.
8.4

Análise do jogo "Pure" para PS3 escrito por Tecmundo Games

Escrito por Tecmundo Games, nota 8.4 de 100, enviado por Giordano Trabach,
Faça seus adversários comerem poeira e ainda os humilhe com acrobacias incríveis! Raramente encontramos um jogador de videogames que não é fã de esportes radicais. A brutalidade da descida de uma montanha nevada sobre uma prancha de snowboarding ou ainda das manobras radicais realizadas sobre um skate ou uma prancha de surf são extasiantes, e todo jogador que se preze admira tais possibilidades. Voando a mil por hora sem cinto de segurança! Por isso, Corridas de motocross, e outros tipos de rally fazem tanto sucesso entre os gamers. Prova desse sucesso é Motorstorm, título que acompanhou o lançamento do PlayStation 3 e marcou positivamente o início da nova geração de consoles. Pure não foge muito da tônica empregada pelo título lançado em 2006 pela Sony, mas ao invés de oferecer os diversos veículos que Motorstorm conta, o jogo lançado pela Disney traz apenas quadriciclos em eventos, por sua vez, bastante emocionantes. Nele, é possível realizar inúmeras manobras diferentes, oferecendo muita adrenalina aos fãs de radicalismo. Além de manobras reais como Superman, e No Footer, o jogo também traz certos movimentos impossíveis de serem realizados, intitulados manobras especiais. [t1]Giros mortais e guitarristas voadores![/t1] Entrando para o aspecto da jogabilidade de Pure, somos levados quase que diretamente às acrobacias aéreas que o jogo oferece, e a forma como o jogador avança no jogo conforme acerta as manobras é o primeiro ponto positivo deste aspecto. Conforme o jogador executa corretamente as manobras radicais disponíveis inicialmente (direcionando o analógico para diferentes lugares e pressionando o botão X ou A, dependendo do console), este ganha ???juice???, vendo uma barra de energia crescente no canto inferior esquerdo da tela. [t1]Yo![/t1] A barra desta energia é dividida em três partes, e quando você a preenche até a primeira divisão, libera as manobras de nível intermediário (que são realizadas com o botão círculo ou B, aliado ao analógico). Tais manobras devem ser realizadas somente em rampas de nível médio ou alto, já que exigem mais tempo fora do veículo, mas garantem mais bônus para a barra de ???juice???. Ao chegar ao terceiro setor da barra, são liberadas as manobras do botão triângulo ou Y. Quando se atinge este estágio, são liberados os combos de nível avançado. Estes não são mais difíceis de realizar que quaisquer outros, porém exigem que o quadriciclo ganhe muito mais altura. Se o jogador continua correndo sem gastar ???juice??? (você entenderá mais tarde), acumula ainda mais pontos e libera uma manobra especial, que é executada com os botões L1 e R1, ou LB e RB. Estas são as manobras que mais chamam atenção no jogo, e necessitam de muita altura para serem realizadas. Entre as manobras disponíveis neste nível especial está uma um tanto hilária, chamada Air Guitar. Nela, o corredor fica de pé no quadriciclo em pleno ar e executa um número de air guitar (prática típica de se tocar guitarra sem possuir o instrumento em mãos). Outras manobras disponíveis envolvem saltos em parafuso e saltos mortais longe do veículo. Além de controlar os combos permitidos, a barra azul ???juice??? tem outra função: serve como uma espécie de nitro. Permitindo que o jogador adquira uma super-aceleração temporária. Entretanto, é preciso usar esta aceleração com sabedoria, já que ela gasta a energia disponível, e pode vir a impedir a realização dos combos avançados até que o jogador recupere energia executando mais combos. [t1]Monte seu ATV[/t1] A sigla inglesa ATV significa All-Terrain Vehicle, ou veículo para todos os terrenos. Os quadriciclos de Pure pertencem a este gênero, mas possuem um grande diferencial no que diz respeito à sua configuração. Ao contrário de praticamente todos os