GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Blur para X360 de GameTV

por Raziel619, fonte GameTV, data  editar remover


Blur em inglês quer dizer borrão, embaçado. Nos videogames é um efeito visual que tenta simular a velocidade e o impacto. E isso é o que não falta no novo projeto que a Bizarre Creations acabou de lançar em conjunto com a Activision. Um jogo onde a velocidade e poderes especiais lutam para chamar a atenção do jogador, o que resultam em algo muito divertido e, no mínimo, surpreendente.

Mas antes de colocar Blur no videogame, é melhor tentar esquecer completamente de Project Gotham Racing. Nada da antiga criação dos desenvolvedores permaneceu. Blur é um game com suas características próprias, sem a menor pretensão de ser um simulador. Muito pelo contrário. Blur é descompromissado do primeiro até o último byte. Isso, no entanto, não quer dizer que seja raso, mas sim com uma profundidade vista de outra perspectiva. Ele nasceu para divertir sem se apegar a nenhuma convenção moderna.

Não existe uma história. O modo de carreira é dividido em diversas categorias que exploram as virtudes do título, que são velocidade e poderes especiais. Para não falar que não existe nada de história, no final de cada categoria existe um corredor que é bom em alguma coisa, como usar um determinado tipo de poder, fazer curvas fechadas, se proteger dos ataques, etc. Mas é só isso, não existem diálogos ou cenas animadas. Eles estão lá só para você ter uma sensação de progressão ??? e dar um carro bem legal ao derrotá-los.

Cada carro tem uma característica diferente, um Ford Focus, por exemplo, é bem preso ao chão, enquanto um Dodge Viper é veloz e fácil de fazer curvas derrapando. Os veículos são divididos em categorias que vão do C ao A e quanto mais alta, mais potentes. O interessante é que você não precisa avançar muito para pegar um possante legal, logo na primeira corrida você pode pegar um Audi, uma BMW ou uma Land Rover, assim fica fácil de parar de babar na capa da Quatro Rodas e ficar ligado no game.

O importante é que você vai querer experimentar todos os carros, incluindo as picapes e jipes ??? que geralmente são deixados de lado ???, pois eles levam vantagem em pistas que possuem trechos off-road, os compactos são ótimos para trechos urbanos, onde as curvas devem ser feitas na tangencia correta ou no caso dos exóticos que se dão bem em circuitos largos e com grandes retas. Já a abundância das locações faz toda diferença. Das docas de São Francisco, às vielas estreitas de Londres e às descidas alucinantes de Tóquio, tudo foi preparado para desafiar da primeira à última curva. Mas não busque verossimilhança, tudo é fictício mesmo ??? ou você acha que existe uma pista de rally atrás do letreiro de Hollywood? A Bizarre conseguiu fazer o balanceamento entre veículos e variedade de traçados de uma maneira impecável.

Os poderes especiais são ingredientes que dão um tempero especial para as corridas, embora não sejam extremamente inovadores. Eles ficam espalhados em determinados pontos da pista e seu carro tem que passar por eles para poder usá-los. O Barge empurra os adversários que estiverem emparelhados com o seu carro para o canto da pista, tirando-os do traçado, o Nitro dá um ganho na aceleração do seu carro, o Shield o protege de ataques e assim por diante. Mas esse elemento ???Mario Kart??? não chega a atrapalhar a corrida, na verdade deixa tudo mais estratégico. As vezes é melhor pegar um caminho com mais curvas do que uma reta enorme, pois ela vai deixar a visão de quem vem atrás aberta ??? fazendo seu carro ficar mais exposto aos ataques. E o que torna esse sistema mais divertido é que não existe um poder exagerado como no game do bigodudo. Todas as armas do game estão alinhadas com o intuito principal do game: divertir.

Mas ainda não acabou: Blur é mais do que chegar na frente e usar poderes especiais de Rock???n???Roll Racing. Todas as provas possuem objetivos secundários, como passar por entre uma série de portões de luz que ficam desenhados na pista ??? o problema é seguir a trilha levando tiros por todos os lados. Existem objetivos nada triviais, como soltar um Barge enquanto derrapa ou acertar três disparos de Bolt no mesmo carro. Conforme você vai fazendo essas tarefas, vai ganhando mais fãs, e quanto mais fãs, mais carros vão sendo liberados. Logo você se vê querendo fazer todos os objetivos secundários para conseguir aquela Lotus Elise ou aquele Audi A4 irado.

Blur é realmente divertido, não tem como negar. Mas... sempre existe um ???mas???. Se você quer um jogo lotado de conteúdo e coisas para fazer, aqui não tem muita coisa. São três modos de jogo: o Destruction, (no qual você vai ganhando pontos por destruir carros adversários), e os clássicos o Time Attack e o Race. O modo online, que é um dos destaques positivos, também sofre desse mal. Chega um determinado momento que você simplesmente perde o pique. Sem falar que com cerca de cinco horas de jogo todos os carros estarão em sua garagem.

Ficou provado que a Bizarre não é uma empresa atada com o passado. No entanto é muito difícil esquecer uma série tão completa como PGR. Isso não é um estigma para eles, mas vai demorar mais um pouco para que Blur alcance a mesma fama que tornou o estúdio famoso - o game está no caminho certo e é isso o que importa.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
GameTV
8.5/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Raziel619

Reviews da crítica

8.5 / 10
GameTV
©2016 GameVicio