GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de inFAMOUS 2 para PS3 de E-Zine/MyGames

por Anônimo, fonte E-Zine/MyGames, data  editar remover


A importância dos super-heróis é tão frágil como a fama dos mesmos. De tempos a tempos, a febre dos super-heróis regressa em força, e com ela voltam as BD???s, filmes, bonecos, entre outros.
Com bastante sorte, ou engenho, os últimos 5 anos tornaram-se uma autêntica mina de ouro para os super-heróis de todos os meios, surgindo ainda mais filmes, BD???s e como não podia deixar de ser, jogos realmente bons que faziam perfeito jus às personagens em que inspiravam, como é o caso de Batman Arkham Asylum, X-Men Origins Wolverine, Spider-Man Shattered Dimensions e Marvel Ultimate Alliance.

A aproveitar toda esta febre, em 2009, a Sucker Punch lançou para o mercado um jogo totalmente independente da Marvel ou DC Comics, com um super-herói totalmente novo, em exclusivo para a PS3.
A história deste herói, Cole McGrath, um homem de entregas absolutamente normal que é apanhado numa armadilha, transportando consigo uma ???bomba??? que destrói uma parte de Empire City, deixando ao centro da cratera, Cole como o único sobrevivente.

Ao longo do primeiro jogo era possível ver como Cole conseguiu aprender a controlar os seus poderes e a derrotar algumas das grandes ameaças que pairavam sobre Empire City, o que levou até ao combate final contra Kessler, a mente por detrás de tudo.
Em inFamous 2 a história é outra, depois dos acontecimentos do primeiro, Cole fica a saber que uma criatura conhecida apenas por The Beast está a caminho de Empire City para a destruir, e cabe a ele voltar a salvar a cidade.
Como seria de esperar, as coisas não correm como o esperado e Cole é derrotado em combate.

Juntamente com o seu amigo Zeke e a Agente Kuo, uma nova personagem,
estes partem em direcção a New Marais à procura do Doctor Wolfe, a única pessoa capaz de ajudar Cole a aumentar os seus poderes e assim, combater a Besta que se aproxima a passos largos de New Marais, destruindo tudo à sua passagem.

Este é o mote para inFamous 2, Cole vai ter de explorar esta nova cidade à procura de novos poderes, aliados e derrotar um novo inimigo, um ditador conhecido por Betrand e a sua Milícia.
Mas os inimigos não se ficam por aqui, pois New Marais está constantemente a ser invadida por criaturas corrompidas de todos os tamanhos e feitios, além de que, a presença de Vilões e Heróis com super poderes é mais notória.

Se jogaram o primeiro inFamous, aqui vão sentir-se como peixe na água. A cidade continua a ser explorada ao mesmo estilo do primeiro, com sequências a pé, a possibilidade de trepar prédios e quase tudo o que aprece pelo caminho com movimentos de escalada e Parkour.
De forma a ajudar na navegação pela cidade, Cole pode usar os seus poderes para ganhar velocidade em cabos de electricidade, ou pairar no ar durante algum tempo com o uso dos seus poderes.

Um ponto positivo inicial de inFamous 2 é o facto de não retirar os poderes a Cole mal começam o jogo. ?? verdade que alguns poderes não estão disponíveis logo a início e vão ter de ser desbloqueados ou comprados com pontos de experiência à medida que a história avança, mas é sempre bom ver que a Sucker Punch não foi pelo caminho de progresso à God of War, onde perdem tudo a início para voltar a recuperar mais tarde.
Cliquem aqui para ver mais imagens de inFamous 2

Assim sendo, os poderes são agora mais variados e outros foram ampliados. Por exemplo, um ataque como a onda de choque pode agora manter os inimigos no ar por mais tempo, ou envolve-los num anel eléctrico que explode. Mas o destaque vai para alguns dos novos poderes de Cole que permitem com que este enfrente os inimigos de forma mais fácil, ou consiga movimentar-se mais depressa.
Entre estes, agora é possível fazer levitar carros e outros objectos que podem arremessar contra um alvo, ou ainda utilizar energia iónica para libertar um furacão de electricidade que varre todo caminho por onde passa.

Não sendo já uma surpresa para aqueles que tem vindo a acompanhar os trailers de inFamous 2, neste segundo jogo podem contar com alguns poderes novos além da electricidade, como a capacidade de usar gelo ou fogo. Os novos poderes implementados não tornam a experiência em algo totalmente novo, mas oferecem novos poderes para poderem utilizar.

Mas a grande novidade no que toca ao combate não são realmente os poderes de Cole, mas sim, o Amp, uma arma composta de dois ferros, com a qual é possível bater violentamente nos elementos da Milícia ou monstros que vão aparecendo.
O Amp não só utiliza energia eléctrica, como ainda consegue acumular mais a cada golpe aplicado, isto permite desencadear ataques finais poderosos que limpam de imediato o inimigo mais próximo.

A New Marais de inFamous 2 é uma cidade em constante actividade, com várias pessoas nas ruas a tratar das suas vidas, por isso há sempre coisas a acontecer nas ruelas e becos, muitas das quais, são do interesse de Cole. Por vezes, vão surgir ícones no mapa que indicam que esta a ocorrer um roubo, sequestro ou bombas prestes a explodir. A vossa interacção perante estas situações vai fazer com que sejam recompensados com experiência, fragmentos de explosão e alterações na linha de Karma da personagem.

