.

Opinião: e estes são os motivos pelo qual eu ainda quero um Wii U

Enviado por Anônimo, , 333 visualizações, 0 comentários
[img]hide:aHR0cDovLzQuYnAuYmxvZ3Nwb3QuY29tLy1faVBqYlpYV2RWRS9WV0xPN203S0ZKSS9BQUFBQUFBQUN4dy9oX2xJdW5MYmI4VS9zNjQwL25pbnRlbmRvX3dpaV91LXdhbGxwYXBlci0xOTIweDEyMDAuanBn[/img]
Um depoimento pessoal sobre a minha escolha de console na oitava geração
Por Julius Blaze em 27 de maio de 2015

Éramos três amigos. Sentávamos na primeira fileira da sala de aula (aquela que dava bem ao lado da porta) eu sentava na primeira carteira e sonhava com meu futuro console desta nova geração: o Wii U! Estava com preocupações demais na vida para juntar dinheiro. Buscava um estágio, estudar e melhorar minhas notas e cursar uma boa faculdade. Você sabe, coisas normais de um estudante do terceiro colegial. Portanto, eu não teria o console tão cedo. Logo atrás de mim estavam dois amigos: o primeiro era o dono de um Xbox One. Um cara particularmente muito divertido e legal. Eu gostava de conversar com ele sobre todo tipo de games e ele parecia sempre dar ouvidos e atenção. Um bom amigo. Logo atrás dele, outro dos meus amigos. Um cara gente boa, brincalhão e sempre estava conosco. Podíamos falar de todo tipo de assunto com ele.

Outro bom amigo. Ele era o feliz dono de um Playstation 4. . Ele era um cara inteligente e de mente aberta para qualquer jogo: amava seu PS4 e amava seus títulos. Muitas vezes eles julgavam que seus consoles eram infinitamente superiores ao que eu queria. Eles tentavam mudar a minha cabeça a toda hora sobre meu futuro console. E confesso que seus argumentos até me convenceram por um curto período de tempo.
Nosso amigo, no entanto, acompanhava passivo as discussões e posteriormente se desfaria de seu Xbox One. Foi então que eu comecei a me questionar: Por quais motivos eu ia querer o Wii U? A Nintendo havia abruptamente se retirado do nosso país em meados de Janeiro. Os preços de seus consoles e games aumentaram absurdamente. A falta de marketing deu a apunhalada final, para que a Sony dominasse sem preocupações todo o nosso mercado (seguida da Microsoft).

Quanto ao eShop, eu mal conseguia comprar na loja virtual do 3DS (que ainda tinha suporte ao Brasil) já no Wii U, o eShop não existe até hoje... Então, com um custo e benefício tão desiguais na balança, seria mais sensato virar as costas para esse console? Foi quando comecei a prestar atenção nos jogos.

Não fazia muito tempo que o lançamento de Splatoon estava bombando na internet. Não faltavam criticas em cima do novo exclusivo da Nintendo. Por um tempo o jogo teve minha curiosidade, mas após o beta que saiu no começo de Maio, ele chamou a minha atenção. Minha e de meu amigo que havia recentemente se desfeito de seu Xbox One. Achei engraçado como aquele título, que era um shooter (mas com tintas), contrastava de seus concorrentes. Definitivamente eu não sou contra a violência em jogos (eu mesmo me divirto com alguns fatalities de Mortal Kombat). Mas é incrível e impressionante como o fator guerra, luta armada etc., dominou o mercado de um tempo para cá. De fato, esses jogos são uma maneira em diluir as pressões diárias, e muitos se divertem com isso.

O que me preocupa, é que a indústria de games simplesmente parou de inovar e se acomodou. Splatoon foi o gatilho que eu precisava para começar a prestar atenção nisso: com as cores e com as sensações que os jogos mexem. Pensei tambem, em como a arte presente nos games foi desaparecendo. Curiosamente, quando alguém tenta jogar algo novo nesse tabuleiro que a indústria de games atual se tornou, este é duramente criticado e subestimado. As vezes até agressivamente. Uma comparação muito boa seria com o começo do Modernismo no Brasil, em meados da década de 1920. Eu enxergo no Wii U, uma boa tentativa de mudar esse cenário. O atual console da Nintendo representa algo diferente do que os seus competidores tentam representar. Ele tenta coisas novas o tempo todo.

