.
8.5

Análise do jogo "New Super Mario Bros. 2" para 3DS escrito por GameTV

Escrito por GameTV, nota 8.5 de 10, enviado por Anônimo,
[img]hide:aHR0cDovL3d3dy5wbGF5dHYuY29tLmJyL3BsYXl0dm1uZ3IvY2tlZGl0b3IvY2tmaW5kZXIvdXNlcmZpbGVzL2ltYWdlcy9tYXJpb05TTUIyMS5qcGc=[/img] Mario é legal, Mario é cool, Mario é dez, mas nada me tira da cabeça de que Mario também poderia ser um game para download no celular. E, antes de me xingar, é bem provável que isso aconteça no futuro. E não digo isso porque o game é ruim, mas porque o mercado de jogos para mobile é infinitamente maior do que nós pensamos, e anda comendo pelas beiradas o mercado de consoles. Enfim, antes de mais nada, vale dizer que os games do encanador ainda possuem o mesmo charme que sempre tiveram. Todos os jogos de Super Mario Bros. desde 1985 são considerados jogos de plataforma por excelência. E nisso, meus amigos, a Nintendo continua chutando bundas. Todos os games já lançados, obviamente, respeitando a capacidade gráfica de cada console, são bonitos, inteligentes e com jogabilidade impecável. E com New Super Mario Bros. 2 é exatamente assim, mas de um jeito diferente. Tá, você deve estar pensando: "Peraí cara, assim você me confunde", mas calma que eu explico. A Nintendo com sua infinita sabedoria relacionada ao mercado de jogos eletrônicos sempre teve em mente de que um game com uma péssima jogabilidade não sobrevive, mesmo que tenha uma boa história, mas um game com uma excelente jogabilidade, mesmo que tenha uma história simples, consegue se dar bem. E todos os games da série Super Mario Bros. dividem este mesmo conceito: são simples e divertidos. Você encarna lá o encanador de macacão vermelho ou seu irmão de macacão verde e sai por aí enfrentando o exército de Bowser, um imenso lagartão cuspidor de fogo, para resgatar a princesa do Reino dos Cogumelos, a adorável Peach. Pronto, é isso. Para ter a garota em seus braços você tem que pular precipícios, enfrentar tartarugas, balas de canhão, bombas e um dragão escroto. [img]hide:aHR0cDovL3d3dy5wbGF5dHYuY29tLmJyL3BsYXl0dm1uZ3IvY2tlZGl0b3IvY2tmaW5kZXIvdXNlcmZpbGVzL2ltYWdlcy9tYXJpb05TTUIyMi5qcGc=[/img] Tá, mas e o que mudou no novo game? Em cada game do Mario, a jogabilidade é a mesma, mas o local das plataformas, castelos, moedas e inimigos sempre muda. Desta forma, se você reparar bem, são sempre levadas em consideração as mecânicas relacionadas aos consoles em que os game foram concebidos. No primeiro New Super Mario Bros. para o Nintendo DS em 2010, o barato era usar a caneta Stylus e tocar nos objetos usando a tela inferior. Para justificar o título "New" (novo em inglês), a primeira versão portátil trazia minigames interessantes, um modo multiplayer e uma série de novos itens como cogumelos grandões que transformavam Mario em um gigante e cogumelos pequeninos que o faziam praticamente uma formiga. Este foi o primeiro game que imitava o gameplay 2D dos clássicos nas plataformas desta geração. Depois tivemos, em 2010, a chegada de New Super Mario Bros. Wii, onde a grande sacada era jogar o game inteiro de modo cooperativo com até quatro jogadores. Balançavamos os controles e pulávamos uns nas cabeças dos outros. Entre as novidades, os encanadores ganharam um chapéu de helicóptero que voava em rodopios e uma roupa de Pinguim que escorregava pelo gelo. E, apesar de continuar no mesmo gênero plataforma, Mario manteve sua indiscutível popularidade. [img]hide:aHR0cDovL3d3dy5wbGF5dHYuY29tLmJyL3BsYXl0dm1uZ3IvY2tlZGl0b3IvY2tmaW5kZXIvdXNlcmZpbGVzL2ltYWdlcy9tYXJpb05TTUIyMy5qcGc=[/img] A guerra das moedas douradas Depois desta viagem no tempo chegamos a New Super Mario Bros. 2 para o Nintendo 3DS. A primeira coisa que se nota ao colocar este game no portátil é que, diferentemente da versão do DS, nós deixamos de lado todas as grandiosas funções da caneta Stylus para dar lugar aos efeitos tridimensionais. O game é bonito, estiloso, desafiador e simpático, tudo ao mesmo tempo, como não poderia deixar de ser. De certa maneira os efeitos de profundidade deste game são menos invasivos e não incomodam tanto. Posso dizer que eu joguei mais de 4 horas com botão de 3D ligado até o topo e isso não me deixou zonzo, creio que os desenvolvedores tenham estudado melhor o efeito. New Super Mario Bros. 2 tem tudo o que os outros games da série tinham, mas com um foco diferente: pegar moedas! A sua missão, além de salvar Peach (é claro!), é capturar um milhão de moedas douradas. Um contador no canto inferior da tela de toque mostra o número total de moedas durante o jogo, mas não é só isso itens e plataformas foram adaptados para que sempre se recolha o maior número delas possível. Pegando uma flor dourada, Mario passa a atirar bolas douradas que transformam os inimigos em moedas, já se encontrar um cogumelo dourado ganha 50 moedas instantaneamente. Além disso há anéis gigantes que transformam os inimigos em bichos dourados que viram e cospem moedas. Fora o bloco que se encaixa na cabeça do encanador cuspindo as cobiçadas moedas para tudo quanto é lado. Claro que os itens clássicos também estão lá para ajuda-lo a explorar as fases, abrir novos itens e segredos. Um destes itens, o Tanooki Mario é especial para os fãs mais ardorosos, com ele é possível voar e usar seu rabinho para atingir inimigos. Mesmo depois de terminar o game uma vez, o contador não volta a zero, ele conta as moedas de todas as suas jogadas até atingir o esperado milhão. E mesmo depois de abrir os oito mundos do game, existem alguns bem escondidos e que vão dar trabalho, mas são é a única maneira de transforma-lo em milionário. New Super Mario Bros. 2 tem dois modos de jogo interessantes e que aumentam a diversão: um modo cooperativo para jogar com um amigo (que precisa ter o cartucho também) e o Coin Rush onde você disputa quem pega mais moedas. Para quem curte games clássicos, New Super Mario Bros. 2 é um prato cheio, e o fato do gênero estar aí até hoje é uma prova disso.
Fonte: GameTV
label