GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de New Super Mario Bros para Wii de GameTV

por Anônimo, fonte GameTV, data  editar remover




New Super Mario Bros. Wii chega ao console da Nintendo prestando um tributo a tudo que o encanador mostrou em duas décadas. O que foi mostrado com o lançamento de Super Mario Bros. 3, para o NES, e reafirmou com Super Mario World no começo da vida do SNES. Ou seja, games de simples acesso, mas com centenas de possibilidades e desafios, além de criatividade no design de fases e mundos.

Infelizmente Super Mario World marcou a última vez que os jogadores puderam controlar o encanador em duas dimensões em um console da Nintendo. Apesar da ausência desses games nos consoles, Mario continuou figurando em sua forma clássica nos portáteis da empresa tanto em relançamentos de clássicos quanto em novos games, sempre com o visual parecido com sua última aparição no SNES. Isso até o lançamento de New Super Mario Bros. para o Nintendo DS, quando a Nintendo misturou os movimentos e o visual dos jogos tridimensionais do encanador com o design de fases criativo e estilo de jogo rápido dos clássicos 2D.

O jogo foi um sucesso de vendas. Por isso, nada mais lógico do que produzir uma continuação. A surpresa, entretanto, veio da plataforma: ao invés do DS, o jogo foi anunciado para o Wii, e com um grande foco nas partidas com múltiplos jogadores.

Estilo que não envelhece

Qualquer pessoa que já tenha colocado as mãos em um game clássico do encanador da Nintendo vai saber como dar os primeiros passos e terminar algumas fases em New Super Mario Bros. Wii. Isso porque tudo no jogo é feito para lembrar os games clássicos, desde o mapa de fases até o jeito com que se segura o bastão do Wii: como se fosse um controle de NES.

Os movimentos de Mario são quase os mesmos que ele tinha em Super Mario World. A única diferença é que para dar o golpe giratório é preciso balançar o controle ao invés de apertar um botão. Além disso, há a adição de movimentos do Super Mario 64, como a habilidade de rebater nas paredes, e a "bundada" para esmagar seus inimigos.

Com um sistema de controles impecável há mais de 25 anos, é difícil ter alguma reclamação. O único problema é movimento executado com os balanços Wii Remote. Muitas vezes ele dá o golpe giratório sem você querer, apenas por arrumar o controle na mão com um movimento bem sutil. Não é um problema desesperador, mas pode complicar em algumas das inúmeras fases cheias de saltos que precisam ser milimetricamente precisos.

Vale citar que o jogo também permite que os jogadores usem a combinação com o nunchaku. Uma adição curiosa da Nintendo, principalmente porque é infinitamente melhor e mais preciso controlar Mario e cia. com o direcional digital ao invés do analógico. Mesmo assim é bom que a opção exista.

Como nos velhos tempos?

New Super Mario Bros. Wii assume sem vergonha nenhuma as cópias de coisas que deram certo em seus dois principais antecessores. A semelhança fica para o sistema de mapa com múltiplos caminhos, quase igual ao usado em Super Mario Bros. 3. Porque assim como no game de NES, ele conta com elementos dinâmicos, como irmãos martelo e inimigos do terceiro jogo da série que deixaram o jogo muito mais divertido e com mais surpresas a cada novo trecho liberado.

Outra ferramenta sabiamente copiada de Super Mario Bros. 3 é a possibilidade de coletar itens em mini-games e pequenos desafios para usá-los quando achar necessário para passar alguma fase. Com o acréscimo desse recurso, os produtores removeram a habilidade de ter um item extra durante a fase, como era presente em Super Mario World e New Super Mario Bros. para o DS. Isso ajuda a tornar o game mais difícil, já que se o jogador usa o poder no começo da fase, fica sem um item de reserva caso algo dê errado.

Assim mesmo os mais veteranos devem sofrer para passar de algumas fases. Isso é uma grande evolução perto da versão de DS que só mostrava certa dificuldade para quem queria coletar todos os itens do jogo e fazer 100%.
Mas além de celebrar e copiar ideias dos games clássicos, New Super Mario Bros Wii também tem novidades. A primeira é trazida do New Super Mario Bros. de DS com as moedas colecionáveis espalhadas pela fase.A diferença é que elas podem ser usadas para comprar vídeos de dicas sobre como conseguir passar por certas partes do jogo.

