


A série Mega Man X foi a segunda franquia da série Mega Man. Lançada em 17 de dezembro de 1993 no Japão (e fevereiro de 1994 na América do Norte) no Super Nintendo, continuando suas diversas sequências em múltiplas plataformas. O enredo é uma continuação de sua série precedente, Mega Man. A jogabilidade introduziu novos elementos à franquia, como a habilidade de arrancada (Dash) e escalar paredes.
A série se passa no ano 21XX, quando Dr. Cain, um famoso paleontólogo, participava de uma escavação em busca do fóssil de uma planta e achou por acidente o antigo laboratório do Dr. Thomas Light (da série Mega Man anterior). Para sua surpresa, em meio os destroços do antigo laboratório, Cain encontrou um robô chamado Mega Man X em uma cápsula de diagnóstico, na qual havia sido selado para pelo menos 30 anos de testes, levando em conta o potencial perigo de tal modelo. Mega Man X (chamado de ''X'') possuía o poder de tomar suas próprias decisões, o que surpreendeu o paleontólogo. Dr. Cain se dedica então a estudar X e com o tempo, ignorando os avisos deixados na cápsula por Dr. Light, conseguiu fabricar seus próprios robôs, baseados no projeto de X, também dotados de livre arbítrio, chamados de Reploids.


Resident Evil



Clique para ver a imagem em tamanho original


Clássico absoluto, revolucionou o gênero Survival Horror. O enredo de Resident Evil inicia em torno de uma série de casos de homicídio envolvendo canibalismo ocorridos em Arklay Mountain (Montanhas Arklay), ao noroeste da cidade fictícia Raccoon City em 1998.
O S.T.A.R.S (Special Tactics And Rescue Service - Serviço de Resgate e Táticas Especiais) é designado para investigar a fonte de tais assassinatos. O grupo era formado por duas equipes, Bravo Team e Alpha Team.
A Equipe Bravo é designada para investigar os incidentes, contudo o grupo acaba desaparecendo misteriosamente. A equipe Alpha é enviada em uma missão de resgate, mas acaba sendo atacado e seus membros são forçados a se refugiarem em uma mansão abandonada, onde o grupo acaba se deparando com zumbis e outras criaturas, levando-os a descobrir os cadáveres de seus companheiros da Equipe Bravo na casa. Ainda descobrem que a mansão é na verdade uma fachada de um laboratório secreto pertencente a multinacional farmacêutica Umbrella Corporation, e as criaturas são o resultado de experiências com um vírus geneticamente modificado chamado T-Virus. Eventualmente, das duas equipes S.T.A.R.S (Alpha e Bravo), apenas seis membros sobreviveram ao incidente, entre eles estão Jill Valentine, Chris Redfield, Barry Burton, Rebecca Chambers (só aparece jogando com Chris), Brad Vickers e Albert Wesker, tendo este último traído a sua equipe. Ao fim da missão a mansão que estavam explode pelos ares, assim eliminando qualquer evidência dos fatos lá ocorridos.
Apesar dos fortes elementos de terror uma classificação para Adultos que limita o público, todos os jogos da série principal de Resident Evil foram lançados com críticas positivas. Muitos dos jogos, notavelmente o Resident Evil 3: Nemesis, foram homenageados com muitos prêmios "Jogo do Ano" e muitas vezes postos na lista de "O Melhor Jogo Já Produzido".
Atualmente a série conta com pelo menos 10 títulos, além de remakes e remasters.

