.
9

Análise do jogo "Bionic Commando" para PC escrito por GameHall

Escrito por GameHall, nota 9 de 10, enviado por Giordano Trabach,
Recomeçar uma história depois de vinte anos é difícil. Depois de duas décadas, a Capcom reanimou aquele herói que foi esquecido por todos os gamers. Bionic Commando volta à tona e relembra o antigo clássico onde o protagonista defendia o seu território com uma pistola e uma arma biônica. Por falar em arma biônica, a habilidade de Nathan ???Red??? Spencer de estender o seu braço é um dos pontos de maior destaque no game. O consagrado herói utiliza e muito o seu ???brinquedinho??? para dar os mais variados saltos. [img]hide:aHR0cDovL2dhbWVoYWxsLnVvbC5jb20uYnIvZ2FtZXNnZXJhbC9pbWFnZXMvc3Rvcmllcy8xNTE2NjQuanBn[/img] Cinco anos após a primeira saga, Nathan foi traído e condenado à morte. No dia da execução do herói, terroristas explodem uma bomba na cidade de Ascension City, moradia do protagonista. O tremor de terra deixa a cidade em ruínas e dizima completamente a população local. A única esperança dos Estados Federais da América é confiar em um herói que possa salvar a todos, acabando com os terroristas que tomam conta da cidade. O jogo é uma adaptação fiel do primeiro jogo da série, para o NES. Você pode se movimentar livremente pela cidade de Ascension City e derrotar os mais diversos inimigos, fazendo com que você utilize o seu poderoso arsenal. Spencer pode utilizar o seu braço mecânico para atacar e lançar os seus adversários para longe, dando uma maior emoção a jogabilidade do título. No começo do jogo você é apresentado a um tutorial, que irá lhe ensinar a utilizar as suas habilidades. O tutorial irá ajudá-lo a realizar os ataques básicos perfeitamente, além de ensiná-lo a utilizar os ataques avançados que você pode ganhar no decorrer do game. O título também possui um sistema de troféus e desafios, como ???matar quatro inimigos com uma granada??? ou ???fazer 50 headshots???. Quando concluídos, você ganha maiores habilidades, novas armas, aumento de sua defesa e coisas do tipo. [img]hide:aHR0cDovL2dhbWVoYWxsLnVvbC5jb20uYnIvZ2FtZXNnZXJhbC9pbWFnZXMvc3Rvcmllcy9iaW9uaWMlMjBjb21tYW5kbyUyMDEuanBn[/img] Os gráficos do game merecem um grande destaque. Os detalhes do jogo são fantásticos, as texturas utilizadas pela GRIN (desenvolvedora do game) foram muito bem escolhidas. Os efeitos de água, radiação e coisas do tipo são perfeitos. A movimentação do personagem é algo muito natural. Você chega a viver totalmente aquele momento. Até os cabelos de Nathan os acompanha durante os seus movimentos. [t2]Movimentação livre[/t2] A estrutura existente em Bionic Commando é totalmente linear. Os waypoints aparecem em seu mapa para mantê-lo focado no próximo objetivo. Você pula livremente pelas ruínas da cidade de Ascension, realiza incríveis saltos dentro de cavernas espetaculares e, como dito anteriormente, têm a liberdade de ir para os mais variados lugares. Algumas vezes terá de parar para deter os seus inimigos, mas geralmente será rápido graças ao seu incrível poder. Por falar em poder, o arsenal de armas que Nathan utiliza (e adquire durante o game) é muito vasto. Você pode utilizar espingardas, sniper rifles, lançadores de granadas e até metralhadoras totalmente automáticas. As armas secundárias (adquiridas durante o progresso no jogo), são muito poderosas mas, muitas vezes, são limitadas e possuem pouca munição. Deixemos as armas de lado. Utilizar o seu braço biônico durante o combate é certamente muito mais divertido. Você têm a possibilidade de agarrar objetos espalhados pelo cenário e atirá-los em seus adversários, ligar e desligar máquinas, ou então ???chicotear??? os inimigos, pegar instantaneamente alguma arma disponível e terminar aquele ???combo???, deixando-o estirado no chão. Esses métodos são extremamente engraçados, mas muitas vezes pouco utilizados. Se quer mesmo exterminar alguém, o negócio é pegar uma arma e partir para o combate. Além de batalhar com diversos humanos, muitas vezes você irá encontrar criaturas mecânicas que irão lhe dar um pouco de trabalho. Alguns desses lutam pela terra, outros voam, enquanto atiram mísseis e mostram outras habilidades. Essas batalhas podem demorar um pouco, embora não sejam tão demoradas quanto as lutas com os poderosos chefões. A técnica infalível contra esses robôs é utilizar o seu braço mecânico para lançar objetos que você encontrar, visto que a utilização de armas pode ser um prejuízo, pois você gastará muita munição para detê-los. [img]hide:aHR0cDovL2dhbWVoYWxsLnVvbC5jb20uYnIvZ2FtZXNnZXJhbC9pbWFnZXMvc3Rvcmllcy9iaW9uaWMlMjBjb21tYW5kbyUyMDQuanBn[/img] O multiplayer apresentado em Bionic Commando é completamente desenvolvido. Os mapas apresentam mecanismos com cabos, o que possibilita que você utilize o seu braço mecânico para batalhar com os seus amigos ou com pessoas presentes no outro lado do mundo. Os jogadores terão de mostrar todas as suas capacidades para revelar o verdadeiro poder dos ???Bionic Commando???. O jogo apresenta um sistema de grupos, e a possibilidade de você analisar minuciosamente as estatísticas dos seus adversários. [t2]Considerações[/t2] Bionic Commando apresenta um ótimo enredo, e proporciona ao jogador belos momentos de diversão. Apesar do resultado ter se tornado inferior às expectativas, o título relembra bem o primeiro game da série. Com belos gráficos, uma excelente qualidade de áudio e uma jogabilidade fantástica, Bionic Commando agradou e irá agradar milhares de jogadores espalhados pelo mundo. O jogo se tornou inferior a outros títulos da Capcom, como Street Fighter IV e Resident Evil 5, mas segue fielmente a saga dos Bionic Commandos. [t2]Jogabilidade:[/t2] 8.0/10 [t2]Gráficos:[/t2] 10.0/10 [t2]Som:[/t2] 9.0/10 [t2]Diversão:[/t2] 10.0/10
Fonte: GameHall
Giordano Trabach
Enviado por Giordano Trabach
Membro desde
23 anos, Espírito Santo
label