jogos de corrida conhecidos, que apresentam diversos veículos diferentes à escolha do jogador, Pure não traz sequer um quadriciclo para escolher. Sua única opção, portanto, é montar seu próprio veículo desde o princípio! ?? isso mesmo. Neste jogo, você deve escolher cada peça de seu ATV cuidadosamente, comparando potenciais para deixar o veículo voltado exatamente para aquilo que você deseja. Desde o quadro até o motor e o chassi, é possível escolher peça por peça, e conforme você avança no jogo, novas opções de peças são liberadas. Ao todo, para montar um veículo, o jogador pode levar mais de cinco minutos, tamanha é a variedade de opções modificáveis. [t1]Beleza pura![/t1] O visual de Pure é simplesmente magnífico. Apesar de apresentar pequenas falhas, principalmente no que diz respeito à iluminação, o jogo conta com uma qualidade gráfica muito alta, capaz de agradar os mais críticos jogadores. Pure não é uma questão estritamente aérea Em comparação com jogos como MX vs. ATV Untamed, Pure faz os adversários comerem poeira. Chega a ser difícil comparar os jogos, tamanha a diferença de potencial entre eles. Pure apresenta texturas de boa qualidade, um fundo muito bem produzido e modelagem de alto nível. ?? claro que como todo jogo, este tem seus defeitos, como falhas na iluminação, que em muitos casos é exagerada, e o comportamento dos personagens durante as quedas. Outro aspecto que deixa um pouco a desejar são certas texturas do cenário, que muitas vezes parecem ser bastante lisas. Ainda assim, Pure conta com gráficos muito agradáveis que não desapontam. [t1]Pure é diversão garantida![/t1] Ao arriscar-se em desenvolver produzir um jogo de esportes radicais como Pure, os estúdios Disney decidiram entrar neste nicho do mercado de videogames com o pé direito. E conseguiram. Pure apresenta tudo que um fã do gênero poderia desejar. ?? evidente que o jogo não é perfeito, mas nenhum o é. E ao menos o título de rally da Disney Interactive Studios é capaz de levantar poeira por um bom tempo no seu console. Pode escrever! Se você adora jogos de corrida, bem como games de esportes radicais e está em busca de um bom título para competir com seus amigos, Pure é uma excelente escolha. Entretanto, é imprescindível ter em mente ao jogá-lo que o título fica longe de ser um simulador. Os controles quase não exigem que o jogador freie, mas ainda assim, você se prenderá ao título devido ao clima de radicalismo que Pure exala. Em suma, vale a pena dar uma atenção ao jogo desenvolvido pelos estúdios Disney, sem dúvida você irá impressionar-se com o resultado, e talvez decida dedicar mais tempo às pistas repletas de barro e dunas. [t2]Prós:[/t2] A jogabilidade de Pure é simplesmente fantástica: simples, completa e de fácil aprendizado. As manobras são bastante variadas e radicais, adicionando emoção ao jogo. Conforme o jogador executa combos, sem cair, o jogo o premia com maior velocidade, mais opções de combos e ainda a possibilidade de utilizar o ???nitro???, chamado no jogo de ???boost???. Além disso, o gráfico do jogo possui alta qualidade, tornando as corridas ainda mais emocionantes devido aos belíssimos visuais das pistas, principalmente aquelas em montanhas altas. A trilha sonora também encaixa-se com perfeição à experiência, com um clima bastante característico de esportes radicais, composto por músicas de batida forte, clássica dos fãs de esportes do gênero. [t2]Contras:[/t2] Pequenas falhas nos gráficos o tornam imperfeito, mas nada que afete a jogabilidade. Além disso, as quedas muitas vezes são defeituosas, visto que seu personagem se comporta como um boneco de pano. Algumas paredes invisíveis que se apresentam em certos momentos. Falta a possibilidade de acertar golpes nos adversários, para que estes caiam de seus quadriciclos.
Fonte: Tecmundo Games
Giordano Trabach
Enviado por Giordano Trabach
Membro desde
23 anos, Espírito Santo
label