GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Virtua Tennis 4 para Wii de E-Zine/MyGames

por ShadowsGamer, fonte E-Zine/MyGames, data  editar remover


A franquia Virtua Tennis chegou com a velhinha Dreamcast e tem acompanhado muitos de vocês ao longo de vários anos. Através da sua jogabilidade simplista, acessibilidade e da enorme diversão proporcionada, Virtua Tennis assumiu-se como o rei do ténis virtual.

Actualmente, e numa era em que grande parte dos jogos sofrem uma transição para os sensores de movimento, Virtua Tennis 4, o terceiro itinerário da série na nova geração, vem com a dura tarefa de agradar a gregos e troianos. Essa é uma das principais razões pelo qual Virtua Tennis 4 apresenta compatibilidade com os principais sensores de movimentos (Playstation Move, Kinect e Wii MotionPlus).

Mas numa altura em que a concorrência se apresenta forte (Top Spin 4), será que Virtua Tennis 4 tem o necessário para vencer?

Trata-se de um novo título da série e como tal, a sua apresentação foi renovada, apresentando menus simplistas e coloridos. Os principais modos de jogo estão também eles de regresso, sendo o World Tour alvo de uma reestruturação, que de resto é bastante bem-vinda.

O modo principal de Virtua Tennis 4 apresenta-se de cara lavada e é através dele que iremos encarnar a pele de um jogador ??? criado por nós ??? sentindo na pele o desgaste e a possível glória de uma carreira bem sucedida no mundo ténis.

Como manda a tradição do Virtua Tennis, começamos por criar uma personagem. Ao nosso dispor existem centenas de opções de personalização por forma a podermos criar uma personagem que se assemelhe à nossa pessoa. As opções vão desde a escolha da massa corporal aos olhos, passando pelas sobrancelhas e até a cor dos olhos. Podem até escolher a bela da nacionalidade portuguesa e ???esfregar??? a bandeira nos estrangeiros, após uma grande vitória online.

Posto esta primeira fase, partimos à descoberta de um mundo para conquistar através da nossa habilidade e constante evolução. Como disse na antevisão, o modo World Tour de Virtua Tennis 4 é agora apresentado numa espécie de jogo de tabuleiro, onde o jogador embarca numa viagem de comboio pelo mundo. Para realizarem esta viagem necessitam de bilhetes, que vos fazem andar um determinado número de casas e por consequência fazer-vos chegar ao destino.

Pode parecer estranho ou complicado à primeira vista, mas este sistema obriga-vos a gerir a vossa carreira dentro e fora de campo. Existem também múltiplos caminhos que contêm torneios, lojas, casas de repouso e casas benéficas, o que faz também aumentar o valor de repetição. Contudo, nem tudo são rosas, e espalhadas pelo ???tabuleiro??? estão casas que nos prejudicam, fazendo-nos perder dinheiro, por exemplo.

No decurso desta jornada, iremos desbloquear novos acessórios na loja do jogo para posteriormente comprá-los e personalizarmos a nossa personagem com novos calções, punhos, ténis e até a bela das meias com raquetes. Mais uma vez, Virtua Tennis 4 demonstra o seu vasto leque de opções de costumização.

Os mini-jogos, que já existem desde o primeiro Virtua Tennis, estão de regresso e com dois objectivos deveras interessantes: evoluir o nosso tenista no modo World Tour e divertir-nos. A SEGA incluiu novos mini-jogos, especialmente, criados para se estrearem em Virtua Tennis 4 e, também, para fazerem uso dos sensores de movimentos.

Infelizmente, uma das grandes falhas deste Virtua Tennis 4, é o facto de não poder ser jogado com o Playstation Move, estando o seu uso restringido a mini-jogos criados especialmente para esse efeito e a jogos de exibição. Embora este último seja funcional, não se percebe a falta de integração do navigation controller, forçando-nos a mexer apenas os braços enquanto o movimento é controlado pela consola e por constantes passagens automáticas da visão em primeira para a terceira pessoa. Nem o menu de Virtua Tennis possui integração com o Playstation Move, obrigando-nos a ligar outro comando só para passar o menu de ???Press Start Button??? e entrarmos onde diz ???Motion Play???.

Fora estes pormenores menos conseguidos, a jogabilidade com o sensor de movimentos consegue ser divertida. Após alguma habituação, começamos a perceber as ???manhas??? do jogo e a tirar algum proveito dos mini-jogos oferecidos, que também podem ser desfrutados com um amigo nosso.

Mas não há nada melhor que a jogabilidade clássica, ou seja, com um belo de um Dualshock 3 e, para os mais apaixonados, um arcade stick. Não existem muitas diferenças comparativamente com a versão 2009. No entanto, mesmo com a simplicidade que marca a jogabilidade da série Virtua Tennis, a SEGA introduziu algumas novidades na jogabilidade de Virtua Tennis 4.


Após os primeiros minutos de contacto com Virtua Tennis 4, apercebemo-nos que a SEGA tornou a jogabilidade mais profunda, apesar do jogo nunca entrar nos padrões da simulação. ?? semelhança da realidade, todos os jogadores possuem uma maneira particular de jogar. Essa demonstração é particularmente visível quando a IA controla um jogador adversário, mostrando um comportamento semelhante aos tenistas da vida real. A inclusão de uma barra de ???momentum??? vem trazer mais realismo, obrigando-nos a adoptar o estilo de jogo do tenista escolhido. Para além disso, podemos utilizar a barra ??? depois de cheia ??? para executar um movimento ultra-sónico, garantindo-nos, quase sempre, um ponto a nosso favor.

Gráfica e sonoramente, estamos perante o melhor Virtua Tennis da nova geração. As diferenças são imediatamente visíveis, principalmente, nos modelos dos tenistas. A semelhança com a realidade é bastante constatável assim como é possível observar pormenores como o o suor a escorrer da cara e braços, e até os apanha bolas a desviarem-se das ditas ou a correr para as apanhar. Nos replays os
detalhes são ilustrados através das partículas deixadas pela bola de ténis, após o embate violento com a raquete. Isto tudo vem acompanhado com os típicos sons a que o Virtua Tennis já nos habituou e que mantêm o no seu tradicional espírito arcada, munido de várias horas de diversão a solo ou com vários amigos.

Não houve um grande salto do Virtua Tennis 2009 para o Virtua Tennis 4, mas apesar disso, a SEGA criou um jogo sólido e principalmente divertido. Virtua Tennis 4 continua uma valiosa saga que "começou" na Dreamcast, mantendo o seu espírito ao longo das gerações de consolas pelas quais passou. Cumpre na integra o objectivo de dar uma experiência de ténis acessível e divertida.

Por razões óbvias não tive a oportunidade de testar Virtua Tennis 4 online.


Nenhum comentário

||
E-Zine/MyGames
80/ 100
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de ShadowsGamer
©2016 GameVicio