.
9

Análise do jogo "Top Gear" para SNES escrito por GameVicio

Escrito por GameVicio, nota 9 de 10, enviado por ch4os,
[t1]Introdução[/t1] Estamos em tempos de PS3, X360, Wii, Nvidia e segue ai uma sucessão de parafernalhas tecnológicas que deixaram os jogos imensurávelmente mais tudo: mais realistas, mais divertidos, mais pretenciosos, maiores e etc. Mas que atire o primeiro cartucho de SNES quem nunca perdeu algumas horas de sua vida jogando Top Gear (ou Top Racer na Europa). Lançado em 1991 no Japão para Super Famicon (o SNES dos Japoneses) foi o jogo de corrida mais vendido em todo mundo. Aqui no Brasil aportou um pouco depois fazendo sucesso estrondoso em consoles e fliperamas (alguem já viu aqueles fliperamas que tinham um console dentro?). Logo notou-se o porque de tamanho sucesso: [t1]Características:[/t1] [b]*[/b]A começar pelos 4 carros disponíveis. Com caracteristicas diferentes entre cada um, e as diferenças não se resumiam somente às cores, mas no desenho dos carros, comportamento e características técnicas como consumo de combustível, de pneus, aceleração e velocidade final. [b]*[/b]A quantidade enorme de pistas que se espalhavam em quase 10 países, que também tinham caracteríscas próprias. [b]*[/b]O visual não usava toda capacidade no SNES, algumas falhas no carregamento dos cenários, algumas paísagens pouco trabalhadas, mas ainda sim estava acima da média em relação a boa parte dos jogos de SNES, inclusive alguns mais atuais. Vale destacar o fato dos carros terem o design diferente e isso ser mostrado durante as corridas e não só na tela de seleção. Vale destaque para as ceninhas de entrada nos boxes. ??timas. [b]*[/b]O som era um capítulo a parte. Aproveitando o otimo processador de aúdio dos SNES (um dos trunfos sobre o concorrente de 16 Bits Mega Drive) o som era impecável, com efeitos bem produzidos e sincronizados. Praticamente todas as ações dispunham de sonorização, brakes, derrapagens, nitros, RPM's... [b]*[/b]A jogabilidade era uma das mais sérias limitações do Top Gear, não que fosse ruim, era até agradável, mais depois de 3 corridas já se possuía domínio total das técnicas do jogo, se tornava cansativa ao longo do tempo. Em algumas curvas nem precisava virar o carro. O SNES podia oferecer mais nesse aspecto. [b]*[/b]A dificuldade era mínima no começo do jogo e ao fim do jogo chegava a oferecer alguma emoção. Nada que fizesse alguem dormir pensando em terminar uma pista. Dá pra terminar numa tarde tranquilamente.
Fonte: GameVicio
ch4os
Enviado por ch4os
Membro desde
31 anos, Belo Horizonte - Brasil
label