.
9.7

Análise do jogo "Spore" para PC escrito por GameVicio

Escrito por GameVicio, nota 9.7 de 10, enviado por Matias S F,
[b][i]Spore é mais uma das fantásticas criações de Will Wright, assim como Sim City e The Sims![/i][/b] [title]O Jogo[/title] O jogo é simples pra quem já tem certa prática em manusear jogos pra computador. No primeiro estágio (Estágio de Célula) única coisa que é feita é clicar em plantas ou em outras espécies celulares para poder evoluir sua criação, dependendo da escolha por carnívoro ou herbívoro e estar sempre escapando de espécies mais fortes. No Segundo estágio (Estágio de Criatura) onde a necessidade é alimentar-se de carne ou de frutos para fazer amigos ou inimigos assim podendo evoluir sua criação e expandir seu celebro, passado para o Estagio Tribal onde agora com apenas algum cliques no mouse o jogador pode criar e dominar espécies diferentes e montar uma tribo usando alguns recursos do teclado como setas direcionais. Ao fim do Estágio Tribal vem o Estágio de Civilização onde jogar não é mais com uma criatura ou com um bando e sim com frotas marítimas, áreas ou terrestres para derrotar outras civilizações de espécies diversas para poder dominar o planeta. Após ter dominado o planeta passando assim para o Estágio Espacial onde você ganha uma nave para comandar uma frota e domina o universo podendo realizar missões para colônias e aliados, e guerrear com seres desconhecidos além de explorar o universo. Todavia, a jogabilidade do jogo é bem elaborada pra cada estagio de evolução. O jogo realmente foi criado visando seu último estágio (Estágio Espacial) onde há mais opção e é maior. O jogador tem uma infinidade de possibilidades de criar suas criaturas, cada parte adicionada poderia deixá-lo mais forte ou mais fraco, dando como exemplo as patas, com patas específicas a criatura poderia ser mais veloz. E uma infinidade de outras partes com o pacote de partes Medonho e Fofinho???. [title]Jogabilidade[/title] O jogo tem em cada estágio uma jogabilidade diferente: no 1º estágio são apenas cliques com o mouse pelo cenário, depois a jogabilidade fica um pouco mais complexa, no estágio de Criatura e no Tribal são controlados em 3º pessoa as criaturas e seus bandos, no 4º estágio (Estágio de Civilização), são controles parecidos com os do Age of Mythology, onde se seleciona as unidades que se quer controlar e ordenar que façam suas funções; já no último estágio onde é mais visado às funções se encontram em mini-menus ao redor da tela controlados pelo mouse no qual se controla sua nave principal e uma pequena frota. ??nica coisa que poderia ter sido mais bem produzida é a rotação da câmera, pois cada vez que se vai guerrear a câmera não acompanha as batalhas ficando difícil para o jogador poder acertar o alvo. [title]Áudio[/title] O áudio do jogo é coisa que não vem acontecendo muito, pois a qualidade é ótima e os efeitos sonoros são produzidos particularmente em função do jogo, onde exprime criatividades únicas. Em cada estágio da criação de Will os sons vão evoluindo conforme as civilizações e suas criaturas, respectivamente. De criatura pra criatura varia a altura e tom de voz, as criaturas falam em um idioma próprio. E por último também á o hino, podendo ser muito bem aproveitado e editado. O jogo permite a configuração de sons podendo ativar e desativar a música e o som ambiente escolhendo até o volume. [title]Gráficos[/title] No menu principal em Opções/Configurações/Configurações Gráficas pode se escolher os gráficos por Baixo, Médio e Alto respectivamente cada uma das funções: Sombras/Detalhe de Textura/Efeitos Gráficos/Qualidade do modelo do jogador/Qualidade da Iluminação/Qualidade da planta/Profundidade de campo e também tem a opção de escolher o Cachê Gráfico o tamanho e modo da tela. A uma variação parcial do gráfico mais Alto para o mais Baixo, apenas uma pequena mudança de opção, pode lerdar todo o jogo. Mas a qualidade gráfica do Baixo para o Alto não dá muita diferença de satisfação, pois de Baixo para Média nota-se que muda apenas gramínea e detalhes em construções e para o Alto só a textura que dá um salto compensativo. O gráfico do jogo em resultado final é bom, mas para quem tem máquinas turbinadas não extrai os recursos necessários e para quem tem máquina razoavelmente boa o jogo rodaria. [title]Multiplayer[/title] O Multiplayer da plataforma baseia se em compartilhar suas criações, mas só para usuários com copias originais do software. Com o registro do game pode compartilhar suas criações na internet com um sistema chamado Sporepédia. Onde se encontra todas as criações compartilhadas e as criações da Maxis???. O jogador escolhe se quer compartilhar ou não uma criação que também pode ser observadas na web site do jogo. O Sporepédia também tem o recurso de adicionar amigos onde o jogador pode querer compartilhar apenas as criações com amigos adicionados. Conforme se joga as criações compartilhadas podem aparecer nos estágios, ou seja, você faz uma criação na sua casa e seu amigo na dele e você joga com as criações dele e ele com as suas (requer conexão com internet). [title]Conclusão[/title] O jogo é bom tanto para usuários com máquinas fracas ou boas. Os gráficos são da atualidade nada muito profética; a jogabilidade é boa visando o Estágio Espacial. Áudio muito bem elaborado passando emoções conforme o contexto, e o Multiplayer é algo novo assim podendo compartilhar suas criações pela rede mundial de computadores. [title]Notas[/title] [b]O jogo:[/b] 9,5 [b]Jogabilidade:[/b] 9,3 [b]Áudio:[/b] 9,6 [b]Gráfico:[/b] 9,3 [b]Multiplayer:[/b] 9,8
Fonte: GameVicio
Matias S F
Enviado por Matias S F
Membro desde
Cambé, Parana, Brasil
label