[img]hide:aHR0cDovLzQuYnAuYmxvZ3Nwb3QuY29tLy1lc1V0dHJISkI1WS9WV1IxQXlPeUU4SS9BQUFBQUFBQUN5RS95d3p1dGxkb2pMVS9zNjQwL3dpaXVfc3BsYXRvb25fZTMuanBn[/img]
em querer mascarar os problemas desse console! O Wii U sofre com retrocessos que deveriam ter ficado na geração passada. Eu posso ressaltar as dificuldades de compras online, para quem não tem acesso fácil a cartões de crédito internacionais, e até mesmo para quem tem: por que as compras só podem ser feitas em dólar. Ou seja: se o dólar subir, você já sabe...

Outro problema recorrente é a falta de espaço no HD interno do console. Por mais que isso possa ser corrigido com pen drives etc. (e isso até justifique um preço menor), tal erro é algo que não deveria existir numa geração em que os consoles possuem 500GB de memória.

E é claro, o clássico: a falta de apoio das third-parties, que é absurdamente ridículo, mas não incompreensível. Mas é óbvio que nenhum desses fatores atrapalham a biblioteca de jogos do console. O Wii U é considerado por muitos como o console da oitava geração com os melhores exclusivos. Simplesmente pela árdua tarefa que a Nintendo vem fazendo: a de manter seu console com apenas os jogos da casa. Acho que só por essa façanha, a Nintendo já merecia um prêmio. E é incrível como os jogos estão saindo caprichados. Os jogos atuais estão ficando cada vez mais genéricos e imutáveis (e isso é um perigo), e jogos que cada vez mais estão próximos de uma realidade em que as crianças, principalmente, não são obrigadas a ver.

Como eu disse antes: longe de mim ser contra qualquer tipo de violência nos jogos, mas onde está a fantasia? A inovação? Você consegue se lembrar quando foi a última vez em que sentiu uma sensação totalmente nova ao jogar um jogo novo? Jogos eletrônicos mexem com seus sentidos e com seu cérebro. Vídeo game é uma forma de arte, e creio que os lançamentos mais recentes estão aproveitando muito pouco esse fator. Um elemento que todo console tem, apesar de quaisquer recursos técnicos: a arte.

O pior disso é que o estilo gráfico de qualquer jogo que se opõe a esse padrão é duramente criticado em todos os cantos. Como Splatoon está sendo agora. Acontece que Splatoon é uma joia rara da indústria de games atual. Seu estilo colorido, cartunesco e irreverente é um tapa na cara dessa atual indústria.

O Wii U tem os exclusivos que eu quero. É a ''turma'' que eu estou acostumado a ver. Não tem a ver só com minha visão sobre a indústria de games, mas com o que eu estou acostumado desde que eu tive meu NES. Além disso, o estilo de jogos da Nintendo segue uma reta pela qual eu quero seguir. Como eu disse anteriormente, o console não é perfeito e ainda faltam diversos títulos de outros estilos de jogos, como os jogos de luta e de RPG. Entretanto, alguns jogos do Wii U parecem prezar muito o estilo artístico e prático. Jogos, cujo o visual são verdadeiras obras de arte, como: Kirby and The Rainbow Curse, Yoshi'sWooly World, The Legend Of Zelda: Wind Waker HD e Splatoon. Eles fogem a regra da geração. Eles são coloridos e dinâmicos. São bonitos e são vivos. Vivos.

Não sei você, caro leitor, mas quando eu me sento para jogar vídeo game, eu quero fugir da realidade e dos meus problemas. Quero esquecer que o mundo real existe, nem que seja só por alguns minutos. E é aqui que os jogos dos outros consoles pecam para mim. A maioria deles falham miseravelmente em concretizar esse ato. Não quero desmerecer nenhuma plataforma. Quem conhece a biblioteca do Playstation 4, por exemplo, sabe muito bem que ele não é feito só de edições remasters e FPS's.
Mas para mim, por enquanto, o PS4 não me atrai. Isso não significa que eu o deteste, ou ache que ele é inferior ao Wii U, mas os exclusivos que estão presentes no Wii U são a prioridade para mim no momento e posteriormente, talvez, eu pense em ter quaisquer outros consoles. Afinal eu sou um gamer e não o patrocinador de uma empresa.

