GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de SOCOM 4: U.S. Navy SEALs para PS3 de Portal dos Games

por Anônimo, fonte Portal dos Games, data  editar remover


Quando Socom U.S. Navy Seals foi lançado para o velho PS2, eu fui um dos poucos que teve o privilégio de estar entre os primeiros 500 Beta Testers do serviço online da Playstation. Porque o privilégio? Porque ao comprar Socom U.S. Navy Seals e ao ter sido escolhido para integrar a linha de Beta-Testers pude participar nos primeiros jogos online deste Socom.

Com o nick na altura de Krb e com pouca experiência em jogos online, depressa percebi que a comunidade de jogadores era maior do que conseguia imaginar e através de muitas jogatinas, conheci pelo outro lado do Headset através de conversas em voz, pessoas da minha idade que também andavam na escola, tipos que vinham a casa de fim de semana e jogavam, pessoas em cargos elevados de todo o tipo de empregos, e até, pais de família, havendo até um dos nossos companheiros de armas que foi pai durante a era Socom.

Joguei tanto o primeiro Socom, como Socom 2 U.S. Navy Seals, que em termos de jogo, revelou ser o melhor de todos. A partir do terceiro, as coisas começaram a descambar, com a introdução de cenários enormes, veículos e salas para mais jogadores do que apenas os 8 contra 8 iniciais.

Passados alguns anos, e após vários lançamentos, a Zipper, os criadores da saga, voltam a assumir as rédeas de um Socom de larga escala, após o sucesso tremido de Socom U.S. Navy Seals Confrontation, fazendo de Socom 4 Special Forces, o primeiro Socom a sério do PS3. Mas após o declínio da série, será que Socom ainda vai conseguir voltar aos bons velhos tempos do Playstation 2?

Antes de mais nada, esqueçam Call of Duty. Socom 4 Special Forces pode ser um jogo de guerra moderna, mas está muito longe do estilo de qualquer COD. Para começar, Socom 4 Special Forces não é um FPS, mas sim um TPS (Third Person Shooter) táctico, ou seja, vocês movimentam seu personagem com a câmara colocada perto das costas e a partir desta posição, podem realizar todos os tipos de ataques com arma, ou físicos.

De qualquer forma, vão ter muito tempo para se habituar a estes, pois Socom 4 Special Forces não é apenas um jogo online na sua totalidade, havendo uma campanha para completar e modos adicionais para entreter durante umas boas horas, mas lá vamos nós.

Começando pela campanha, aqui assumem o comando de um comandante de uma unidade especial da Nato que é chamado para travar uma ameaça terrorista conhecida como Naga. De forma a dar algum impacto dramático, foram conferidos a todos os personagens alguma história e motivos que os levam a estar presentes neste combate, embora nunca tendo tanto impacto como um Metal Gear Solid. A história faz sentido e é vista ao bom estilo de um filme de guerra, com personagens fortes a nível psicológico e com pouco à vontade para mostrar sentimentos.

Durante a campanha vão visitar vários tipos de ambientes, que vão desde densas florestas, a complexos industriais. Nestas missões, vão normalmente progredir na ação através de esquadrões, existindo dois que podem controlar e dar ordens para vários tipos de ações. Como exemplo, é possível ordenar que os nossos colegas se abriguem numa determinada zona e ataquem até dois alvos específicos. Ao avançar na história, e com duas equipes, é possível realizar estratégias bem mais sólidas, que ao serem bem ponderadas, permitem abrir caminho por zonas hostis sem grandes dificuldades.

Os inimigos, embora não sejam do mais inteligente que já vimos num jogo, são bastante tácticos e letais, levando a cabo cercos com soldados que nos começam a flanquear e a atirar de forma precisa para cada um dos personagens. Não pensem que podem sair de cobertura armados em heróis, normalmente, isso termina com a sua morte.

Falando em cobertura, essa é uma funcionalidade que Socom 4 Special Forces usa de forma bastante positiva. A qualquer momento podem correr até uma parede ou objeto de boas dimensões e usa-lo como abrigo, sendo depois possível disparar diretamente de lá, espreitando por cima da mesma, ou esquina. De qualquer forma, nem estas proteções são seguras, pois as balas penetram pela madeira, e bocados de cimento começam a saltar deixando o personagem exposto, obrigando a trocar de posição de forma frequente.