Ōkami



Clique para ver a imagem em tamanho original


O jogo se passa no Antigo Japão e começa com um flashback de 100 anos antes de seu presente. O flashback conta a história de como Shiranui, um lobo branco, e Nagi, um guerreiro, lutaram juntos para derrotar a serpente de oito cabeças Orochi para salvar o Vilarejo de Kamiki e a dama Nami, a amada de Nagi. Shiranui e Nagi não são capazes de derrotar o dragão, mas só de aprisioná-lo numa caverna. 100 anos depois, um descendente de Nagi, Susano, acidentalmente quebra o selo de Orochi, e ele então escapa e lança uma maldição sobre a Terra, destruindo toda a vida existente. Sakuya, um espírito das árvores e guardiã do Vilarejo de Kamiki, invoca a deusa do Sol e reencarnação de Shiranui Amaterasu, e pede para que ela remova a maldição que cai sobre a Terra. Acompanhada pelo minúsculo artista ambulante Issun, Amaterasu é capaz de restaurar a beleza da Terra. Pela sua jornada, Amaterasu pode ser surpreendida por Waka, um flautista que tem o poder de prever o futuro.
Ōkami faz com que o jogador controle a personagem principal, Amaterasu, por um ambiente com cel-shading, ao estilo de uma pintura em aquarela, que assemelha-se a uma ilustração animada japonesa feita a tinta com estilos diferentes de arte. O estilo da jogabilidade é uma mistura dos gêneros de ação, plataforma e de puzzles, e tem sido freqüentemente comparado por vários escritores de matérias de jogos devido à semelhanças no estilo geral de jogabilidade entre a dele e a da série The Legend of Zelda, qual fora uma inspiração que o diretor Hideki Kamiya, um fã auto-proclamado de Zelda, admitiu ter usado e que a mesma influenciou no design geral do jogo. A história principal é primariamente linear, dirigido pelo guia de Amaterasu, Issun, mas numerosas "aventuras secundárias" e atividades opcionais permitem aos jogadores que eles explorem o mundo do jogo e sigam a história em seu próprio ritmo. Ao completar tais menores tarefas e atividades (como fazendo com que árvores brotem à vida ou alimentar animais selvagens), Amaterasu ganha "Praise" ("Louvor"), que pode ser gasto para aumentar várias estatísticas do personagem, como a quantidade de vida e o número de garrafas de tinta disponíveis para as técnicas do Celestial Brush.

Dino Crisis



Clique para ver a imagem em tamanho original


Dino Crisis foi lançado em 1999 para Playstation pela Capcom, criado pelo mesmo diretor de Resident Evil, Shinji Mikami. O jogo segue o mesmo elemento diferenciando apenas o antagonista, que agora ao invés de humanos com fome, são animais sedentos por sangue.
O jogo conta a história de uma unidade de resgate chamada S.O.R.T., que tem de ir a uma ilha desconhecida chamada Ibis. O cientista Edward Kirk, uma autoridade mundial em pesquisas energéticas, aparentemente morreu três anos atrás 2006. Na verdade, ele está vivo e trabalhando com um grupo de pesquisa numa ilha isolada, quando o governo descobre, envia um grupo para trazer Kirk de volta a seu país de origem. O cientista desenvolveu uma fonte de energia chamada de Third Energy (Terceira Energia). Os agentes saltam de pará-quedas (um deles - Cooper - morre logo no começo, ao aterrissar e ser engolido por um T-Rex) e descobrem que o lugar está cheio de dinossauros, e que quase todos os trabalhadores foram mortos. Ao encontrarem o Dr. Kirk, ele lhes revela que a Third Energy é capaz de transportar objetos e seres para qualquer tempo, e que a razão para aqueles dinossauros estarem ali é porque dependendo da quantidade de energia empregada é possível até mesmo viajar no tempo. Regina e sua equipe Gail e Rick devem resgatá-lo e voltarem à salvo para o Continente. Há três finais para este jogo, sendo uma delas uma incineração de 25% da ilha Ibis.
Dino Crisis utiliza um motor 3D original com ambientes em tempo real , em oposição aos fundos pré-renderizados da série Resident Evil. O jogo tem o mesmo elemento das primeiras séries de Resident Evil. Sendo em 2D e 3D em determinadas partes. Os movimentos e controles da personagem são precisos embora a ação de tiro seja um pouco lenta. O jogo também trás novidades às armas, que são poucas, mas o número de munições compensam já que é possível misturar determinadas armas com certas munições. É possível também atirar dardos com efeitos. As cores representam o nível e o efeito. Variando de um simples sonífero (Curto tempo, mas podendo aumentá-lo dependendo do nível) até um veneno que em poucos instantes o dinossauro morre. Há um sistema chamado Magic Box. Se seu inventário estiver cheio, você pode deixar algum item nele no começo do jogo, e quando achar uma outra caixa, aquele mesmo item estará ali. O sistema de Save é estratégico, ou seja, dependendo de onde estiver, você só poderá salvar seu progresso se voltar ao início de jogo. Os Saves estão "embutidos" em certas portas. O jogo também se torna mais longo devido aos inúmeros quebra-cabeças que há contido na trama. Exigindo extrema paciência e uma boa memória para resolvê-los.

