GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Final Fantasy Tactics: War of Lions para PSP de Portal dos Games

por Anônimo, fonte Portal dos Games, data  editar remover


Quase 10 anos atrás, a Square Enix introduziu Final Fantasy Tactics, um dos melhores e mais aclamados pela crítica, baseados em curvas jamais vistos no PlayStation ou em qualquer outro console. A aventura, que passa no agora familiar mundo do jogo, cercando uma enorme guerra que separou a terra em duas partes. Agora, a Square Enix está relançando este título com um número de aperfeiçoamentos técnicos para PSP. The War of the Lions é a edição final do clássico de RPG? Sim, mas você terá de admitir que o jogo ainda possuí problemas clássicos e uns novos que estão inconvenientemente no título.

Confira os fatos!

Para aqueles que não estão familiarizados com o enredo de Final Fantasy Tactics, irei fazer uma breve explicação dos temas gerais e cenário básico do título sem estragar nada. O jogo cobre uma intriga policial, traição, luta de classes, aliados divididos, assassinato, manipulação e muitos outros tópicos. Você sabe ??? leve, encantador. War of the Lions é uma armadilha por causa dos problemas entres dois duques no reino de Ivalice. Com o rei tendo morrido de repente e seu filho de dois anos se tornando o comandante da terra, o irmão da rainha, Duke Larg, é bastante considerado para estar na seqüência da regência do trono. Esperando encontrar qualquer influencia da rainha, o consul do reino apontou o primo mais novo do rei, Duke Goltanna como regente. Claro, isso estabelece uma grande quantia de conflito dentro da corte real e no meio do povo, particularmente desde que ambos os homens são generais vangloriados nas guerras que precederam aquele momento.

Junto com este contexto de problemas complexos, os jogadores assumem a estória de dois amigos de infância, Ramza Beoulve e Delita Heiral. Nascido para o privilégio, Ramza é o filho mais novo de uma família prestigiada de nobres, enquanto Delita é um homem comum que foi tomado sob os cuidados da família de Ramza. Como jovens aprendizes de cavaleiros, os dois amigos se encontram na tarefa de seguir um grupo de criminosos que seqüestrou a Princesa Ovelia. O que eles encontram acaba levando-os a papéis chave no conflito entre Duke Larg e Goltanna, e a eminete titularidade chamada War of the Lions. Se você está confuso, não se preocupe; o título original era particularmente condescendente com o que acontecia ao longo da plataforma.

Enquanto a plataforma ainda é relativamente complicada com bases e sub-bases, War of the Lions apresenta a natureza obscura do título de modos diferentes. Antes de tudo, o jogo passa em uma novíssima apresentação em widescreen para tirar vantagem da tela do PSP. Perfeição da tela do portátil à parte, War of the Lions destaca um número de novas cenas animadas. As novas seqüências exibem os designes de personagem de Akihiko Yoshida lindamente, e vários elementos novos que não haviam sido mostrados antes são colocados com essas novas cenas. Como resultado, os jogadores recebem novas visões dentro dos personagens e de seus motivos dentro da estória. Combinado com novos visuais para ataques especiais e feitiços mágicos, a apresentação é visualmente arrasadora. Existem até mesmo retratos de outros títulos Final Fantasy que têm um papel na estória.

Os jogadores também se encontrarão assumindo seqüências de batalhas completamente novas dentro de War of the Lions. Os elementos como este estendem e melhoram a estória dramaticamente, e com a ajuda do item de crônica constantemente acessível, o que destaca tudo desde os eventos de base e pessoas até a conquista, maravilhas e artefatos que seu personagem coleta, os jogadores ganharão um sentido melhor dos eventos que agitaram Ivalice. Para se unir aos detalhes da estória está à novíssima tradução em inglês que finalmente limpa a confusão entre os nomes de personagens, locais, e até mesmo títulos de habilidades. Claro, os insultos clássicos permanecem no jogo, mas na maior parte, quase tudo foi melhorado. A única queixa (e é um problema pequeno) sobre ele é que se você já jogou antes, você terá que se re-acostumar com muitas dessas habilidades tendo títulos completamente diferentes.

