GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Lost in Shadow para Wii de Outer Space

por Anônimo, fonte Outer Space, data  editar remover


Quem nunca brincou com a própria sombra? Uniu as mãos e fez um cachorro latir, uma pomba voar, etc. Lost in Shadow, aguardado título do Wii que só agora chegou ao ocidente, tentou resgatar estas brincadeiras de infância onde controlar a sombra pode revelar surpresas. O jogo é oriundo de uma ideia excelente, mas que diversas vezes se mostra muito mal construída e imatura como as brincadeiras na frente de velas.

Alma de um lado, corpo do outro

Tudo começa quando a sombra de um garoto é retirada dele e jogada de cima de uma alta torre sobre pedras. A primeira surpresa (ou não, porque todo mundo que leu uma notícia já sabia disso) é descobrir que o jogador controlará apenas a sombra do rapaz enquanto precisa subir todos os andares da torre para resgatar não a princesa, mas seu próprio corpo.

A trama não tem grandes reviravoltas, muito pelo contrário, ela é extremamente linear sem surpresas ou revelações impressionantes no decorrer da história. Algo que funciona muito bem pois mantém o jogador focado no principal: brincar com as sombras e desvendar seus puzzles.

Apesar da narrativa simples, o jogo tem seus momentos de glória, mesmo que previsíveis, e pode garantir a simpatia e a diversão do jogador. Manipular as sombras e as luzes que as provocam e aniquilar os inimigos no caminho é fundamental. Uma simples grade pode gerar uma sombra em forma de espinhos ou lanças e ferir o personagem. Para seguir o seu caminho, o herói terá que desvendar os puzzles que mudam a iluminação do cenário ou dos objetos que passam pela frente da luz. O problema mesmo vem com o tempo e quando se percebe que, nas entrelinhas, no geral mesmo, tudo sempre será igual.

Lost in Shadow é um jogo de plataforma na sua essência. Por mais que quebra-cabeças surjam e batalhas fenomenais entre sombras ocorram, tudo voltará à mesma rotina quando os obstáculos são ultrapassados, ou seja, pule aqui, suba ali e atravesse acolá. Ao adentrar a torre e passar a maior parte do jogo em seus andares, o jogador irá ter a mesma jogabilidade em todos os andares. ?? preciso ir do ponto A ao ponto B procurando coletar três chaves chamadas MonitorEyes, necessárias para abrir a próxima área. Conseguir os três itens necessários, de início, é uma tarefa simples, mas ao longo das 60 fases essa será a tarefa mais desafiadora de Lost in Shadow.

Manipulando a luz para salvar a sombra

A grande ideia de Lost in Shadow está na manipulação da luz. O jogador é encorajado a ter controle da luz para ajudar ou resolver os problemas que sua sombra enfrenta na tela. Para fazer isso ele terá que arrastar objetos que estavam em um plano para outro, ou trazer um bloco que estava atrás para frente, aproximando sua sombra, por exemplo.

Além disso, os Shadow Corridors são exemplos de quebra-cabeças inteligentes que salvam boa parte do jogo. Eles são estágios 2D onde é possível girar a tela como um cubo diante de um único ponto de luz, ao mexer toda a estrutura. ?? preciso alinhar as sombras até formar um caminho direto para a saída da fase. Definitivamente a melhor experiência que o jogo irá transmitir e que renderá momentos memoráveis.

A jogabilidade parecia boa pelo que foi mostrado antes do jogo sair e realmente comprovaria ser excelente não fosse a falta de complexidade. Os programadores tiveram uma ótima ideia, sabiam como lidar com ela, no entanto empurraram a mesma coisa por muito tempo. Ao longo da campanha pouca coisa muda, e o jogador fica entediado depois de enfrentar dezenas de vezes o mesmo desafio. Quando um novo item é adicionado à jogabilidade, uma leve brisa de alegria sopra no rosto do jogador que, em pouco tempo, percebe que recomeçou o marasmo de semelhanças.

Para terminar todo o jogo de cabo a rabo vão-se, com sorte, 30 horas. Sim, Lost in Shadow é um tanto longo. Nas primeiras horas tudo diverte e há a ilusão de mais um título ???AAA??? no console da Nintendo. Comentários sobre um estilo de ???jogo- conceito???, ambição artística e controles inovadores certamente surgirão, mas darão lugar à frustração pela repetição exaustiva. ?? incrível como conseguiram transformar uma coisa que começou tão bem em uma desgraça da metade para o final. Para piorar, quando aparentemente o personagem terá seu corpo de volta... tcharam... Mais fases aparecerão e a desgraça será prolongada por mais tempo.

Pouco tempo depois do início do jogo, a sombra do garoto adquire sua espada. Ela muda sua vida transformando-o em um verdadeiro guerreiro. Surpresa: Lost in Shadow começou como Limbo, mas não é. A torre lembrará muito Ico, mas espere, também não é. As inspirações são várias e fica evidente que a equipe de desenvolvimento admira esses jogos citados, mas parece não ter copiado o que tinha de bom em cada um deles: o gostinho de quero mais. A construção das fases remete a antigos jogos de plataforma, os gráficos lembram a geração passada e as incessantes e idênticas batalhas são remanescentes dos ???beat ???em up??? vendidos por download.



Talvez o maior erro na produção de Lost in Shadow tenha sido estender uma ideia simples por um jogo de 30 horas e vendê-lo por um preço proporcional. A proposta de manipular sombras é sensacional e funciona muito bem, contudo a repetição das fases e a péssima curva de complexidade faz o jogador desistir antes mesmo de chegar à metade do que é oferecido. Tudo aqui é simples, dos gráficos à jogabilidade, e parece que a equipe responsável por desenvolvê-lo não se preocupou em melhorar isso. Talvez na próxima tentativa devessem vender uma continuação por download cobrando a metade do preço. Algo justo e que daria melhor impressão.

Prós

- Manipular a luz é divertido e inteligente;
- Os Shadow Corridors são desafiadores;
- Existe um carisma inexplicável sobre a sombra.

Contras

- Gráficos simples;
- Jogabilidade simples;
- Longo demais para o que oferece.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Outer Space
6/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Anônimo
©2016 GameVicio