Onimusha: Warlords



Clique para ver a imagem em tamanho original


Onimusha é um jogo de ação e aventura produzida pela Capcom para PlayStation 2, lançado originalmente em 2001. Foi relançado como Genma Onimusha para Xbox em 2002. Posteriormente a sua versão original foi portada para Microsoft Windows e vendida nos territórios de Ásia e Rússia.
Cada jogo tem uma personagem principal que encontra outros personagens de quem se torna companheiro.
A sequências seguintes foram Onimusha 2: Samurai's Destiny, lançado em 2002, Onimusha 3: Demon Siege, lançado em 2004 e Onimusha: Dawn of Dreams, lançado em 2006.
Em 2018, a Capcom UK anunciou uma remasterização para o PS4, Xbox One, Microsoft Windows e Nintendo Switch.
O protagonista, Samanosuke Akechi, empunha o poder dos antigos Oni (um demônio da cultura nipônica) que permite a ele utilizar o genma (a energia contida em todos os seres vivos). O jogo traz figuras que moldaram a história do Japão, como Nobunaga Oda, recontando suas histórias com elementos sobrenaturais da cultura oriental. Essas figuras geralmente aparecem associadas à raça demoníaca que almeja conquistar o mundo humano. Sua espetacular ascensão ao poder é explicada através dessa influência. Onimusha: Warlords foi o primeiro jogo para Playstation 2 a vender 1 milhão de cópias em todo o mundo.

Breath of Fire



Clique para ver a imagem em tamanho original


Desenvolvido pela Capcom em 1993 para o Super Nintendo, teve uma edição americana publicada pela Squaresoft (agora Square Enix) em 1994. Em 2001, a Capcom relançou o jogo para a plataforma portátil Game Boy Advance. Breath of Fire acontece nos anos que seguem uma grande guerra civil entre dois clãs de dragões: Light e Dark. Os Light Dragons estão quase extintos, reduzidos a esconderijos em pequenos vilarejos. O protagonista é Ryu, um jovem Light Dragon que desperta em uma noite e encontra sua cidade em chamas, após um ataque dos Dark Dragons. Após o seqeestro de sua irmã no dito ataque, ele parte para salvá-la. Durante sua jornada, ele inicia uma busca por sete chaves mágicas, antes que os Dark Dragons possam usá-las para despertar uma deusa da destruição.
Breath of Fire consiste de quatro modos básicos de jogabilidade: um mapa do mundo, mapas de cidades e dungeons, uma tela de batalha e uma tela de menu. O mapa do mundo é uma versão reduzida e simplificada do mundo fictício do jogo, que o jogador usa para navegar entre vários locais. Grande parte das batalhas do jogo são enfrentadas nos mapas de campo ou no mapa do mundo. Grande parte dos personagens possui uma ação de campo específica fora de batalha, e em alguns momentos tal ação se fara necessária para o prosseguimento. Por exemplo, o grupo não pode passar por florestas enquanto Bo não liderar a equipe.
A paleta de cores dos mapas muda de acordo com a hora do dia. Quando o grupo se encontra no mapa do mundo, o sol nasce e se põe a cada minuto de tempo real. Em certas situações, o jogador precisa esperar a noite antes de entrar em uma determinada cidade.

Devil May Cry



Clique para ver a imagem em tamanho original


Devil May Cry é uma série de jogos de ação-aventura, de hack and slash, produzida pela Capcom e criada por Hideki Kamiya. A série centra-se no objectivo do protagonista Dante, que extermina demônios como forma de vingar o assassinato da sua mãe. A jogabilidade se baseia em derrotar inimigos desencadeando grandes sequências de ataques de forma frenética, enquanto evita possíveis danos, a fim de exibir cenas de lutas "com estilo"; este elemento, juntamente com o tempo e quantidade de itens coletados e utilizados são levados em consideração para se chegar a classificação do desempenho do jogador.
Vagamente inspirada no poema A Divina Comédia com o uso de alusões, o jogo original foi concebido como parte da serie Resident Evil, mas como fugia muito da ideia original acabou por ser criado como um independentemente, com a sua própria história.

