GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Kinectimals para X360 de Eurogamer

por Giordano Trabach, fonte Eurogamer, data  editar remover


?? oficial. Já recebemos o novo hardware para a Xbox 360, o tão esperado Kinect. Depois de quase dois anos em maturação, finalmente temos os jogos em formato final, em todo o seu esplendor. Mas o que vocês poderão esperar destes primeiros jogos? Durante os próximos dias, iremos analisar os diversos jogos de lançamento do Kinect, começando neste caso pelos fofos, queridos e peludos do Kinectimals.

Ao comprarem o Kinect irão receber em conjunto o Kinect Adventures, e sim, poderão ter de forma imediata o que a câmara de detecção de movimentos da Microsoft consegue fazer. Mas se quiserem uma experiência ainda mais ampla, no sentido de testar muitas das suas funcionalidades, o Kinectimals consegue providenciar tudo isso. E para além disso, consegue colocar um sorriso no nosso rosto, como poucos outros conseguem. Passados alguns minutos parecia um puto, deitado no chão, com as patas, desculpem, pernas para o ar. Escusado será dizer que quem aparecer nesta altura irá achar tudo muito estranho.

Kinectimals dá-nos um pouco de tudo. Podemos jogar futebol, voleibol, conduzir carros telecomandados, atirar com paus, bolas, discos e ainda dar de comer e brincar com o nosso bicho, que por afinidade lhe dei o nome de Pepito. O Pepito é um tigre, o meu escolhido. E quando chamo por ele, rapidamente o vejo aos pulos em minha direcção, deixando um rasto de bafo e saliva na televisão. Sim, podemos dar um nome ao nosso animal, e poder chamar por ele. Espero que nunca cresça.

Em Kinectimals somos um visitante, numa ilha perdida, chamada de "Lemuria", cheia de aventuras, animais, e muita, muita festa e brincadeira. O jogo está em português do Brasil, não num sentido completo, mas com demasiados termos. Palavras como "legal" e "risada" serão comuns. Em termos de voz, está tudo em inglês. Seria interessante e até quase exigido que a Microsoft tivesse localizado um título como o Kinectimals. Seria uma excelente desculpa para podermos ter o português de Portugal desde o início. Ainda para mais sabendo quem será o potencial comprador do Kinectimals.

Logo desde o início podemos escolher entre cinco felinos, como já referi, escolhi um tigre. Mas o jogo não nos limita a um felino, pois conforme progredimos no jogo podemos ir trocando de animal. Ao todo existem vinte animais diferentes para podermos escolher. No fundo é como se domesticássemos um animal selvagem, mas que aqui o pacote já vem manso. Podemos dar banho, pentear, colocar adereços, como coleiras, no fundo fazer aquilo que fazemos com o nosso melhor amigo doméstico. Na minha tentativa de adulterar o jogo, tentei puxar uma orelha ou uma perna ao meu Pepito, mas tal não foi possível. Se conseguirem avisem.

Existe um local de partida para a nossa aventura na ilha, que é a clareia bem ao pé da nossa casa. Conforme vamos brincando com o felino ou mesmo cumprindo com determinados truques ou desafios, iremos ganhar dinheiro e pontos para poder desbloquear mais zonas na ilha, e claro também comprar adereços, objectos para brincar, bem como comida para o animal e coisas para a nossa casa. Todas as compras serão feitas numa loja controlada por Lémures. Não são nada para brincadeiras.

Ao todo temos sete locais para descobrir, e em cada um temos diversas zonas, com aventuras, jogos e brinquedos. Muitas das vezes não será necessário comprar brinquedos ou objectos pois o nosso bichinho irá encontrar e gentilmente trazer até nós. Podemos jogar futebol, voleibol e até corridas com o felino. Os pontos são atribuídos consoante conseguirmos efectuar diversos truques e desafios. A variedade é tal, que posso dizer que no fundo Kinectimals é mais um conjunto de mini-jogos do que um jogo onde temos que cuidar de um animal. A qualquer momento no jogo podemos trocar de gamertag para outra pessoa poder bater por exemplo os nossos recordes.

Não quero deixar de destacar a forma com que o felino se comporta. ?? um misto de animal bebé com uma certa presença humana. Kinectimals não tem por base imitar a realidade, mas antes está na onda de um bom filme da Pixar, onde os animais mais parecem humanos em certos comportamentos. Isto não quer dizer que não se pareça com um tigre ou leopardo, porque realmente se comportam, principalmente na forma como andam, correm e saltam. Como são animais bebés, a brincadeira é rainha do seu mundo. E tudo parece distrair os lindos bichanos. Outra da excelente representação gráfica está no ambiente da ilha, e na sua rica floresta. ?? comum vermos outros animais a vaguear na zona onde estamos. Isto confere um sentimento de realidade e ambiente. Sem darmos por ela, rapidamente estamos tão envolvidos neste mundo, que tudo parece sair do ecrã.

O Kinect em Kinectimals funciona muito bem. Claro que estamos perante um jogo minimalista, onde temos um objectivo de cada vez, uma acção de cada vez para cumprir. Desde mexer no animal, atirar com coisas ou conduzir carros telecomandados, não posso dizer que me senti estranho neste mundo. A curva de aprendizagem é pequena e colocar Kinectimals à frente de uma criança é vê-la com os olhos a brilhar. Claro que temos muita coisa que fazer e descobrir, mas não existe variedade no que fazemos. As bolas mudam, as cores mudam, mas tudo se resume no fundo em atirar com coisas e algumas corridas. Depois de descobrir como tudo funciona, o resto é apenas um novo ambiente com pequenas diferenças.

Em alguns desafios, como por exemplo acertar com bolas ou chutar existe alguns problemas com a detecção do chuto. O principal é nas bolas ao meio, que vêm em direcção a nós. A razão para tal deverá ser devido à mão ou braço ficar em frente ao tronco. Para resolver a questão, nunca dizendo que é algo mau, o jogo diz-nos para passar para a esquerda ou direita, para que desta forma a bola que vinha ao centro estará na verdade na lateral. Também existe problemas em atirar com as bolas, principalmente se puxarmos o braço atrás para atirar com força. O jogo aconselha atirarmos as bolas por baixo, como se estivéssemos a jogar à malha.

Kinectimals é um dos jogos que usa o Kinect da melhor forma, pois varia no que podemos fazer. Não é um jogo complicado, mas extremamente fácil de jogar. Simples na sua forma, mas cativante pela sua beleza e claro devido à recriação dos felinos. Se estão interessados numa boa dose de horas a brincar com um animal, e poder experimentar as diversas potencialidade do Kinect, o Kinectmals é o jogo indicado. Também o é para poderem criar inveja aos amigos que vão à vossa casa, pois mexer, brincar e jogar sem qualquer comando é algo que atrai a todos. E tudo de uma forma bastante simples.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Eurogamer
7/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach

Tópicos relacionados

©2016 GameVicio