As armas presentes no jogo são baseadas em armas reais, por isso, se são fãs de Socom ou de qualquer outro jogo de guerra, vão reconhecer maior parte delas de imediato. Cada arma tem funções diferentes, dando mais dano quando as balas acertam, ou disparando mais depressa. Cada uma destas pode ser personalizada com vários tipos de melhoramentos, que permitem influenciar o seu funcionamento. Podem carregar até duas ao mesmo tempo, além de granadas de vários tipos.

Outra das grandes inovações em relação aos anteriores é a introdução do Move. Para dizer a verdade, o Move até funcionou bem do que estava esperando, mesmo tendo jogado grande parte do tempo com o Move e Dualshock. Esta opção não é certamente a forma definitiva de controlar o seu personagem, especialmente a nível Online, onde seriam rapidamente cilindrados ao usar o Move, mas é claramente uma boa forma de experimentarem Socom de outra forma, além de até ser um bom cartão-de-visita para outras pessoas que não são grandes fãs deste estilo de jogos.

Fora do modo campanha, existe ainda o modo Custom, no qual podem organizar partidas para um jogador (no caso do Offline) baseadas nos cenários da campanha, e onde podem escolher o grau de dificuldade, estilo de objetivo e quantidade de inimigos presentes na área de intervenção. ?? um modo divertido, mas é quase feito a pensar naquelas pessoas que querem treinar, durante um dia sem Internet em casa.

Mas onde Socom 4 Special Forces está como peixe na água, é no modo Online, mas será que ao mesmo nível de Socom 2 U.S. Navy Seals? Bem, ainda é cedo para dizer, pois o Online ainda está numa fase inicial e tive de ingressar na fase beta para jogar mais do que o tempo que foi disponibilizado para os jornalistas.

Em termos de Online, podem jogar em dois modos: Cooperativo e competitivo, mas falemos primeiro do modo menos importante, o Cooperativo. Mesmo não sendo o mais importante, é neste modo que vão poder juntar vários amigos (ou até desconhecidos) e partir para as mesmas missões do modo Custom, sendo o principal objetivo, a ajuda, com o objetivo de vencer as forças terroristas em missões criadas ao seu real gosto e vontade. Este modo funciona bem e é bastante divertido, além de ser uma boa forma de descontrair, e até mesmo, usar o Move. Mas caso queiram treinar contra o computador, este é um modo que pode ser tão difícil quanto quiserem.

Agora sim chegou a altura de falar do modo principal de Socom 4 Special Forces, ou seja, o seu modo online competitivo. Tal como disse no início da análise, o Online e estilo de jogo de Socom 4 Special Forces é totalmente diferente de grande parte dos jogos de guerra do mercado, focando a sua estratégia no jogo táctico em que o funcionamento em equipe é fundamental para a vitória, pois é notório que o jogo tenta sempre fazer com que o jogador acabe jogando em equipe.

Existem duas formas de jogar Socom 4 Special Forces no seu modo Online, no modo clássico, ou no modo ???actual???. No modo clássico, ao bom estilo dos primeiros Socom, cada vez que morre, a ronda acaba para vocês, ficando como espectadores enquanto os restantes jogadores ainda vivos tentam decidir a ronda. Logo que o objetivo é cumprido, esta termina e na ronda seguinte, todos voltam à vida para tentar somar mais um ponto para a equipe.

No modo ???Standart??? não dispõem de apenas uma vida, mas sim de Respawn, dependendo apenas das regras pré-definidas para cada tipo de missão, o que funciona à semelhança dos FPS mais conhecidos da atualidade, e vai ser certamente o modo com o qual os jogadores casuais vão se familiarizar mais depressa.

Em termos de modos, vão encontrar, Supression, onde o objetivo é eliminar todos os inimigos da equipe contrária ou matar o maior número de inimigos possíveis; Bomb Squad, onde um dos jogadores é escolhido ao acaso para ser o elemento da brigada anti-bomba e é o único que pode desativar as bombas, cabe à equipe contrária impedir que as bombas sejam desativadas; Last Defence obriga-nos a defender ou obter locais estratégicos ao estilo de um Capture The Flag e por fim, em Uplink, onde precisam recolher informações dos inimigos ou de proteger as mesmas. Vão ainda haver modos extra especiais por semana que usam características especiais para as vitórias de jogo.