Haunting Ground



Clique para ver a imagem em tamanho original


Haunting Ground é um jogo do gênero survival horror distribuído pela Capcom e lançado para PlayStation 2 em 21 de abril de 2005. A personagem principal é uma jovem que encontra inimigos que a perseguem causando pânico, onde o objetivo é correr e se esconder, enquanto se resolve diversos puzzles e desvendam-se os mistérios. É considerado um spin-off da série Clock Tower.
Fiona Belli acorda numa jaula dentro do Castelo Belli, uma enorme arquitetura construída por seu "avô", que ela sequer sabe de sua existência. Fiona se recorda de um acidente de carro envolvendo um encapuzado homem estranho. Neste castelo ela recebe roupas limpas da misteriosa empregada Daniella que parece não possuir sentimento ou emoção alguma. Em meio a exploração deste enorme castelo, Fiona se depara com Debilitas, um doente mental extremamente forte que a confunde com uma de suas bonecas. Fiona foge e acaba encontrando Hewie, um cão preso a uma armadilha. Hewie torna-se companheiro da jovem, ajudando-a durante a desventura no castelo Belli. Após intensas explorações e perseguições por Debilitas, Fiona recebe diversos telefonemas e uma carta de Lorenzo, um homem desconhecido, mas parece querer ajuda-la, alertando-o sobre um homem perigoso chamado Riccardo que vive no castelo. Fiona acaba tendo que enfrentar Debilitas que se encontra num estranho estado de transe. Após o feroz combate, Fiona adquire uma chave que pode levá-la, talvez, para fora do castelo.

God Hand



Clique para ver a imagem em tamanho original


God Hand é um jogo de ação beat 'em up desenvolvido pela Clover Studio e publicado pela Capcom para PlayStation 2. O jogo foi lançado em 2006 no Japão e na América do Norte e em 2007 na Europa; foi relançando em 4 de Outubro de 2011 para o PlayStation 3 como um título transferível na PlayStation Network. God Hand foi dirigido por Shinji Mikami, designer mais conhecido por seu trabalho na série Resident Evil. Seu desejo era criar um jogo de ação focado nos "jogadores hardcore" misturado com uma grande quantidade de situações de alívio cômico. O jogo recebeu uma resposta geral levemente positiva dos críticos e vendeu apenas moderadamente logo após seu lançamento no Japão. A Capcom anunciou apenas alguns dias depois do lançamento norte-americano que iria dissolver a Clover Studio, fazendo de God Hand o seu último jogo desenvolvido.
O jogador toma o controle de Gene, um artista marcial que maneja uma das lendárias "God Hands" (Mãos Divinas, em tradução livre), um par de braços divinos que foram uma vez usados para salvar o mundo de um demônio chamado Angra. A jogabilidade combina elementos tradicionais do gênero beat 'em up com características únicas do jogo, como a gigantesca diversidade de ataques e movimentos especiais.

Darkwatch



Clique para ver a imagem em tamanho original


Darkwatch: Curse of the West é um jogo de tiro em primeira pessoa de 2005 que foi lançado para o PlayStation 2 e Xbox. Ele foi desenvolvido pela High Moon Studios (antigamente Sammy Studios) e publicado pela Capcom nos Estados Unidos e pela Ubisoft na Europa e na Austrália.
O jogo mistura os gêneros de western, horror, e steampunk, e conta a história de Jericho Cross, um pistoleiro fora da lei do Velho Oeste que foi transformado em um vampiro e então recrutado à força por uma organização secreta que caça monstros para lutar contra forças sobrenaturais. O sistema de jogabilidade de Darkwatch é uma reminiscência de Halo: Combat Evolved.
Darkwatch foi recebido com uma recepção geralmente positiva da crítica especializada, sendo aclamado em particular para o seu ambiente relativamente único de Velho Oeste. O jogo foi acompanhado por uma extensa campanha promocional e foi planejado para ser o primeiro jogo de uma nova franquia de mídia, mas a sua sequência foi cancelada em 2007 e a sua adaptação cinematográfica permanece em inferno de desenvolvimento.

Dead Rising



Clique para ver a imagem em tamanho original


Dead Rising é uma franquia de Survival horror com elementos de ação-aventura e RPG desenvolvido pela Capcom e produzido por Keiji Inafune. Originalmente o jogo foi desenvolvido como um título exclusivo para o console da Microsoft Xbox 360, em julho de 2008, foi anunciado que o jogo estaria sendo portado para o Nintendo Wii, sob o título de Dead Rising: Chop Till You Drop. A versão do jogo para o Xbox 360 foi lançada em 8 de agosto de 2006 na América do Norte e em 28 de setembro de 2006 no Japão. O jogo se tornou um sucesso, recebendo análises favoráveis e altos números de vendas. O jogo foi relançado sob a linha "Platinum Hits", e uma versão do jogo para celulares foi realizada. Como parte do aniversário de 10 anos de Dead Rising, portes do jogo para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One foram anunciados em julho de 2016 para serem lançado em setembro de 2016.
A história do jogo envolve Frank West, um foto jornalista que investiga um incidente, na cidade fictícia de Willamette, Colorado, a qual é infestada por zumbis. Frank deve se defender dos ataques dos zumbis, salvando os sobreviventes e descobrindo as verdades escondidas sobre o incidente. O jogador controla Frank em sua exploração pelo shopping, utilizando qualquer objeto como arma. O jogador pode competir em missões opcionais para ganhar pontos de experiência e ganhar habilidades especiais. O jogo foi desenvolvido para disponibilizar diversos finais alternativos, que são expostos de acordo com as decisões do jogador durante o jogo.