Além destas missões, vão voltar a ter de recolher os vários fragmentos de explosão espalhados pelos cenários, os quais atribuem experiência e aumentam a quantidade de energia que podem acumular. Além dos Blast Shards, existem ainda várias missões secundárias para concluir, que ajudam a libertar as várias zonas da cidade da opressão da milícia. Por fim, há ainda que caçar pombos correio, que surgem com ficheiros de áudio e ajudam a perceber melhor a história de inFamous 2.

Tal como já referi, o Karma está de volta, com as alterações típicas sentidas em Cole e no cenário que o envolve. As boas acções fazem com que Cole seja visto como herói e ajudado pela população, enquanto as más acções começam a desfigurar a sua imagem e a surtir o medo na população, que foge quando este aparece, ou tentam mostrar a sua revolta, atirando pedras, ou atacando de outras formas.
O final de inFamous 2 pode conhecer desfechos diferentes, consoante as vossas decisões ao longo do jogo, mas infelizmente, a linha das boas e más acções continua a ser demasiado óbvia.

Falta então falar de uma das grandes novidades implementadas em inFamous 2. Falo, como não podia deixar de ser, da inclusão das missões UGC (User Generated Content), ou seja, missões que podem ser criadas no mapa de New Marais por qualquer jogador, e ser jogadas por todos os outros.
Durante a experiência que tive, ainda bastante inicial, só existiam meia dúzia de missões criadas por jogadores reais e umas quantas criadas pela Sucker Punch, que servem como exemplo daquilo que pode ser feito.
Cliquem aqui para ver os vídeos de inFamous 2
De facto, existe aqui muito espaço para este modo crescer, e com a aprendizagem das ferramentas de criação, é possível criar missões de qualquer estilo. O menu de criação pode parecer algo confuso a início, mas tem tudo aquilo que é preciso para fazer todo o género de missões.
O resultado para já, parece bastante satisfatório, por isso, mal podemos esperar para ver tudo aquilo que os mais criativos vão trazer a público.

Se bem se lembram, o primeiro inFamous tinha um aspecto bastante bom, mas notava-se que a Sucker Punch tinha sacrificado algum pormenor, em favor de uma cidade detalhada e ampla. Em inFamous 2 o caso muda de figura, mantendo o mesmo detalhe da cidade, mas com um grafismo ligeiramente melhorado, especialmente no que toca às personagens.
?? verdade que os pedestres continuam a parecer umas marionetas estranhas, e os bugs abundam, com Cole a entrar pelas paredes quando ataca com o Amp, ou a passar por vedações como se estas não estivessem lá.
De qualquer forma, mesmo existindo jogos mais detalhados e poderosos a nível visual no mercado, inFamous 2 é um bom exemplo de um excelente equilíbrio entre bons gráficos e cenários amplos e detalhados.

Quanto ao som, como sabem, Cole mudou de voz na versão inglesa, mas isso não é problema na versão portuguesa, pois este trabalho foi novamente entregue aos actores originais, que não fazem um mau trabalho, mas continuam a estar algo longe, da versão original em inglês. Mesmo assim, aplausos para a Sony por continuar a insistir nas localizações de qualidade para o nosso português.
Quanto à música, foi feita uma selecção de muito boa qualidade entre músicas calmas de ambiente e velozes para situações de combate, que valem a pena ser ouvidas até mesmo fora do jogo.
Quanto ao restante, podem contar com vários comentários da população e todos os sons no sítio certo.

inFamous 2 ainda é um jogo bastante longo, mas o seu conteúdo só pode ser bem aproveitado se fizerem tudo o que é necessário em redor da história principal. Dei por mim a ser desviado da direcção da próxima missão, apenas por surgir mais uma missão no mapa, ou um assalto para combater. Juntem a isto dois caminhos diferentes (bem e mal) e podem sempre repetir tudo novamente. Se contabilizarem ainda as missões UGC, há aqui muito para fazer e tempo para gastar.

Era impossível para a Sucker Punch criar um jogo de mundo aberto sem qualquer tipo de problemas, e eles são bastante visíveis em inFamous 2. Os glitches e bugs acontecem com alguma frequência e o sistema de combate é prejudicado frequentemente pelo íman automático que tão depressa ataca o inimigo certo, como um civil que está a ter o azar de passar por perto.
A câmara também é alvo de alguns problemas, tendo até saído algumas vezes da sua posição após alguns ataques finais.
As boas notícias é que tudo isto não prejudica a experiência a nível de jogabilidade, sendo que nunca me deixou preso, fez falhar uma missão e a consola só me ???crashou??? uma vez, felizmente sem danos, devido ao save-automático temporário.


Resumindo, sim, inFamous 2 é altamente recomendado. A progressão na acção demora o tempo que quiserem, existe muito para fazer e a qualidade de todo o material melhorou significativamente em relação ao primeiro. Existem erros, disso não há dúvidas, e há determinadas falhas, também é certo. Mesmo assim, o trabalho depositado em inFamous 2 fazem dele um jogo de luxo que não devem deixar passar de forma alguma se forem donos de uma PS3.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
E-Zine/MyGames
92/ 100
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Anônimo

Reviews da crítica

8 / 10
GameTV
9 / 10
Eurogamer
©2016 GameVicio