[img]hide:aHR0cDovLzEuYnAuYmxvZ3Nwb3QuY29tLy13bkJrUm1GYnhnTS9WV1I1ZTdLaVMzSS9BQUFBQUFBQUN5US82TEJqbVFEZ1RmTS9zNjQwLzExNjM5NjBfdGhlLWxlZ2VuZC1vZi16ZWxkYS10aGUtd2luZC13YWtlci1oZC1lLWNsYXNzaWNvLXJlZmVpdG8tbm8td2lpLXUuanBn[/img]
Na sétima geração, o mundo gamer conheceu um jogo chamado Super Mario Galaxy. E até mesmo os mais críticos ficaram de boca aberta, neste jogo tão lindo e tão mágico. Mesmo que o game tenha marcado sua presença em um console ''inferior''. Quero chegar neste ponto: vídeo games são diversão. Não se trata apenas de quantos frames ele roda, o que importa é a sensação que aquele jogo me dá e o quanto um determinado jogo me diverte. Cada game que eu jogo e cada experiência que um determinado game me proporciona, isto me gera um sentimento que sempre vai ficar guardado: seja para o bem ou para o mal. Para mim, essa sim é a definição de se jogar um vídeo game. E não aquela frase que tentam vender para todos nós hoje em dia: ''O Wii U é um console morto!''
- Não, amigo. É a indústria de game que está moribunda. O Wii U está vivíssimo.

Depois de chegar nessa conclusão, eu passei a avaliar diferente os meus colegas. Cada um tinha o console que desejava e cada um tinha os seus motivos. Eles visavam aproveitar as qualidades de seus consoles mais do que seus defeitos. Não adianta: briguinha de consoles vão existir sempre. Por favor, não diga que só por você ser um fã da Nintendo, você está acima disso: não está! Seus ''antepassados'' já discutiam contra o Mega Drive & cia, muito antes das televisões deixarem de ser apenas de tubo. O que devemos fazer é: vivenciar as experiências que cada um dos consoles passam para nós. E aproveitar! É difícil isso, até mesmo por conta do cenário atual.

Questão de gosto é algo indiscutível. E a minha opinião sobre o assunto acima abordado pode ser completamente diferente entre milhões de outras pessoas.

E resumidamente: Eu gosto dos exclusivos do Wii U e do que o console representa para a indústria de games. E principalmente do que ele representa para mim. Tudo o que eu disse não significa que eu odeie qualquer outro console. Ou que o Wii U seja ''master race''. Apenas acredito que no momento, o Wii U é o console que mais me agrada.

todos os Exclusivos do Wii u desde seu lançamento até 2016 Lembrando que está lista vai aumentar após a E3 2015.


Zelda U
Xenoblade cronicles X.
Super Mario 3d Word.
Maio Kart 8.
Smah bros for wii U
Star fox wii u
Lgo city undercover
Pikimin 3
Zelda wind waker hd
Devils trird
mario paty 10
Splatoon
Mario Maker
Shimegame vs fire emblem
Fatal frame wii u
Shadow of the Eternals
the wonderful 101
Pikmin 3:
Zombi U:
hyrule warriors:
donkey kong tropical freeze:
new super mario bros u:
lego city undercover:
magine um GTA feito totalmente de Lego.
captain toad treasure tracker:
bayonetta 2
zelda wind waker hd:
sing Party
Nintendo land
New super mario bros u+
Shantae and the Pirate's Curse
Game e Wario
Sonic lost World
mario e sonic olympic games
Monter Hunter 3 Ultimate
Wii u Sports Club
Kirby raibow curse
project guard
project giant robot
Yoshis woolly world
Sonic boom
Wii party U
mario vs donk kong
Project Treasure
Wii Fit U
Scribblenauts Unlimited
Rabbids Land
Ness remix
tank tank tank

E é nessas horas que faço um brinde aos jogos coloridos. Um brinde aos jogos com mundos fantasiosos e um brinde aos jogos com diversão. Por que isso sim é vídeo game.
label