Ace Attorney



Clique para ver a imagem em tamanho original


Ace Attorney é uma série da Capcom que tinha tudo para dar errado no ocidente, mas que incrivelmente fez grande sucesso. Aqui não há lutas, monstros ou vilões espaciais, mas sim batalhas nos tribunais. Os jogadores seguem de perto a história do advogado Phoenix Wright. Wright começa sua carreira como um legítimo novato e tem que aprender a se virar logo depois que sua mentora morre. O game é repleto de diálogos e opções para que o jogador decida o rumo dos julgamentos e defesas. Apesar de ser "parado", a trama é sempre interessante e desafiadora.

Monster Hunter



Clique para ver a imagem em tamanho original


A franquia Monster Hunter é uma série de jogos de fantasia desenvolvida e publicada pela Capcom, que se iniciou com o jogo de mesmo nome para Playstation 2. Como o título sugere, o jogador assume o papel de um caçador em um ambiente de fantasia e completa missões que consistem em buscar monstros para caçar ou capturar, há uma grande variedade de monstros, e muita ação baseadas em combate de curta e longa distância em tempo real.
Monster Hunter é uma série recente, mas que já arrasta milhões de fãs pelo mundo todo. A saga envolve matar monstros gigantescos e se aproveitar de partes dos corpos para criar armas e armaduras. O game tem forte apelo multiplayer. Um dos elementos mais divertidos é unir-se com outros jogadores e formar grupos de caça numerosos para lidar com monstros extremamente poderosos e gigantescos. A jogabilidade em terceira pessoa e sistema de evolução de personagem deixa tudo com cara de RPG, mas está mais para a ação.

Capcom vs. SNK Millennium Fight 2000



Clique para ver a imagem em tamanho original


Capcom vs. SNK: Millennium Fight 2000 ,é um jogo do gênero luta desenvolvido e publicado pela empresa Capcom Co., Ltd. em 6 de setembro de 2000 para a plataforma Arcade.
Em geral, o jogo foi bem recebido por jogadores e críticos. Apesar disso, houve algumas críticas a respeito da lista de personagens, que é basicamente formada por personagens somente da série Street Fighter e The King of Fighters (sendo Morrigan Aensland, Darkstalkers; Raiden, Fatal Fury; e Nakoruru, Samurai Shodown - as únicas exceções). Já que ambas empresas têm um número extenso de franquias de jogos de luta, isto deveria fazer com que existisse uma maior variedade de personagens e de jogabilidades.

X-Men vs. Street Fighter



Clique para ver a imagem em tamanho original


X-Men Vs. Street Fighter é um jogo de Arcade lançado pela Capcom lançado em 1996 e é o primeiro da série Marvel Vs. Capcom de jogos de luta. Ele traz os personagens dos X-Men e os personagens da série Street Fighter.
X-Men Vs. Street Fighter usa um sistema de luta similar ao desenvolvido em Marvel Super Heroes, e foi adicionado o sistema de luta em duplas. Ao invés do sistema usual no estilo "melhor de três" rounds, o jogo utiliza um formato de lutas com somente um round onde dois lutadores enfrentam outros dois. O jogador controla um lutador de cada vez, enquanto o outro aguarda fora da tela. O lutador que começa a luta pode, a qualquer momento, dar vez ao outro lutador, bastando o jogador pressionar Soco Alto e Chute Alto, o que ativa o Variable Attack. O jogador que estava aguardando fora da tela, entra na luta atacando com um pulo-chute, que causa um leve dano ao oponente. O jogador quando entra logo em seguida, executa uma pose de vitória e neste curto período de tempo, fica totalmente vulnerável. O jogador que saiu do jogo estará apto a recuperar uma parte da energia, enquanto o outro luta. Se um jogador perder toda sua energia, o outro automaticamente entra no jogo e assume a luta. A luta termina quando os dois jogadores do time são derrotados.
O arcade original X-Men Vs. Street Fighter quando lançado, teve uma ótima aceitação no mercado e uma excelente avaliação da mídia especializada. O jogo simplificou o estilo e introduziu a série Versus. O jogo utilizou os elementos de Darkstalkers e Marvel Super Heroes como, por exemplo, o sistema de super-pulos e os gráficos.

