GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Split/Second para X360 de GameTV

por Giordano Trabach, fonte GameTV, data  editar remover


O estúdio Black Rock, da Disney, pegou sua experiência nos jogos de corrida para misturar a destruição em massa de Burnout Paradise com a velocidade insana de Pure, o último título da empresa. Na verdade, comparar Split/Second com a série Burnout é a mesma coisa que tentar medir a equivalência entre os melhores uísques e vinhos ??? é praticamente impossível traçar paralelos.

?? mais fácil fazer comparar Big Brother, Top Chef e America???s Next Top Model para saber o que eles têm em comum: são reality shows famosos no mundo todo. E o que Split/Second tem a ver com eles? A linguagem. O clima de Split/Second é totalmente inspirado em um programa de televisão, com episódios (séries de corridas), temporadas (série de episódios) e com direito a letreiros no final de cada fase. Tudo para mostrar o espetáculo que é correr pelos trajetos determinados pelo percurso.

As bases de um jogo de corrida continuam intactas ??? ultrapasse seus adversários para conseguir passar da reta final em primeiro lugar. Para isso vale qualquer coisa ??? qualquer coisa mesmo. Batidas, explosões, mudança de trajetos... pirotecnia que vai sempre fazer uma corrida diferente da outra. Melhor: cada volta pode ser uma experiência completamente nova.

As pistas foram desenvolvidas para criar emboscadas para seus adversários e funcionam perfeitamente nas competições contra o computador. No entanto, o mesmo não acontece no modo online, mas vamos com calma ??? falaremos disso mais adiante. Você tem que usar e abusar dessas armadinhas para ultrapassar os oponentes. Para isso você pode usar bombas lançadas por helicópteros, destruir pontes, derrubar prédios, explodir usinas nucleares e mais mil coisas que podem ser feitas. Os programadores levaram a sério a proposta do jogo.

Para fazer essas maluquices é necessário fazer derrapagens, pegar o vácuo e escapar dos desastres causados pelos os outros competidores. São três barras que vão sendo preenchidas conforme as manobras são feitas e elas que determinam quais poderes podem ser usados em determinado ponto da corrida. Com essas energias guardadas é possível também abrir passagens secretas como galpões e túneis secretos. Você também vai ser alvo de investidas que podem tirar a liderança das suas mãos, mas isso é um jogo, então é bom estar preparado para entrar no clima. Nem todos os ataques vão tirar o carro da pista, por isso é bom planejar muito bem a hora de preparar a cilada.

Luz, Câmera... explosão
A campanha solo é estruturada realmente como um programa de televisão, com cortes que mostram o que virá em cada um dos episódios, como os cenários e os principais desafios. Aqui não existem apresentadores, mas a premissa é interessante para manter o interesse até o estágio final. São 11 episódios, sendo que o 12º está ofuscado, o que indica a presença de um futuro conteúdo extra por download.

Além das corridas ???tradicionais??? com oito participantes, os episódios têm alguns modos novos, como fugir de um helicóptero que dispara foguetes contra seu carro e caminhões que deixam cair botijões de gás. A adrenalina vai a mil e é difícil não ficar empolgado.

O problema, porém, é que mesmo sendo bastante variado, Split/Second tem poucas pistas e logo você vai sentir que está jogando a mesma coisa por muito tempo. Depois de algumas disputas você vai começar a decorar o trajeto, saberá o ponto exato das explosões e armadilhas e a logo estará pronto para qualquer coisa. Os programadores poderiam ter criado mais pistas ou criado armadilhas aleatórias para guardar alguma surpresa.

Claro que você pode encarar este game como um jogo de corrida normal e mesmo assim vai se sentir satisfeito com a sensação de velocidade e a inteligência artificial bem equilibrada ??? os adversários também se agridem e disputam o primeiro lugar no pódio entre si. O melhor que nem é preciso ser tão cuidadoso com as curvas, já que a física é bem tolerante para os impactos na hora das curvas, o que significa que você só rela no botão de frio para iniciar um drift.

Os carangos do jogo não são licenciados, mas percebe-se a inspiração de vários modelos famosos como Ferraris, Fords e Lamborghinis. Cada um deles possui uma peculiaridade, como ser mais resistente contra impactos ou mais solto para fazer derrapagens. A única coisa que pode ser mexida é a cor dos carros e também não existe a possibilidade de Mas nada que mude o desafio básico: ser o campeão desse reality show.

Te pego online
Já o modo online que tinha tudo, mas tudo mesmo para ser fenomenal, é o que mais decepciona. Primeiro porque você pode desistir de sair usando seus poderes especiais, pois os carros controlados por outros jogadores simplesmente não são afetados pelas ondas de impacto que jogam os carros para as paredes ??? eles só são afetados por desastres realmente poderosos, como uma avalanche ou a destruição de um trecho da pista.

Outro fator negativo é que não existe um equilíbrio de carros. Se um cara terminou o jogo e você não, ele vai usar o carango mais rápido do oeste e o seu será o velho fuscão preto. Para piorar as coisas, algumas vezes as partidas ficam travadas no lobby sem nenhum motivo aparente (pelo menos na versão testada, a do PlayStation 3).

Mas Split/Second é sim divertido que vai dar muitas horas de diversão. Certamente é o jogo mais diferente de tudo o que você viu. Alguns problemas aqui e outros li, mas, quem trabalha em programas de televisão está acostumado com alguns imprevistos. Quando é que você poderia ver um reality show de corrida onde não existem regras para chegar em primeiro lugar?


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
GameTV
8.5/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach
©2016 GameVicio