.

Se Arya fosse uma personagem de D&D qual seria o seu nível de Ladino?

Enviado por Nightcrowley, , 792 visualizações, 0 comentários
Clique para ver a imagem em tamanho original

Disclaimer: A matéria a seguir contém spoilers do episódio 3 da 8 temporada de Game of Thrones, The Long Night.

Talvez essa seja a questão mais importante da semana. Se a Arya Stark fosse um personagem de Dungeons and Dragons (D&D), qual seria o nível dela? Quantos pontos de experiência ela precisaria ganhar para realizar seus atos mais heróicos? É um enigma difícil, mas juntos, podemos soluciona-lo para que todos possamos encontrar a paz de espírito que tanto merecemos. Venha comigo neste exercício mental, o qual você verá que é absolutamente preciso, sem erros de raciocínio, definitivo e oficial.

Vamos seguir as regras da 5° edição; George R.R. Martin ainda continua jogando a primeira edição, mas acredito que os showrunners não.

Então, o primeiro dilema é o Rei da Noite, que não se alinha com nenhum modelo conhecido. O equivalente mais provável seria o Death Knight, um Desafiante nível 17 que é uma espécie de guerreiro esquelético com 20 de Classe de Armadura (AC) e 180 de hit points. Apesar do Death Knight ter acesso a um conjunto mais amplo de feitiços e habilidades que o Rei da Noite, essa é uma troca bem equilibrada, dado ao poder dos mortos vivos do Rei da Noite (com um alcance de 200), os quais possuem uma aplicação incrível. Então, podemos concluir que o Rei da Noite possui uma forte resistência a danos, mas falaremos disso depois.

Atualmente, a juventude de Arya disfarça uma quantidade considerável de experiência, então precisaremos trabalhar de trás para frente para descobrir o seu verdadeiro poder. Normalmente, [o fato] do hp total dela entrar em conflito com o do Rei da Noite seria irrelevante, a menos que ele conseguisse desferir um ataque bem sucedido contra ela, logo após ela ter errado o seu primeiro golpe. O fato dela ainda estar viva após receber um ataque do Rei da Noite, nos dá algumas informações para trabalhar. Vamos assumir que ele não utilizou o toque arrepiante (1d8+5, mais 4d8 de dano necrótico) com o seu montante, já que ele pôde mover suas mãos ao perceber o ataque eminente, então o 4d8 ainda é valido quando ele a agarra pelo pescoço. Por isso, ele sobreviveu ao ataque, e presumindo que ele tomou um dano médio (18), ela não poderia estar a beira da morte ao entrar nessa batalha.

O ferimento na cabeça (provavelmente de um teste de Destreza que falhou) claramente enfraqueceu Arya um bocado, provavelmente algo em torno de 20 pontos de dano. Pilhe pelo menos ataques de esqueleto, e temos um total de 30 pontos danos antes de alcançar o Rei da Noite. Adicione os 18 de danos do toque arrepiante, e Arya sofrerá quase 50 de dano antes do seu ataque final. Apesar do seu HP ser bastante variável, se pegarmos os números médios e um bônus Con +1 (que parece justo, eu acho), então precisamos definir um nível mínimo que a deixaria viva para esfaquea-lo com sucesso em seu golpe final. Por exemplo, se ela estivesse no nível 8, então era para ela ter no máximo 52 de hit point. Isso deixa as coisas bem mais próximas, mas não impossível.

Mas como podemos confirmar? O melhor arbitro para o nível de ladino dela provavelmente é o dano do ataque furtivo. Para chegar lá, precisamos voltar e descobrir com quanto de HP o Rei da Noite estava. Mesmo com um bônus potente de armadura no jogo, é bem provável que Rei da Noite tenha evitado um combate aéreo com Daenerys e Jon, bem como uma rajada do sopro do dragão. Vou presumir que o combate aéreo causou 20 pontos, e perdeu mais outros 42 (como eles estavam muito alto - o Mestre não estaria agindo de forma arbitrária por pedir 12d6 em uma queda de 120 pés).

