.

Os 10 Jogos Mais Estranhos e Esquisitos

Enviado por fujiwara96, , 0 visualização, 0 comentários


10. Mister Mosquito
(2001) PS2

Sim, neste jogo você é um mosquito e o seu objetivo é sugar o sangue de uma família durante o seu dia a dia. Mas o trabalho de um mosquito é quase como uma arte, e você só poderá picar as suas vítimas em pontos específicos enquanto toma muito cuidado para não sugar o seu sangue nem muito rápido, nem muito devagar para não deixar que o seu humano desconfie. Sabe, o tipo de coisa básica que você aprende no primeiro ano da faculdade de pestes.
E você pode pensar que esse seja um jogo obscuro de algum estúdio aleatório, mas não se engane, porque ele é de ninguém menos do que da Eidos Interactive. Sim, a mesma Eidos de jogos como Tomb Raider e Hitman. Que são ótimos jogos, mas não chegam não aos pés de Mister Mosquito.

9. Catherine
(2011) PS3/X360

Neste jogo do mesmo estúdio da série Persona, você assume a pele de Vincent, um homem nos seus trinta e poucos anos que uma noite acaba traindo a sua namorada Katherine com K com a bela Catherine com C. Porque a sua namorada era uma Kamikaze com um Karma ruim e a outra era Calma e... Censual?
O jogo é dividido em duas partes principais, durante o dia você passa o seu tempo em um bar com os seus amigos e durante a noite, nos seus sonhos, você resolve quebra cabeças onde você tem que mover blocos para conseguir continuar subindo em... seja lá qual metáfora esse sonho representar, e escapar dos chefões mais estranhos possíveis.

8. Octodad: Dadliest Catch
(2014) PS4/XONE/PC/WIIU/ANDROID/IOS/SWITCH/VITA

Era uma vez um pai de família mundano, como qualquer outro por ai, ele passava os seus dias cuidando dos seus filhos, fazendo compras no supermercado e sendo um polvo.
Em Octodad o seu objetivo é tentar agir da maneira mais natural possível enquanto você vai pelo seu dia tentando evitar que as pessoas desconfiem que você é, na verdade, um polvo. E enquanto a premissa pode parecer simples, o charme do jogo vem dos seus controles desconfortáveis, onde você controla um tentáculo por vez, o que acaba resultando em situações bem engraçadas.

7. Hatoful Boyfriend
(2014) PS4/PC/ANDROID/IOS/VITA

Você foi aceita como a única garota humana em um prestigiado colégio para pombos e agora você tem que fazer novas amizades e descobrir novas paixões. Você tem o aristocrata francês, Sakuya, o popular e misterioso Yuuya, o introvertido Nageki, e... outros pássaros aí.
Sendo uma parodia de inúmeros jogos de "visual novel", a história aqui acaba indo por vários caminhos bizarros e inesperados – sim, mais ainda do que uma adolescente namorando pombos – o que fez ele conseguir um "status cult" aqui no ocidente e ser surpreendentemente popular no japão, tendo lá quadrinho e livros.

6. Goat Simulator
(2014) PS4/XONE/PC/PS3/X360/ANDROID/IOS

Começando como um jogo piada em uma game jam, esse simulador de cabra conseguiu bastante atenção no youtube na sua fase beta, o que foi o suficiente para os desenvolvedores decidirem transformar ele em um jogo de verdade, e depois em um mmo, uma versão de Payday, uma no espaço e uma com zumbis.
E aqui você é, sim, uma cabra e o seu objetivo e andar por ai, pular por ai, correr e destruir e lamber tudo na sua frente. E a beleza do jogo está na sua simulação de físicas de ragdoll, onde você ganha pontos por fazer todo o tipo de "manobras". E os desenvolvedores até decidiram manter os glitch e bugs do jogo para contribuir com o seu charme.

5. Katamari Damacy
(2004) PS2

Do japonês de algo como "alma amontoada", este aqui é muito menos profundo do que o seu nome sugere. Quando o Rei de Todos os Cosmos acaba destruindo todas as estrelas do universo depois de uma noite de bebedeira, o príncipe é obrigado a ir para o planeta terra para tentar consertar toda a bagunça que o seu pai fez.
E você faz isso rolando por ai enquanto coleta todo o tipo de objeto que é menor que você para reconstruir as constelações. Então, enquanto você vai começar pegando coisas como tacos de basebol e pinos de boliche, em pouco tempo você vai estar atraindo casas e prédios inteiros com a sua bola de neve. E o jogo consegue ser bem divertido e até viciante com todo esse seu conceito de destruição para construir algo novo.

4. LSD Dream Emulator
(1998) PS1

Se alguma vez você quis saber como seria usar LSD mas sem ter que realmente usar LSD, este aqui é o jogo perfeito para você.
Tecnicamente este jogo não é, bom, um jogo, porque a intenção do seu criador era que ele fosse uma peça de arte contemporânea, e por isso, ele não tem objetivos nem um desafio para ser superado, mas você simplesmente explora os seus cenários e experencia todo o tipo de viagem como pessoas flutuando, leões com dor de barriga e o os cenários mais estranhos possíveis. E no final, este jogo pode ser resumido como uma Logica Sem Definição, mas Legal Sendo Diferente e... Leopardos... Sacrificados... Ok, chega.

3. Muscle March
(2009) WII

A premissa deste jogo é a mesma daqueles programas de televisão onde os participantes têm que fazer certas poses para passar por obstáculos. Só que aqui você faz isso sendo um desses lindos e perfeitos fisiculturistas. E o seu objetivo é pegar o ladrão que roubou o seu pote de proteína – que definitivamente não é esteroide – fazendo as poses marcadas na parede com o controle de movimentos do Wii.
Agora, o conceito pode ser simples, mas a execução é simplesmente perfeita, com lindas animações e um personagem mais estranho que o outro, você pode pensar que o jogo ficaria meio chato depois de algumas horas, mas você estaria errado porque esse é um jogo profundo... complexo... e envolvente...

2. Japan World Cup
Nesse jogo que claro, claro que saiu do Japão, você aposta em qual cavalo você acha que vai ganhar a corrida. Entre as suas opções estão: um cavalo, um cavalo dançante, um cavalo barril, um cavalo caminhão com uma mulher cantando, um cavalo que não é um cavalo, mas um pé grande e uma foca.
E se você acha que corrida de cavalo é um negócio chato, esse jogo esta aqui para te provar o contrário, porque as corridas aqui são cheias de momentos emocionantes como quando o pé grande ataca o seu concorrente ou o cavalo barril tropeçar e cai de cara no chão, a única coisa impossível aqui é você se entediar com essa obra prima.

1. Seaman
(1999) PS2/DREAMCAST

Existem muitos jogos por ai de bichinhos virtuais, mas nenhum consegue ser tão estranho como esse aqui. Porque o seu amiguinho nesse caso é uma carpa, muito da babaca, com um rosto de um homem.
E o seu objetivo é cuidar deste ser, fazendo companhia para ele e o alimentando todo o dia, enquanto ele evoluí por diferentes estágios. E o jogo vinha junto com um microfone para você acoplar no seu Dreamcast e responder algumas das suas perguntas. E por mais estranho que o jogo seja ele conseguiu ser bem popular no Japão, ganhando até uma linha de bichinhos de pelúcia no país. O que é o melhor bicho de pelúcia do mundo... se você quiser traumatizar a criança para o resto da sua vida.
fujiwara96
Enviado por fujiwara96
Membro desde
label