.
4.5

Análise do jogo "Braid" para X360 escrito por Uol Jogos

Escrito por Uol Jogos, nota 4.5 de 5, enviado por Anônimo,
Muitos jogadores se questionam se vale realmente investir em um console de última geração como o Xbox 360, que tem jogos 3D criados com mais alta tecnologia, para ficar explorando os jogos relativamente simples da Xbox Live Arcade. Claro que há alguns caça-níqueis e reedições de clássicos que custam caro pelo pouco que oferecem, mas ignorar alguns novos games que realmente inovam e divertem a partir de conceitos simples e preços baixos, fazendo muito com muito pouco, é praticamente subaproveitar o console. "Braid" é um belo exemplo do que se pode perder ao ignorar a plataforma online. Aparentemente um simplório jogo 2D de plataforma, ao melhor estilo "Super Mario Bros.", o game se mostra extremamente profundo em sua proposta, a de não só de desafiar o jogador com alguns quebra-cabeças e desafios complexos, mas também em emocionar, algo que até mesmo seus concorrentes de ponta penam em conseguir. Renovando um conceito Apesar de se firmar em um sistema clássico, de pular em cima de inimigos, subir escadas, evitar cair sobre espinhos e chegar até o final de cada fase, "Braid" está longe de ser um título convencional. Além dos visuais extravagantes, com cenários que parecem pintados à mão, como em telas à óleo, misturados a personagens feitos com sprites, há um certo ar de melancolia na história do herói Tim. Como um bom herói do gênero, talvez em até em homenagem ao bigodudo da Nintendo, ele também está atrás de sua princesa, mas que ao contrário do que se espera, não parece dar muita bola para ele. Isto é, se ela sequer existir. As divagações existencialistas de Tim durante o percurso, a respeito de sua amada, dos erros cometidos no passado e a busca por uma nova vida, acabam ganhando presença na aventura na forma de seus poderes de manipular o tempo. Em sua busca por peças de quebra-cabeça que formam os painéis capazes de revelar seu destino final, ele pode manipular o tempo, primeiro para retroceder e corrigir problemas de percurso, como encostar em algum inimigo ou deixar de pegar algum item pelo caminho. Depois as coisas ficam mais complicadas, com poderes de avançar no tempo e sincronizar com as outras criaturas no mapa, quando o jogo realmente revela todo o seu potencial, exigindo grande precisão e atenção do jogador. Nem tudo precisa ser cumprido, mas quando mais você conseguir, mas irá revelar. ?? um jogo relativamente curto, mas extremamente compensador diante de sua proposta. Como não pára para dar muitas explicações, somente para insinuar a mecânica das coisas e pistas sobre seu enredo, a experiência se volta para a total exploração, o que garante algum tempo extra com seu processo de descoberta. CONSIDERA????ES "Braid" é um jogo diferente, único, que renova o conceito de plataformas 2D. Homenageando o clássico "Super Mario Bros" e outros ícones dos games, o título absorve o jogador com seus visuais extravagantes e seu grande nível de desafio, através de quebra-cabeças que requerem precisão e um bom raciocínio, pedindo um bom entendimento da mecânica de manipulação do tempo. Para completar, ainda se dá ao luxo de criar uma narrativa pouco usual, com um tom melancólico e certo lirismo, algo raro de se encontrar. ?? um tesouro a ser descoberto por todos aqueles que têm acesso a Xbox Live.
Fonte: Uol Jogos
label