GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

São divulgadas as especificações do Ouya

por enrriq, fonte Gameworld, data  



Especificações:
Após a excelente mostra da popularidade preliminar do Ouya, os responsáveis por ele divulgaram as especificações:
Processador quad-core Tegra3
1GB de RAM
8GB de memória interna
Saída HDMI
WiFi 802.11 b/g/n
Bluetooth LE 4.0
USB 2.0
Controle wireless, touchpad
Android 4.0
Controle sem fio 2.4Ghz RF (funciona com 2 pilhas AA), com 2 analógicos, 1 d-pad, oito botões e botão para acesso a funções do sistema
A resolução do aparelho é das melhores: 1080p.


Sobre o Ouya:
Ouya é um projeto de console open source fundado por Julie Uhrman (que já trabalhou na GameFly, na IGN e na Vivendi Universal), com Android, custando US$ 99 e com jogos gratuitos. Parecia a primeira direção para um futuro cada vez menos distantes. Um futuro sem grandes publishers, cheio de games indie baratos ou gratuitos, somente com o uso da Internet.
A empresa que comanda o projeto pediu US$ 950 mil de financiamento, e prometeu mundos e fundos para os que se acostumaram a jogar games baratos nos smartphones e tablets. O resultado é que em dois dias o valor foi obtido, e ainda restam mais 27 dias os cofres da empresa que reúne nomes como o designer Yves Behar, Ed Fries (um dos nomes por trás do lançamento do Xbox) e Julie Uhrman (ex-chefona do IGN) serem recheados.No momento em que escrevo esse texto, o financiamento do console já encosta na marca de US$ 4 milhões. A previsão de lançamento é 2013, e alguns comentaristas já levantaram a bola para o fato do console também concorrer com as set-top box do mercado, como a Apple TV, além de conversar com outros dispositivos Android.Um detalhe importante é que como a ideia do aparelho é de permitir que o usuário o modifique como achar melhor, trocar peças ou utilizar periféricos é algo que os criadores incentivam.

Loja, jogos e aplicativos
Como também é o padrão atual, o console terá sua própria loja de aplicativos, que seguirá o padrão no mercado, com 30% dos lucros ficando com o Ouya e 70% com o produtor do jogo. Tudo sem grandes dificuldades na aprovação de um jogo ou aplicativo, promete a empresa. Além disso, todos os jogos e aplicativos obrigatoriamente terão uma versão demo para os jogadores testarem.
Nesse momento você deve estar se perguntando: Tá, mas e os jogos? Afinal, o Android não é lá a plataforma mais profícua quando se trata de games com qualidade similar aos de consoles. Diversos desenvolvedores de peso já carimbaram seu apoio ao Ouya, gente como Markus Notch, que fez Minecraft, e Jason Chen, responsável pelo elogiadíssimo Journey, o que aumenta o otimismo em cima dele.

Controversas:
Ian Fisch, escreveu uma lista de críticas ao site Gamasutra sobre o futuro console, chamando a iniciativa negativamente de "inocente". Em seu texto, Fisch cita sete razões pelas quais acredita que o Ouya não será um sucesso, entre elas: a quantidade de jogos de qualidade do Android é muito baixa; desenvolvedores independentes não irão preencher esse vazio e os jogos estão se distanciando da televisão. Uma de suas maiores críticas sendo o fato de que esse console não terá como competir com os consoles de gerações atuais, assim como com o computador pessoal.

É importante dizer que se você quiser adquirir o Ouya, a opção de US$ 99 garante uma unidade assim que ele for lançado, e se estiver no Brasil será necessário adicionar mais US$ 20 para o envio, mas mesmo que ele receba um pesado imposto ao chegar por aqui (o que é muito provável), ainda assim parece um negócio tentador. É importante ressaltar também que o console virá com o kit de desenvolvimento. Aliás, e aquela sua idéia encostada no fundo da gaveta?

por enrriq, fonte: Gameworld
||
Ver mais comentários
Ajuda | Sobre nós | Feeds | Termos de uso | DMCA | Anuncie conosco | Fale conosco

©2013 GameVicio