GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Fight Night Champion para PS3 de Outer Space

por ShadowsGamer, fonte Outer Space, data  editar remover


Enquanto Marvel Vs. Capcom propõe lutas com zilhões de hits e situações absurdas, o simulador de boxe da EA lançado poucos dias depois oferece exatemente o contrário, mas sem comprometer no quesito diversão. Fight Night Champion é um simulador de esporte, e sua luta que envolve detalhes como a fadiga do jogador se mostra a mais interessante e cativante da série em muito tempo.

Luta esportiva

A marca registrada da série Fight Night é uma jogabilidade que utiliza o analógico direito para desferir os socos, um estilo que é do tipo ???ame ou odeie???. Anteriormente, era preciso realizar movimentos com o analógico para golpear, mas uma novidade muito bem-vinda em Fight Night Champion é que agora basta apontar para um lado que o boxeador desfere o soco certo, entre jabs, diretos, cruzados e uppercuts.

Também é uma ???evolução??? o retorno do botão modificador para golpes no corpo, uma consequência das muitas reclamações dos controles de Fight Night 4, onde a diferença de um golpe no corpo ou cabeça era definida também por movimentos específicos no analógico direito, complicando o que já não era simples. Ao mesmo tempo, o modificador de ???Haymaker??? passou a ser apenas um modificador de poder, fazendo com que os socos aplicados sejam mais fortes, mas não tão extremos quanto nos jogos anteriores.

Outra mudança importante na jogabilidade também está na forma de bloquear: agora basta apertar o botão que o boxeador se defende sempre da menor maneira possível, tirando do jogador a responsabilidade de antecipar o movimento do adversário. Fica mais fácil, mas tira um pouco do desafio no jogo.

Mas uma luta em Fight Night nunca se resume apenas a socos bem dados. Também é importante gerenciar o fôlego do personagem, para evitar que ele chege morto nos últimos rounds. Da mesma forma, é possível ???cansar??? o adversário, desviando de socos e concentrando em defesas nos primeiros rounds.

Sangue, suor e socos na cara

A qualidade gráfica é, como usual na série, mais um destaque de Fight Night Champion. Efeitos como suor e sangue são bem impressionantes, assim como as deformações dos lutadores após uma boa surra. ?? verdade que boa parte disso só é completamente aproveitada durante os replays em câmera lenta, mas são detalhes que aprofundam ainda mais a experiência.

Os visuais ficaram caprichados também na recriação dos lutadores do mundo real. Grandes nomes da atualidade como Manny Pacquiao e os irmãos Klitchnko estão presentes no jogo, assim como os clássicos Mike Tyson, Mohammed Ali e George Foreman. Cada lutador foi fielmente recriado não apenas na parte física, mas também na movimentação e estilo de boxear.

Segundo a equipe da EA Canada, a inteligência artificial também reflete o estilo e personalidade destes grandes lutadores, mas apesar de realmente existirem comportamentos diferentes de I.A., esse quesito é um dos poucos pontos negativos em Fight Night Champion. De início, os adversários controlados pelo computador parecem realmente desafiadores, mas com um pouco de prática é possível descobrir falhas na guarda que se aplicam sempre, tirando um pouco da diversão de se jogar sozinho.

Ignorando esse detalhe, as opções de diversão para um jogador no simulador de boxe são boas. O principal modo de jogo é o Champion, que narra a história de Andre Bishop através de um roteiro cheio de clichês de filme de boxe, mas ainda assim envolvente e divertido.

Além deste modo história, que é uma novidade na série, temos o retorno do modo carreira, aqui chamado de Legacy. Nele, o jogador cria um lutador (ou escolhe algum pronto) e faz lutas até chegar ao topo de sua categoria, evoluindo as habilidades do seu personagem no meio do caminho com um sistema de experiência. ?? quase bom, mas incomoda pelo fato de que para evoluir o personagem é preciso participar de minigames de treinos, que conseguem ser repetitivos e ruins ao mesmo tempo.

Para quem não é adepto da diversão solitária, é possível jogar o novo Fight Night com pessoas reais pela internet. O modo de carreira online é bem divertido e também envolve a evolução de personagens com pontos de experiência, mas sem a chatice de minigames. Além disso, é possível criar e participar de ???academias??? online, que funcionam como clãs.

Mas apesar do modo online ser consistente e bom para quem não tiver paciência com inteligências artificiais, para essas pessoas e possivelmente todas as outras, a melhor maneira de aproveitar o jogo continua sendo dividir o mesmo espaço com dois controles e alguns amigos entusiastas de boxe.



Fight Night Champion é, sem dúvida alguma, o melhor simulador de boxe já lançado para consoles. O jogo consegue passar uma experiência de combate diferente do padrão "arcade" desta categoria, com estratégia e jogabilidade únicas. Além da possibilidade de se divertir com os amigos em embates com boxeadores famosos, o novo modo Champion conta uma boa história e é bem divertido. Já o modo Legacy é um pouco menos interessante e arrastado, principalmente pelos treinos, enquanto o de carreira online é consistente e dá um pouco mais de vida útil ao jogo. Com o boxe perdendo mercado para as artes marciais mistas, a qualidade de Fight Night Champion pode pelo menos servir para assegurar a manutenção da série no portfólio da EA.

Prós

- Controles únicos
- Card de lutadores
- Modo Champion

Contras

- Treinos prejudicam o modo Legacy
- Inteligência artificial não é tão esperta assim


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Outer Space
9/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de ShadowsGamer
©2016 GameVicio