.
6

Análise do jogo "Harry Potter and the Order of the Phoenix" para PS2 escrito por GameVicio

Escrito por GameVicio, nota 6 de 10, enviado por Lucas_C.,
[b][i]Sete livros lançados, cinco filmes, cinco jogos. Ordem decrescente de qualidade.[/i][/b] [title]Introdução[/title] Os games baseados em filmes parecem ter uma maldição: São sempre péssimos, completamente vazios e monótonos. As produtoras costumam alterar demais a história original, chegando ao ponto de inventar personagens que não existem. Nem mesmo a aclamada série Harry Potter, escapou dessa. Harry Potter and the Order of Phoenix é o quinto título da série, que diferente dos antecessores, realmente vale a pena jogar. Claro, não vai ser um dos melhores games que você já jogou, mas é uma ótima experiência. [title]Gráficos[/title] Os gráficos estão bonitos, tem belas texturas, lugares enormes, paisagens incríveis e bem detalhadas. Mas, o jogo pecou terrivelmente na física e na movimentação dos personagens (principalmente nas cutscenes). Eles tem olhares completamente fora de foco - não parecem olhar para um único ponto -, e tem faces extremamente robóticas. Além disso, a movimentação das bocas não parece estar em sintonia com as falas. Os game é pesado, e abusa do hardware do PS2. Isso é muito fácil de notar, pois constantemente acontecem quedas de quadros extremamente altas, dificultando a jogatina. [title]Jogabilidade[/title] O game tem uma boa jogabilidade, bem inovadora. A forma de utilizar feitiços foi otimizada para o PS e para lançá-los basta fazer uma combinação com o analógico direito. Infelizmente, vários devem se confundir na hora de utilizar os feitiços, pois é difícil decorar as combinações, e o efeito de cada uma. Como o analógico direito é utilizado para os feitiços, é impossível mover a câmera do game, o que facilita o aparecimento de diversos glitches. A escola de magia Hogwarts apresentada neste game é bem diferente do que foi visto nos anteriores. Cada corredor, porta, sala, pátio, torre, quarto... Enfim, praticamente tudo, foi trazido para o game. Cada mínimo detalhe foi estudado cuidadosamente, para que a escola fosse retratada exatamente como a autora J.K. Rowling conta em seus livros. ?? possível explorar tudo, praticamente tudo na escola. Mesmo com tudo isso, o game foi muito mal aproveitado. Todo o tempo que passará em Hogwarts, será fazendo um vai-e-vem procurando os alunos, avisando-os sobre reuniões e cumprindo tarefas completamente chatas, monótonas e enjoativas. Um dos pontos mais fracos do game é sua IA, que chega a ser ridícula. Seus dois parceiros ??? Rony e Hermione -, o acompanham por toda a Hogwarts, mantendo-se em sua frente, ou atrás. Várias vezes, eles o prendem em várias passagens, como portas, corredores, etc., o pior, é que, torna-se bem difícil tirá-los da frente e continuar andando. As batalhas serão raras neste game, a menos que você provoque uma. Isso mesmo, é possível brigar com os alunos a qualquer momento em Hogwarts, simplesmente atacando um aluno. Alguns deles saem correndo, enquanto outros procuram lutar contra você. As batalhas são extremamente fáceis e nem um pouco desafiadoras, pois, como já foi dito, o game tem uma IA muito fraca. [title]História[/title] Esta parte costuma decepcionar muito em games baseados em filmes. A história está o mais próxima possível do filme/livro, e não houveram tantas adaptações. Mas, muitas partes foram cortadas, deixando a história "despedaçada", tornando-se impossível compreender os fatos se o jogador não tiver lido o livro, ou talvez visto o filme. Harry chega ao seu quinto ano em Hogwarts, e percebe que a situação está mutio pior que antes. Agora, está sendo perseguido pelo Lorde Voldemort. E, para piorar a situação, a nova professora de Defesa Contra as Artes das Trevas (Dolores Umbridge) toma controle de toda a escola e proibe os alunos de usarem magia. Então Harry, que é mais experiente que a maioria dos alunos, resolve montar um grupo chamado Armada de Dumbledore, e organiza reuniões para ensinar magias de defesa aos alunos. Com essa incrível história e todo um mundo mágico para explorar, o game deve ser incrível, não? Errado. O jogo todo baseia-se em subir e descer escadas que se movem, procurando alunos, e convidando-os para participar das reuniões. [title]Áudio[/title] O áudio do game realmente supera expectativas. Ele foi dublado para diversas línguas, incluindo português (de Portugal), e foi tudo muito bem traduzido e bem feito, apesar de que em alguns casos, não foram utilizadas as vozes dos dubladores ???originais???. Os efeitos sonoros são ótimos, e não ficam devendo. As magias foram perfeitamente retratadas, e os sons ajudaram muito nisso. A trilha sonora está incrível. Sempre há uma boa música de fundo, combinando com a situação. ----------------- [b]Pontos Fortes:[/b] - A possibilidade de explorar toda a Hogwarts, que foi trazida para o game em seus mínimos detalhes; - Bom gameplay; - Cenários bem detalhados e bonitos; - ??tima trilha sonora; - Disponibilidade em vários idiomas. [b]Pontos Fracos:[/b] - Game sofre queda de quadros constantes; - Péssima IA; - Movimentação dos personagens e física do game não convencem; - Várias partes da história original foram cortadas; - Todo o jogo é muito enjoativo, monótono e entediante. ----------------- [title]Notas[/title] [b]Gráficos:[/b] 6,0 [b]Jogabilidade:[/b] 5,9 [b]História:[/b] 5,6 [b]Áudio:[/b] 6,6 [title]Conclusão[/title] Sim, esse é um game que realmente vale a pena ser jogado, isso se você for mesmo um grande fã da série. O jogo todo baseia-se num "ir-e-vir" frenético, e, pode ter certeza, que isso é tudo que você poderá fazer neste game.
Fonte: GameVicio
Lucas_C.
Enviado por Lucas_C.
Membro desde
21 anos, Paulo Afonso - BA
label