O conceito primário por trás do jogo não mudou nos últimos 10 anos. Os jogadores se movimentam em torno do mundo de Ivalice com sua lista de 24 personagens jogáveis, assumindo a plataforma de batalhas especificas (destacadas em vermelho). O titulo original tinha 20 trabalhos separados que poderiam ser selecionados para seus personagens, indo desde baixo escudeiro e arqueiro até o samurai mais poderoso, matemáticos e classe de dança. Cada um desses trabalhos tinha suas próprias listas separadas de atividade, reatividade, apoio, ou habilidade especial que poderiam ser adquiridas. War of the Lions inclue possuí dois trabalhos novos para jogadores escolherem.

Ambos desenhados em torno de longa indefinição de nível de colocação e aquisição de item, as forças de Onion Knight e Dark Knights são aparentes depois que você gastou um vasto número de tempo com essas classes. Onion Knights (que vem de Final Fantasy III) inicialmente parecia ser uma escolha fraca para uma profissão. A vantagem deles está na habilidade de equipar e usar todas as peças do equipamento que eles acham em suas jornadas; conforme você ganha e aprende a usar novas habilidades, você descobrirá que seu Onion Knights se torna mais e mais perigoso, banaliza ataques enquanto causa muito dano no inimigo. Dark Knights, por outro lado, são extremamente perigosos graças a sua habilidade de entregar um pouco de sua saúde para potencializar muitas quedas de inimigos. Uma vez que você os construiu em níveis posteriores, pouquíssimos inimigos podem suportar os ataques deles ou mesmo feri-los em batalha sem pagar o preço.

Claro, você pode combater por toda Ivalice, tentando ganhar a liderança de seus guerreiros, mas você não recebe necessariamente os itens especiais que você quer para seu Onion Knights, Dark Knights ou outros guerreiros. O melhor modo de adquirir esse comando é com novíssimas implementações multiplayer, que permitem que dois amigos joguem um com o outro ou contra no titulo para ganhar novos pontos, níveis e equipamentos. As batalhas multiplayer são um pouco diferentes do que a estória padrão ou lutas aleatórias porque você não terá de se preocupar em perder qualquer membro do partido se eles forem derrotados e removidos do campo de batalha. Ao invés disso, esses personagens, junto com seus níveis de equipamentos pré-multiplayer são restaurados no final de uma batalha. Ao chegar a uma taverna, os jogadores podem se envolver em uma luta arranjada, o que permite reunir-se e assumir um número de oponentes computadorizados em missões oferecidas pelo líder da taverna. Por outro lado, se você gostaria de colocar um contra o outro, você pode saltar para dentro de batalhas de milícia e derrubar todos que estão em sua frente nos outros partidos, tentando determinar quem seria o vencedor de cada luta. Você pode até mesmo aperfeiçoar as regras de envolvimento, adicionando várias armadilhas, provendo condições especiais de enfrentar outros oponentes de retorno ou travar armas com ataques de personagens.

Muito embora o multiplayer tenha seus problemas, a experiência em single player retém um número de problemas clássicos que infestavam o jogo original. Por exemplo, o jogo ainda tem bastante lentidão, indo de ataques especiais até derrubadas básicas, o que realmente deveria ter sido consertado nesta transferência para PSP. Entretanto, por alguma razão, permanece arrastado em cada batalha. De modo similar, o mesmo problema de atraso de som do titulo no Playstation retorna em War of the Lions. Os efeitos sonoros são legais em War of the Lions, mas infelizmente, o som não é aproveitado totalmente na ação do jogo. Explodir um inimigo, tal como ao usar um golpe especial como Pummel, magia como Thundaga ou reduzir Shiva, por exemplo, fará com que a animação pare por um segundo ou mais antes que os efeitos sonoros reconheçam o que está acontecendo e engatilhem o som. ?? uma pena que esses problemas não foram consertados juntos com o resto do titulo, mas parece que há tanto que poderia ter sido melhorado.

Até mesmo com problemas de praxe voltando no gameplay, e alguns elementos ruins no multiplayer, Final Fantasy Tactics: The War of the Lions se destaca como um ótimo re-lançamento de um clássico. Novos elementos de estórias e missões, novos módulos multiplayer e novíssimas classes de trabalho fortalecem o que já era um dos melhores títulos de estratégia existente. Se você gosta de estratégia e tem um PSP, você deveria definitivamente conferir a segunda aparição deste excelente jogo.


Nenhum comentário

||
Portal dos Games
8.8/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Anônimo

Reviews da crítica

9 / 10
Eurogamer
©2016 GameVicio