O modo Online de Socom 4 Special Forces também funciona por experiência, ou seja, cada vez que matam alguém ou fazem algo que conta para o bem da missão, são recompensados com pontos de experiência que aumenta o ranking e desbloqueia novas melhorias para as suas armas.

Mesmo sendo um dos melhores jogos que podem encontrar no online do PS3, Socom 4 Special Forces fica algo aquém do que podia ser experimentado nos primeiros Socom. Para começar, todas as ???novidades??? introduzidas são úteis, mas ainda não estão totalmente bem afinadas, o que provoca algum desconforto nas primeiras horas de jogo e raramente, alguns bugs estranhos. Além do mais, sendo um jogo para jogar essencialmente em equipe, o fato de nem toda a gente que vai jogar Socom 4 Special Forces, ter um Headset, vai diminuir drasticamente a possibilidade de se fazerem tácticas de equipe. Algo que vai acabar por ser ultrapassado, assim que começarem a formar clãs.

O modo Online também ainda sofria de alguns bugs nas mudança de rondas, mas de resto, no que respeita ao Lag e framerate, não há muito a apontar e quase tudo funcionou da melhor forma.

Socom 4 Special Forces como jogo, não é dos mais bonitos do PS3, nem tão espalhafatoso como um Call of Duty, de qualquer forma, ainda consegue ter os seus momentos, com vastas florestas cheias de vegetação, bons efeitos de água e até boas recriações de todo o estilo de material militar, como as armas, fatos e capacetes, havendo até um ???mimo??? dependendo do seu país, que faz com que seu personagem se vista com uma farda com a bandeira do país de origem.

Os personagens podiam parecer mais autênticos e menos robóticos, além de que existem vários pop-ups nas paisagem e texturas menos conseguidas. Resumindo, o que faz, faz de uma forma muito positiva, mas sem nunca mostrar intenções de querer ser um marco neste departamento.

No que toca ao áudio, na minha opinião, toda a música encaixa bem no jogo e soam ???a Socom??? como este ficou conhecido. Os barulhos das armas estão bastante fieis, assim como é bom ouvir que os inimigos falam na sua língua nativa. Outro ponto positivo vai mais uma vez para o trabalho da tradução para português que está muito bom, não saindo dos parâmetros de qualidade feitos pela Sony, embora já comece a ser cada vez mais altura de atores de voz tentarem ser ainda naturais e menos ???teatrais??? ao falar.

Em termos de longevidade, o modo campanha dura cerca de 7 horas, se não forem demasiado tácticos, mas há sempre o modo Custom que permite realizar as tais missões modificadas, sempre que quiserem jogar um pouco sozinhos. No modo Online, a duração pode ser infinita, e à medida que apanham o jeito, não vão querer outra coisa, se tiverem sorte de encontrar jogadores com espírito de ajuda e camaradagem, então preparem-se para serem absorvidos para guerras de clãs e afins.

Infelizmente Socom 4 Special Forces não é tão bom como o clássico e eterno Socom 2 U.S. Navy Seals, mas ainda tem muito espaço para crescer e quem sabe, este acabe por constituir uma forte comunidade, capaz de relembrar os bons e velhos tempos, em que ficavam todos jogando noite adentro, enquanto estavam conversavam.

Se são fãs de jogos rápidos ou FPS ao estilo Rambo, ou apenas querem uma campanha singleplayer cheia de emoções, então esqueçam, Socom 4 Special Forces é um retorno às origens dos TPS clássicos. Mas se tal como eu, jogaram a beta, ou os Socom clássicos, então sabem bem o que este Socom vale. Experimentem Socom 4 Special Forces sem medo, o mais provável é não o quererem largar mais depois.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Portal dos Games
8.5/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Anônimo

Reviews da crítica

7.5 / 10
GameTV
7 / 10
Eurogamer
©2016 GameVicio