.
5.5

Análise do jogo "Darkest of Days" para PC escrito por GameVicio

Escrito por GameVicio, nota 5.5 de 10, enviado por Godoleo,
[t1]A espera que não valeu a pena.[/t1] [t1]Prólogo[/t1] Quem já viu um game na primeira guerra mundial? Poucos, dá pra se contar nos dedos, alguns ainda tiveram um pouco de atenção como ''World War I: Battlefields (Entente)'', Time Commando ou até Necrovision que dá uma passada rápida pelas trincheiras de 1914 mas logo se perde no terror, fora os clássicos games completamente táticos onde a visão é apenas no mapa, mas a 8Monkey Labs resolveu trazer essa guerra quase esquecida, e ainda dando de brinde combates na guerra civil americana, porém talvez ela tenha se atrapalhado um pouco e alguns detalhamentos passaram batidos, talvez o game devesse demorar um pouco mais para sair. [t1]História[/t1] Você começa o jogo como um simples combatente americano nos tempos de índios VS vaqueiros. O game já começa no tiroteio sem você entender nada, simplesmente atirando nos índios que parecem brotar da terra, e quando se dá conta todos morreram (seus amigos) e só sobrou você deitado e ferido, nesse momento um portal se abre e um homem vestido como um astronauta te pega, e você é rapidamente transportado para uma espécie de laboratório onde lhe é explicado tudo e sua história no game começa. Tudo bem resumido. [t1]Jogabilidade[/t1] Darkest of Days tem um sistema de tropas de fazer inveja a qualquer Call of Duty da vida. ?? lindo ver mais de 60 soldados lutando em um campo de batalha, sempre chegando mais, regado a muita explosão e gritos de soldados, enquanto alguns agonizam no chão, a jogabilidade do jogador é simples, o velho estilo atire, mire, agache e corra, nada mais. Os corpos dos bonecos são lançados com qualquer explosão e sofrem impactos das balas, deixando uma marca de onde foram atingidos pelo tiro. O game permite que o jogador escolha as fases que deseja jogar dentro do laboratório e também os ''pontos de atributos'' que quem joga RPG está acostumado. ?? possível melhorar rapidez do tiro, e a velocidade de recarregamento de arma (bem parecido com MOH: Airborne). No mais algumas interações mínimas com o cenário, tal como milharais se mexendo com tiros (APENAS se mexem), o sistema de dano é aquele muito visto atualmente, leva-se muitos tiros, quando a tela ficar vermelha o jogador deve se esconder afim de não morrer para que os machucados se curem automaticamente. O game se passa entre a primeira guerra, a guerra civil americana, uma rápida passada pela segunda guerra com as fases finais se passando na Grécia, um ponto interessante é que é possível no game se jogar nos dois lados na guerra civil e na primeira guerra (tudo muito linear, claro). [t1]Áudio[/t1] Alguns cenários possuem músicas de batalha quando se encontra com um inimigo, mas algumas vezes você ficará no silêncio, as vozes são convincentes, o áudio das batalhas lembra em muito Call of Duty, ouvindo-se gritos de coragem e de dor, algumas ordens e só. O som das armas relembra bem as da época e o som dos canhões e construções sendo ''destruídas'' também estão de acordo. [t1]Mas nem tudo parece 1000 maravilhas,[/t1] Darkest of Days foi mal pensado, a fórmula é ótima, mas o game é muito genérico. Ele tropeça em quase todos os quesitos, mais parec 1 FPS de 2006 (data que foi levantado rumores de sua criação), a começar pelo enredo. ?? até bom, mas não faz sentido, o personagem é um simples pistoleiro da época de 1800 e quebrados, mas nunca questiona nada, não tem vida própria, como uma pessoa totalmente ''ignorante'' dos tempos antigos, simplesmente aceita tudo que é levantado sendo que nessa época o religioso ainda predominava (tanto que em uma parte um soldado aliado se depara com inimigos do game vindos do futuro intervir na história e diz ''Quem são esses demônios?). Não faz sentido, outro porém é que se o jogador começa a questionar o enredo pode se deparar com paradoxos como: ''Se a empresa pode manipular o tempo, porque simplesmente não chegam no momento crítico da coisa e intervem?'' ou também, ''Porque a empresa rival não volta no tempo para impedir que eu intervisse nesse mesmo tempo que ela quer intervir?''. Outro aspecto que faz o game trançar as pernas é a jogabilidade. O jogador fica o jogo inteiro matando e explodindo, não existem missões ''stealth'', algumas tentativas sim, mas que terminam em tiros. ?? também ridículo ser obrigado a andar o jogo inteiro sendo que os inimigos usam cavalos e tanques de guerra, porque raios não se pode fazer o mesmo? Preguiça de programar montarias? As armas também são em baixa quantidade, não há muitos modelos, apenas os rifles básicos da primeira guerra, e uma sniper e uma metralhadora na segunda guerra, e 3 tipos de armas da guerra civil americana. A história é muito corrida, o jogo vomita um monte de informações que o jogador tem que ficar lendo toda hora, somado as legendas com a cores claras que se misturam muitas vezes ao cenário e se impossibilita de ler qualquer coisa. Na questão gráfica é aí que o game cai de uma vez, os gráficos são muito simplistas, a engine é muito pesada, chega a ser absurdo o peso dos gráficos em algumas placas, a physis não se comporta bem, é muito instável, o game é vulnerável aos famosos ''Crashs' devido a má administração da physis. O game tem um linearismo extremo, o máximo que você fará é escolher alguns pontos que devem ser abatidos primeiros, o cenário é duro como pedra, não há intereção alguma, o jogador provavelmente vai ficar cansado de atirar o game inteiro, pois não há multiplayer ou qualquer extra. [t1]Notas[/t1] Jogabilidade: 5 (poucas armas, extremamente linear, apenas single player) Áudio: 7 (Tudo em ordem, efeitos convincentes, apenas algumas falhas de sincronização quando os personagens falam) Gráficos: 6 (Alguns pontos bonitos, mas muito pesado, também sujeito a crashs) Enredo: 5 (Fraco, mal explicado, as vezes se torna muito confuso) Diversão: 8 (?? divertido apenas se jogado sem compromisso, como um simples FPS de guerra) [t1]Conclusão[/t1] ?? uma pena que Darkest of Days não tenha saído como muitos esperavam, talvez se fosse mais bem elaborado teria feito algum sucesso significativo.
Fonte: GameVicio
Godoleo
Enviado por Godoleo
Membro desde
27 anos
label