Além disso, o jogo também dá um incentivo para que você volte para fases que já terminou: um Toad sequestrado por Goombas aparece em uma fase que você já passou e cabe ao jogador resgatá-lo e carregá-lo até o final da fase. Outra novidade são os mini-games com inimigos que lembram os irmãos-martelo do Super Mario Bros. 3, mas agora são diversos inimigos que o enfrentam, desde os próprios irmãos que arremessam martelos até grupo de Goombas e outros oponentes.

Diversão coletiva

Apesar das incontáveis qualidades do modo para um jogador, a principal novidade de New Super Mario Bros é mesmo a possibilidade que até quatro pessoas joguem simultaneamente. E o jogo apresenta dois modos: um para quatro jogadores tentarem acabar o jogo cooperativamente, ou seja, os quatro na tela tentando chegar ao fim da fase, e outro em que os quatro lutam entre si para ver quem consegue pegar mais moedas.

O maior problema para todos os modos de jogo com mais que uma pessoa é que o jogo passa a depender muito da paciência das pessoas que estão na jogatina. Não dá para se preocupar com as vidas perdidas e com o número de continues usados, a diversão é certa, mas se a pessoa levar os jogos muito a sério, o problema é o exato oposto.

Por isso, o modo de quatro jogadores do New Super Mario Bros. Wii pode ser uma das coisas mais divertidas, mas também uma das irritantes, tudo depende de quem está ao seu lado. O problema é que isso faz com que o modo mais falado do jogo seja "ame ou odeie", o que não é tão bom para um game que tem a proposta de unir jogadores experientes e amadores. Ainda mais porque jogadores mais habilidosos têm grandes chances de se irritar com mortes causadas por pessoas mais inexperientes.

Uma coisa que auxilia na jogabilidade coletiva é o estilo gráfico simples e colorido, com cores fortes para cada personagem. Apesar do visual parecer bastante com o que foi visto anos atrás no DS, há uma série de efeitos e novos desenhos de inimigos (alguns inteiramente novos e outros que estavam sumidos há tempos) que dão um novo charme e desafios ao jogo. Mesmo assim, o recomendável é que se jogue em uma TV com pelo menos 32 polegadas. Tentar viver a insanidade do multiplayer em uma TV de tubo um pouco menor já é um teste para a paciência de qualquer jogador.

Não há dúvidas que o game poderia ter um visual mais bonito e o Wii já mostrou que é capaz. Mas depois de quebrar o primeiro tijolo ou acertar o primeiro cubo com o símbolo de interrogação você verá que o visual fica em segundo plano. Se as texturas e gráficos não são perfeitos, a parte sonora em compensação merece um destaque tanto por conta das composições que utilizam escalas de músicas que estão na memória de fãs da série (dando um tom nostálgico para músicas novas) quanto pelas regravações e novas canções. Outro detalhe que merece ser notado é como as músicas influenciam o ambiente. Isso já acontecia no DS mas tudo fica ainda mais vivo com a quantidade enorme de inimigos que podem ocupar a tela de uma TV.

Apesar de ser um retorno quase perfeito ao estilo que consagrou o mascote da Nintendo, New Super Mario Bros. Wii tem seus defeitos. O primeiro deles é o fato dos produtores abraçarem algumas características clássicas e ao mesmo tempo deixarem de lado outras igualmente adoradas ??? como os Power Ups. Imagine as possibilidades se voltassem com a roupa de irmão martelo do Super Mario Bros. 3, isso sem falar na adorada Tanooki Suit ou o Kuribo Shoe. Os novos poderes, como a Flor de Gelo, até são bem divertidos e adicionam uma boa variedade ao jogo. Mas a Nintendo perdeu uma boa chance de tornar algo bom ainda melhor.

O retorno de Mario ao Wii é indispensável para qualquer um que goste do encanador ou que goste de jogos de plataforma 2D. Quem jogou a versão de DS se sentirá em casa, mas a nova versão possui muito mais profundidade e dá inúmeros motivos para continuar lutando para conseguir 100%, além da simples diversão de refazer algumas fases assim como era bom nos tempos de NES e SNES, fora posssibilidade de se divertir muito com o modo multiplayer do jogo.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
GameTV
9.5/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Anônimo

Reviews da crítica

88 / 100
E-Zine/MyGames
9.2 / 10
Finalboss
9 / 10
Eurogamer
©2016 GameVicio