O Drogon de Dany claramente segue as regras da casa. Sendo tão novo, ele mal seria grande o suficiente para voar longas distâncias, muito menos para carregar um cavaleiro. Vamos dar ao Mestre o benefício da dúvida de que ele descobriu a logística para seu próprio cenário, e presumir que Drogon é um dragão vermelho adulto (o análogo apropriado, dado a arma de fogo). Dentro desse contexto, a arma de sopro de Drogon gera uma média de 63 pontos de danos (18d6 de fogo). O Rei da Noite poderia ter jogado um teste de Destreza para salvar metade, mas ele é muito f*dão para isso, então ele apenas ficou lá e levou a maior parte do dano. Dito isto, Dany aprendeu com sua atitude desesperada, que o Rei da Noite é resistente ao fogo, e que isso reduz o dano pela metade (foi devidamente arredondado) para 31.

O Rei da Noite toma 93 de dano antes de Arya tentar esfaquea-lo pelas costas. Ele tem 87 de hit point sobrando.

Arya empunha uma adaga de Aço Valiriano. Como já demonstrado várias vezes na história, os White Walkers (incluindo o Rei da Noite) são vulnerais ao Aço Valiriano. Isso significa que qualquer dano deste tipo é dobrado. Infelizmente, apesar de Arya (um tanto quanto milagrosamente), ter obtido êxito em seu teste de furtividade em passar pelos outros Walkers nos arredores de bosque sagrado, ela falha em seu ataque furtivo contra o Rei da Noite. Ele ainda possui o seu bônus AC . Ela joga bem, mas não bem o suficiente para conseguir esse 20 AC (seu jogador atribuí isso ao seu ferimento anterior na cabeça).

Apesar de o Rei da Noite ter detectado o ataque inicial dela, o jogador dela propõe ao Mestre utilizar o recurso Ação Ardilosa do Ladino para ganhar um bônus de ação no qual ela Prestidigitação para trocar o item de mãos, o que seria uma exceção dos usos padrões (Disparada, Desengajar ou Esconder). Uma jogada inteligente de RPG em um momento como esse, então o Mestre permite. Com sucesso, Arya consegue passar a adaga para a outra mão, e o Mestre diz que o pensamento rápido proporciona um breve momento de surpresa. Felizmente, Arya pegou o arquétipo malandro dos Assassinos há alguns anos atrás durante sua estada em Braavos, então qualquer golpe bem sucedido inesperado se torna automaticamente em dano crítico.

Se supormos que o Mestre segue o livro, então toda as jogadas inteligente de Arya não significam muita coisa; neste caso, ela precisa tirar 20 para poder executar um dano crítico em sua segunda rodada. E, além disso, ela ganha vantagem (e, daí o seu ataque furtivo), porque um de seus aliados (Bran) está adjacente ao Rei da Noite no lado oposta a ela. De qualquer maneira, é difícil de interpretar o golpe como algo que não seja um ataque crítico.

Então, o segundo ataque de Arya o atinge e atinge com força. Mas o Rei da Noite tem 87 de hit point. O que é muito dano para causar com apenas uma adaga.

A adaga causa dano 1d4, e Arya seria tola se não tirasse vantagem das propriedades finas dessa arma, permitir ela utilizar Destreza (ao invés de Força) como um bônus ao dano. Vou avançar e dizer que é certo que Arya está balançando um 18 de Des (você está assistindo a série ou não?), e ela ganha +4 de dano. Portanto, 1d4+4 para uma média de 6 de dano, se isso fosse tudo o que tinha para ser atingido.

Felizmente para ela (e Westeros), só que não. Os danos críticos dobram o dano (mas não o bônus de habilidades) e também dobra o bônus de ataque furtivo, todos os ataques são de um Aço Valiriano, então todo o dano causado é duplicado.

No nível 8 (como previamente imaginado) há uma pequena chance dela fazer um ataque furtivo 4d5 com dano de bônus que ultrapasse a quantidade de vida restante do Rei da Noite. Mas dano do ataque furtivo aumenta para 5d6 no nível 9. Com esses números, talvez ela consiga fazer isso.

Vamos fazer uma conta. Com o dano crítico, teremos que jogar [os dados] duas vezes para adaga e duas vezes para um total de 2d4+10d6, e adicionando um bônus de Dex +4 ao dano. Isso nos dá 44 de dano, mas lembre-se que todo esse dano é duplicado, já que o Rei da Noite é vulnerável ao Aço Valiriano. Em único ataque, Arya causa 88 de dano, o suficiente para zerar o HP do Rei da Noite. Os jogadores explodem em aplausos e alegria. O Rei da Noite foi aniquilado.

Arya Stark é um ladino nível nove. Porém acredito que todos concordamos que ela acaba de passar do nível 10.
Nightcrowley
Enviado por Nightcrowley
Membro desde
24 anos
label