.
7.4

Análise do jogo "Frontlines: Fuel Of War" para PC escrito por GameVicio

Escrito por GameVicio, nota 7.4 de 10, enviado por BS Soldier,
[title]Novidades[/title] Quebrando tudo! Comande de perto a destruição total do cenário nesse novo game da THQ cheio de ação! [title]A Guerra pelo Petróleo[/title] O enredo narra um conflito fictício existente entre os Estados Unidos e Reino Unido contra a China e a Rússia no ano de 2024. A trama toda por trás do jogo é que o mundo entrou em crise com a escassez de combustíveis fósseis, assim duas potências se formam para combater uma a outra e tomar todo o petróleo. São elas: a Red Star Alliance, formada pela China e a Rússia, e a Western Coalition, que inclui os EUA e a União Européia. [title]Avante, Soldado! [/title] A jogabilidade do jogo é um ponto forte, há uma grande variação de movimentos e opções de jogo que deixam o combate mais divertido e dinâmico, e sendo um jogo em que o importante é saber trabalhar em equipe e comandar várias tropas ao mesmo tempo, pode-se criar várias estratégias de jogo e pontos de ataque nos enormes mapas oferecidos pelo modo Single Player. A aventura é intrigante e no fundo de cada missão, você vai descobrindo novos objetivos como destruir computadores e armas, e tomar o comando de postos avançados sempre na tentativa de expandir o território ocupado pelo seu lado no conflito, o que te deixa mais vibrado e te proporciona uma maior diversão. [title]Visual Fraco[/title] Nada ridículo, mas também nada de encher os olhos. A jogabilidade compensa a narrativa e o visual fraco do jogo. Não são gráficos ruins, há vários detalhes no cenário, nos personagens, porém nada que faça todos pararem ao seu redor para ver a jogatina. São gráficos modestos, que não exigem uma máquina parruda, e que satisfazem pela simplicidade e leveza. [title]Áudio[/title] Não há do que reclamar do áudio, como os gráficos, são modestos, com uma trilha rock n???roll que cria um grande impacto, que combina com o cenário e história, porém pode melhorar muito. [title]Inimigos..."Burros"[/title] A IA deixa a desejar muito. Além de um limitado movimento por parte dos soldados inimigos, a percepção deles varia de alta para baixa. Por exemplo, você está no meio do combate, e um aliado passa na frente de um tanque inimigo e congela. Então acha seguro, passa, e o tanque lhe acerta. Ou então, está sendo furtivo entre as pedras e morros, de repente coloca o dedo para fora, os inimigos começam a lançar tiros. [title]Modo Online Quebrado[/title] Deixando de lado um modo Single Player com uma história fraca, porém com uma mecânica boa e uma infinidade de movimentos e opções, vamos falar do modo Multiplayer, que também não agrada muito. As salas próprias da THQ com capacidade de 50 jogadores (no Xbox Live) e 64 jogadores (no PC) não dão conta de tudo, há quedas de conexões inesperadas, demora e dificuldade para entrar nas partidas, tempo de resposta grande (imperdoável em jogo de FPS). "Frontlines" deixa a desejar novamente. [title]Considerações Finais[/title] ??, parece que "Frontlines: Fuel of War" não agradou, entretanto também temos de admitir que não decepcionou. A grande variedade de movimentos e opções compensa a IA ruim, gráficos e áudio fracos, modo Campanha curto e modo Multiplayer cheio de erros. Quem sabe em um próximo título... [title]Notas[/title] [b]Enredo:[/b] 8,0 [b]Jogabilidade:[/b] 9,0 [b]I.A:[/b] 6,0 [b]Multiplayer:[/b] 6,0 [b]Áudio:[/b] 8,0 [b]Gráficos:[/b] 8,0
Fonte: GameVicio
BS Soldier
Enviado por BS Soldier
Membro desde
22 anos, Rio Grande do Sul
label