.
9

Análise do jogo "Monster Hunter 4 Ultimate" para 3DS escrito por IGN

Escrito por IGN, nota 9 de 10, enviado por inuyasha302,
Depois de passar 118 horas imerso no mundo de seu grande antecessor em 2013, eu não tinha certeza se Monster Hunter 4 Ultimate conseguiria me manter entretido por tanto tempo mais uma vez. No entanto, depois de 20 horas eu já não conseguia mais parar de jogar. Batalhar contra mais chefões, conseguir mais recursos, e construir as melhores armas e equipamentos. O novo foco em tornar Monster Hunter mais acessível a novos jogadores da franquia não tirou nenhum mérito deste título, seja na campanha solo ou no modo cooperativo de quatro pessoas. A melhor definição para Monster Hunter é a de uma grande coletânea de batalhas contra chefões. Cada monstro possui um estilo único de batalha, e não há uma barra de HP e/ou ícones para dizer que um ataque está prestes a acontecer -- o jogador deve observar a movimentação do inimigo para se proteger ou esquivar-se. O Kecha Wacha, uma criatura que parece um lêmure, usa seus longos braços para ir de plataforma em plataforma e aparece de surpresa para atacar caçadores desavisados. Já o gorila Congalala usa a força bruta e habilidades que impedem a recuperação de pontos de vida. Derrotar esses monstros recompensa o jogador com itens que podem ser usados para construir novas armas, que então são usadas para devastar inimigos ainda mais fortes. É um loop divertido que se mantém interessante pelo aumento da dificuldade a cada encontro e pela grande variedade de equipamentos. A única parte do jogo que deixa um pouco a desejar são as missões em que o jogador deve coletar ovos, cogumelos ou outros materiais. Estamos interessados em derrotar chefões, poxa! A maioria dos pontos fortes que mencionei são coisas que os jogos anteriores da série já tinham, mas Monster Hunter 4 Ultimate adiciona mais profundidade a eles e principalmente ao já dinâmico sistema de combate. Os caçadores agora podem facilmente subir em paredes e outras plataformas ao apertar poucos botões. Isso encoraja o jogador a desferir golpes enquanto saltam ou a realizarem algumas acrobacias divertidas no meio do combate com mais facilidade, em especial para atingir aquele inimigo que está um pouco mais distante. Toda a complexidade do sistema é excelente, mas o game faz um trabalho melhor ainda em acolher jogadores que nunca antes tiveram a oportunidade de experimentar a arte de caçar em outros títulos da série. Dito isso, a enorme variedade de armas pode deixar o novato um pouco confuso e como a maior parte das informações é em texto, pode demorar um pouco até você encontrar a sua arma preferida. Cada uma das 14 armas possui habilidades especiais e características únicas. A Insect Glaive, por exemplo, é tão rápida quanto a Long Sword, mas possui um pequeno inseto que pode ser usado para capturar a essência dos inimigos e melhorar temporariamente sua velocidade, ataque ou defesa. A possibilidade de usá-la como uma vara para saltar a distâncias maiores também é muito útil e combina bem com a natureza acrobática dos combates. Outro armamento muito interessante é o Charge Axe, que permite ao jogador carregar um ataque devastador que machuca principalmente inimigos grandes e pequenos, sem ser efetiva nos médios. Os diversos ambientes de Monster Hunter 4 tiveram uma melhora em relação ao seu antecessor. A cidade de Val Habar é significantemente diferente da cinzenta Harth. Cada localidade e suas áreas próximas parecem ser muito mais conectadas, e parte de um mundo mais coerente do que visto em outros jogos da franquia. Fiquei impressionado em perceber como alguns lugares sofriam alterações conforme eu concluía minhas ações na campanha solo. O vilarejo de Harth voltou à vida, ganhou cores e moradores muito mais felizes. A história consegue deixar o jogador muito bem realizado e orgulhoso dos seus feitos. Apenas alguns toques na tela do 3DS separam o jogador do gameplay solo ou multijogador, o que foi uma grande mudança em relação às outras versões. Mas como a progressão dos dois modos é separada, você terá que repetir algumas das mesmas missões chatas. É um incômodo pequeno, principalmente ao refazer algumas das tarefas nas quais o jogo está praticamente ensinando ao jogador como construir armadilhas e explicando a importância de itens como poções, e essas são lições que não precisamos aprender duas vezes. O VEREDICTO Justo quando você pensa que a batalha acabou, Monster Hunter 4 Ultimate dá a você um novo desafio e aumenta o nível da dificuldade para outro combate recompensador e mais itens para criar novas armas. Poucos jogos conseguem me prender por mais de 100 horas, mas esse título consegue adicionar novas criaturas, equipamentos, paisagens e golpes suficientes para entregar uma experiência totalmente nova e revigorante para saciar a sede pela caça.
Fonte: IGN
inuyasha302
Enviado por inuyasha302
Membro desde
label