.
8

Análise do jogo "Battlefield 2142" para PC escrito por Outer Space

Escrito por Outer Space, nota 8 de 10, enviado por Giordano Trabach,
Desde o primeiro jogo da série, que se passa na segunda guerra mundial, até o futuro de 2142, a linha Battlefield ganha cada vez mais recursos, adicionados pelos lançamentos das atualizações, expansões e novas guerras como em Battlefield Vietnam e Battlefield 2: Modern Combat. Jogos multiplayers de tiro em primeira pessoa existem aos montes, mas o que faz esta franquia especial é a adição de recursos cada vez mais inteligentes, que transformam o campo de batalha num verdadeiro parque de diversões para todos os gostos. Em Battlefield 2142 não é diferente. O estilo é certo de agradar a jogadores que gostam de comandar as batalhas mais estratégicas, pilotar veículos diversos, ter sua equipe para missões curtas ou simplesmente jogar sozinho, defensivamente ou no estilo John ???Rambo???. [t1]Bem vindo a 2142[/t1] O novo título da série se passa no ano 2142, quando uma nova era glacial esgota os recursos naturais do planeta e deixam dois exércitos disputando as áreas restantes. A questão futurista acabou sendo uma boa solução para inclusão de novidades que deixaram o jogo ainda mais interessante. As classes de combatentes foram reduzidas para quatro. O kit Anti-Tanque e Médico já foram, de certa forma, embutidos, mas agora é possível personalizar seu kit. Lembra um pouco os jogos de RPG, que permitem equipar os personagns com diversos itens. E são estes os principais atrativos do jogo: uma camuflagem ativa temporária te deixa como o predador camuflado, mini-robôs de combate podem te acompanhar na batalha, armas-sentinela guardam determinadas posições, granadas EMP afetam equipamentos inimigos, novos pontos de ???respawn??? podem ser apontados quando o jogador é líder do esquadrão e diversas outras armas e equipamentos estão disponíveis num click. Em relação aos veículos, o destaque vai para o Battlewalker, que suporta duas pessoas ao mesmo tempo, o restante são variações que lembram os velhos tanques, helicópteros, jipes e APCs já conhecidos mas que agora são tanques que flutuam, naves de combate, naves de transporte e veículos blindados. Outra boa novidade fica por conta da inclusão de um novo modo de jogo, o Titan. Nesta modalidade, existem 5 bases com silos de mísseis na superfície e duas imensas naves, uma de cada time, que sobrevoam o campo de batalha. O objetivo é dominar as bases para que os mísseis, que são periodicamente lançados, destruam o escudo de defesa do Titan inimigo. Destruído o escudo, os mísseis continuam enfraquecendo o Titan inimigo que já pode ser invadido pelos seus exércitos. Dentro do Titan, quatro pontos devem ser explodidos até que dêem acesso ao último, o reator principal. O lado ruim é que esse modo de jogo foi limitado a 48 jogadores simultâneos, e não os 64 de modos como o Conquest. [t1]Plano de Fidelidade Battlefield![/t1] A equipe de Battlefield 2142 melhorou um grande trunfo que é a questão das promoções e liberação de novos itens e armas. Quanto mais você joga e é promovido, mais armas são liberadas e seu personagem fica mais potente do que o de seus adversários, favorecendo, claro, quem jogar mais a versão online em servidores oficiais. Paralelo a essas liberações, um recurso interessante premia o trabalho de equipe: alguns itens do seu arsenal são comuns a todos os kits, e podem ser liberados durante o round se o seu esquadrão cumprir com sucesso as ordens do líder. Dessa forma, será liberado um ???Field Upgrade??? que torna possível o desbloqueio de um dos itens no round. As medalhas e condecorações também foram diversificadas. Provavelmente constataram que dar uma medalha ao jogador estimula a jogatina, então, na versão 2142, seu personagem ganha Pins, medalhas e/ou condecorações quase que a todo round. [t1]In Game[/t1] Battlefield 2142 mudou bastante a jogabilidade das classes e armas. Além de um aumento na dificuldade de se abater o inimigo, aqueles que procurarem destravar primeiro as armas e equipamentos da classe ???Assault??? provavelmente estranharão o upgrade. A grande vantagem agora é que o jogo permite liberar o Kit de ???Life Pack??? e o Desfribilador que eram da antiga classe ???Medic???. A classe ???Recon???, mutação da antiga ???Sniper??? possui bons rifles em seu upgrade, mas está mais difícil de mirar nessa versão, pois a arma se move constantemente. Como upgrades interessante para a classe temos a camuflagem tipo predador e o C4 da extinta classe ???Specialist???. A classe ???Support??? nos pareceu mais interessante pelo poder de fogo inicial e upgrades como Escudo IPS, Granadas EMP e um robô-sentinela que pode ser colocado em determinada área para ajudar na cobertura. A quarta classe, o Engenheiro, englobou a característica da classe Anti-Tanque. Nessa versão suas armas são mais apropriadas para combater veículos e ainda conta com os kits de reparo, um aparelho de radar, minas terrestres e minas móveis que atacam os inimigos que se aproximam de onde estão instaladas. Independente de sua classe, ainda existe os itens comuns como granadas extras, capacidade de munições ampliadas e injeção para o seu combatente correr mais rápido. Para quem for líder de esquadrão, existem upgrades interessantes como SLSB que é um dispositivo para adicionar um ???Respawm Point??? opicional ao seu esquadrão e robôs guias para ajudá-lo no combate. Os veículos e naves estão mais valorizados nesse novo jogo. Se você souber utilizá-los de uma maneira correta terá uma grande vantagem nos rounds. Isso acontece porque na maioria dos mapas são de confrontos muito próximos o que gera uma caos momentâneo e um excesso de jogadores em um determinado ponto. Isso somado a questão de existirem ???Spawm Points??? fixos que podem ser facilmente cobertos por sua equipe. Em vários mapas é possível criar uma linha de ataque para fazer mais pontos segurando o inimigo em uma última bandeira. [t1]Gráficos, Sons e Engine[/t1] Os gráficos estão melhores assim como seus requisitos de sistema logicamente mais exigentes. A tema futurístico em áreas devastadas gera uma ambientação menos colorida e chega a gerar um pouco de confusão, mas isso tudo é extremamente compensado pelo nível de detalhe dos 10 mapas até agora disponíveis. São diversos pontos de emboscada, com edificações repletas de escadas, barricadas e pontos estratégicos. As bombas EMP e o visor de combate do seu personagem são um show a parte mostrando com detalhes as interferências eletromagnéticas em seu capacete, além dos recursos de visualização do inimigo. A trilha sonora orquestrada está mais variada e muito bem feita, por outro lado, você não vai se pegar mais distraído assobiando o famoso tema da série enquanto o jogo é carregado. Por falar em carregamento, desde o primeiro título de Battlefield, a espera para iniciar uma partida é longa e vários patchs sempre são lançados para amenizar esse problema. O sentimento que pudemos ter no 2142 é que ainda podem melhorar mas, sem dúvida, o loading está mais ágil e agora é possível dar um ALT+TAB para checar outras coisas no computador com o jogo funcionando, manobra arriscada e que exigia paciência nas edições anteriores. Não foi percebida nenhuma mudança radical em relação à física envolvida nesse novo jogo comparado ao Battlefield 2. [t1]O Veredicto:[/t1] Battlefield 2142 poderia ser confundido com um MOD mas apresenta recursos interessantes e criativos que combinam perfeitamente com o tema futurístico. Gráficos e sons ótimos para a tecnologia atual mas ainda apresenta limitações de jogadores simultâneos e nenhuma revolução em sua física. Um jogo Battlefield melhorado. [t2]Prós:[/t2] - Sistema de Graduações e liberação de armas e equipamentos; - Medalha, Medalha, Medalha! - Monte seu Battlefield RPG Player! - Valorização do trabalho de equipe dos esquadrões com o ???Field Upgrade???; [t2]Contras:[/t2] - Ping está mais alto nos servidores e limitação de 48 pessoas no mod Titan. - Já está na hora de ambientes destrutíveis; - Mapas ainda com ???spawn points??? definidos e fáceis de serem emboscados; - Bugs e problemas de desempenho; - Modo Singleplayer? Existe, mas com tantos recursos online e de multiplayer, é um desperdício jogar sozinho com bots.
Fonte: Outer Space
Giordano Trabach
Enviado por Giordano Trabach
Membro desde
23 anos, Espírito Santo
label