GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Harvest Moon: Magical Melody para Wii de E-Zine/MyGames

por Anônimo, fonte E-Zine/MyGames, data  editar remover


Há cerca de dois anos, a Natsume deitou um balde de água fria sobre todos os europeus, não chegando a lançar Harvest Moon: Magical Melody no velho continente. Agora parece querer redimir-se, ao reeditar este título quase lendário (para muitos o melhor da série), na Nintendo Wii. Depois de vermos Rune Factory na DS, um novo caminho para a série, será que Magical Melody consegue manter os seus argumentos?

Para começar, há que olhar para a conversão. Se à primeira vista parece ser quase perfeita, a primeira indicação de houve alterações é o facto que desta feito só podemos jogar com uma personagem masculina. Se fosse mulher podia queixar-me de descriminação sexual, mas a verdade é que esta alteração aparentemente simples, limita bastante as possibilidades do jogo, já que as interacções sociais são cortadas pela metade. Em seguida, e como estamos a falar da Wii, tínhamos alguma esperança de que as possibilidades oferecidas pelos sensores de movimentos da consola fossem melhor aproveitadas. Em Magical Melody podemos realizar algumas acções, como escavar, com o Wiimote, mas é um processo repetitivo e que, bem vistas as coisas, não traz nada de novo para o jogo, chegando a ser preferível utilizar os botões (ou mesmo ligar um controlador de GameCube).

Então, o que pode justificar que se adquira esta "nova" encarnação de Magical Melody? Os gráficos não são, certamente, já que não sofreram evolução alguma e, numa indústria em que o que foi feito há três meses já está obsoleto, gráficos com dois anos em cima não ganham pontos. A possibilidade de experimentar o jogo sem recorrer a loaders ou alterações menos éticas de uma consola é um argumento a favor. Mas é talvez o que menor importância tem.

A verdade é que a essência de Harvest Moon: Magical Melody continua intacta. No seu tempo, destacou-se dos demais títulos da série por não limitar o jogador a um lote de terra, deixando-o escolher onde queria a sua quinta. A cidade evoluía então a partir de escolhas simples, espelhando a atitude do jogador para com o jogo. Cultivar o dia todo pode ser bom para os cofres e atrai determinado tipo de habitantes. Por outro lado, se preferem procurar minério e enriquecer dessa forma, outras personagens davam cor à vila. Esta estrutura mantém-se e continua tão interessante como antes, dando a origem a um jogo em constante mutação.

Claro que as velhas premissas continuam a valer ouro. Harvest Moon sempre se pautou por ser uma proposta diferente. Se à primeira vista gerir uma quinta e plantar vegetais parecem ser os únicos objectivos, cedo nos vemos a braços com imensas tarefas. Criar vacas e galinhas, recolher madeira e outros materiais, melhorar a nossa casa, fazer amigos ou mesmo casar são apenas alguma das possibilidades. Este é um daqueles jogos que precisa de muito tempo para ser convenientemente explorado, escondendo um nível de complexidade e de micro-gestão do tempo avassaladores para novatos. Do nascer ao pôr-do-sol, a rapidez com que conseguem realizar o maior número de tarefas possível e as estratégias que encontrarem para minimizar a passagem do tempo e os efeitos da fadiga tornam-se preponderantes, sem nunca serem uma prisão. Não vos apetece regar as plantas em determinado dia? O pior que pode acontecer é a colheita vir um dia mais tarde. Aproveitem para socializar ou descobrir tesouros escondidos. Qualquer que seja a vossa preferência, Magical Melody dá-vos essa possibilidade.

Com dois anos em cima e amputado, não podemos dizer que a versão para Wii seja superior à de GameCube. No entanto, esta é uma excelente oportunidade para experimentarem um título que, até agora, iludia o público europeu. Com um charme muito próprio e uma panóplia de coisas para fazer, Harvest Moon: Magical Melody pode ser uma opção válida enquanto se espera pelo primeiro título da série feito de raiz para a Wii, que deve ser lançado mais para o final do ano.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
E-Zine/MyGames
71/ 100
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Anônimo
©2016 GameVicio