Captain Commando



Clique para ver a imagem em tamanho original


Capitão Comando é jogo de arcade produzido pela Capcom em 1991, tendo como personagem principal Capitão Comando. É um jogo no estilo beat 'em up, que se passa em Metro City (mesma cidade de Final Fight) no ano de 2026.
O jogador escolhe um dos 4 membros do "Team Commando": Captain Commando, Ginzu (Shô), Jennet (Mack) ou Hoover (Babby Head). Os Commandos devem combater um exército de super criminosos geneticamente modificados, atravessando diversos lugares como um banco, um museu e um aquário, entre outros lugares. Sua aventura os levará a uma jornada interplanetária em Callisto, onde o diabólico engenheiro genético "Scumocide" (conhecido na versão japonesa como "Genocide") os espera.

Bionic Commando



Clique para ver a imagem em tamanho original


Bionic Commando é um jogo plataforma de ação de 2009, parte da série "Bionic Commando". O jogo foi desenvolvido e publicado pela Capcom em colaboração com o desenvolvedor sueco GRIN e produzido por Ben Judd.
Bionic Commando é um jogo de ação e aventura, no qual o jogador controla o personagem Nathan Spencer. O jogo usa a mecânica diversa (principalmente a radiação),que agem como barreiras. Estas barreiras são usados para manter os jogadores dentro dos limites do nível de design linear. Nathan Spencer é capaz de atingir inimigos enquanto pendurado, escalando um prédio ou até mesmo no swing-mid, ao usar um implemento chamado o braço biônico, que também pode ser usado para atacar os inimigos a curta distância. O braço biônico pode ser usado para agarrar e lançar objetos como pedras e carros em inimigos. Além disso, ele é equipado com botas que lhe permitem retroceder desses objetos nos inimigos. Estas botas são também a razão de Spencer não tomar dano de quedas extremamente altas, podendo ajudar o jogador a criar táticas de batalhas diversas.

Darkstalkers



Clique para ver a imagem em tamanho original


Darkstalkers, é uma série de jogos de luta produzido pela Capcom. Além dos videogames, a franquia de mídia Darkstalkers também inclui uma minissérie de anime, uma série televisiva de desenhos animados estadunidense, uma série de quadrinhos canadense e muitos livros de vários tipos e outras mídias lançadas apenas no Japão. Alguns personagens individuais (geralmente os mascotes da série Morrigan e Felicia) apareceram nos jogos posteriores da Capcom, bem como em alguns jogos cruzados lançados por outras empresas.
O primeiro título da série. Possui dez personagens selecionáveis (Demitri Maximoff, Morrigan Aensland, Jon Talbain, Victor von Gerdenheim, Zabel/Lord Raptor, Anakaris, Felicia, Bishamon, Aulbath/Rikuo e Sasquatch) mais dois chefes não-selecionáveis (Phobos/Huitzil e Pyron). O jogo possui características de Street Fighter, mesclado com algumas novas técnicas, como Air Blocking (bloqueios aéreos), Crouch Walking (andar agachado) e Chain Combos (combos em sequencia). Assim como acontece em Super Street Fighter II: Turbo, foi incluído uma barra de Super Combo (aqui chamado de Super Moves), porém divida em três níveis. Em termos de história, o primeiro título da série, é bem simples: Pyron, o senhor supremo e poderoso do fogo, decide fazer um torneio para ver qual dos monstros é digno de se tornar o rei da noite. Porém, cada um dos personagens lutam por causas distintas.


--

Então é isso pessoal. Gostaram da nova série? Tem sugestões ou críticas? Não deixe de expressar sua opinião na sessão de comentários logo abaixo, e até a próxima.
TelaBrancaDoAkuma
Enviado por TelaBrancaDoAkuma
Membro desde
label
Deixe seu comentário para sabermos o que você achou da publicação
Não se esqueça que você pode participar do nosso Discord.
E também nos seguir no CANAL, Facebook, Twitter, e na nossa curadorida da Steam.