GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de 2010 FIFA World Cup para X360 de Eurogamer

por Giordano Trabach, fonte Eurogamer, data  editar remover


Com a época futebolística em alta, onde à data desta análise, o Benfica será certamente o novo campeão nacional da Liga de Futebol, as atenções em breve irão virar-se para o sul de África, para o Mundial de Futebol 2010, na África do Sul.

O futebol é vivido em Portugal com muita paixão, onde pessoalmente e como alguns sabem também é uma das minhas. Mas colocando de lado o futebol nacional, tudo aponta para que possamos ser bem sucedidos no Mundial, ou pelo menos esses são os nossos desejos. As emoções do futebol estarão certamente ao rubro e para antever isso, a Electronic Arts mais uma vez nos prima por um título oficial, onde tudo está o mais fiel possível do original.

Uma das questões primárias na qual gostaria de abordar, é a relação e herança que 2010 FIFA World Cup South Africa obtém de FIFA 2010. ?? óbvia a ligação, principalmente no que refere ao motor de jogo, que é praticamente o mesmo. Mas por outro lado, todo o tempo decorrido entre FIFA 10, é notório a afinação do motor de jogo, principalmente na sua fluidez e transição no rectângulo de jogo. Por outro lado, a redução para apenas selecções nacionais, permitiu à EA optimizar os jogadores em termos de realismo, algo que em 2010 FIFA World Cup South Africa se encontra superior ao seu antecessor. Mas nem todos os jogadores estão perfeitamente recriados. Muitos, principalmente os suplentes e reservas, não estão nada parecidos.

Em termos gerais, o jogo levou uma lavagem total e aperaltou-se todo para receber o tema Mundial em todo o seu esplendor. Isto vai desde às músicas escolhidas, onde consta o grupo nacional Buraka Som Sistema com o seu Restless, mas bem como música do mundo, predominado o som africano.

Os FIFAs têm-nos brindado com toneladas de dados reais sobre jogadores, bem como equipas e selecções. Neste também é o caso, onde a cada menu de carregamento somos informados de particularidades de imensos países ao redor do mundo. Como estamos a falar de mundial, o menu de carregamento é um enorme globo onde o país em causa é destacado e algum dado e curiosidade é mostrada. Também de realçar os menus comentados, onde é explicado o que poderemos fazer em cada local.

?? primeira vista, o jogo em si é parecido com FIFA 10, mas conforme entrámos mais no jogo, e "testamos" cada lance, conseguimos ver que tudo foi melhorado. Como referi, o jogo está mais fluido, principalmente na transição da bola. O toque de bola, a reacção dos adversários, e principalmente na postura do guarda-redes, tudo foi melhorado. Agora, o guarda-redes não arrisca tanto, não toma decisões precipitadas, e principalmente no jogo aéreo o guarda redes é senhor, estando sempre presente e marcando a sua posição. Dos imensos jogos que fiz, quase todos foram muito renhidos, pois jogando em classe mundial, nada é pêra doce, e para ganharmos o mundial, teremos que soar imenso.

Voltando à jogabilidade, existem pormenores deliciosos e de uma agilidade e dinamismo fantástico. Imensas foram as vezes que tive que parar o jogo apenas para ver a forma como os jogadores reagem, principalmente no dinamismo e flexibilidade de movimentos, conferindo um realismo nunca antes visto num jogo de futebol. Pormenores como o adversário ser antecipado no cruzamento e deixar a perna para cortar, ou rodar sobre si para cortar com o calcanhar, ou nas imensas novas animações de queda e agilidade de se desenvencilhar do adversário. Tudo é fluido, rápido, simples e emotivo.

Em termos de novidades a nível de jogabilidade, temos a nova forma de marcar penaltis, onde agora temos uma barra de execução, algo como os lançamentos nos jogos de basquetebol. Os jogadores com melhores estatísticas para a marcação de penaltis têm a velocidade da barra reduzida, permitindo assim serem mais assertivos. Mas não basta apenas termos boa pontaria na barra, pois temos que depois apontar muito bem à bola, permitindo assim com este sistema de duas fases uma melhor simulação, havendo bem mais situações de equilibro. Foi também adicionado o sistema de jogarmos com dois botões, para aqueles que não estejam habituados a jogos de futebol.

Ainda não sabemos quais os 23 jogadores que Carlos Queiroz irá escolher para o Mundial, mas na minha selecção, muitas seriam as mudanças. Liedson tem sido um dos principais escolhidos para o ataque, mas perante os adversários de grupo, principalmente Brasil e Costa dor Marfim, a escolha terá que recair por um jogador mais alto e forte. Em termos virtuais, Liedson no ataque? Não por favor. Por isso, que escolha bem Carlos Queiroz.

Como seria de esperar, podemos assumir os comandos da selecção como jogador ou treinador, ou os dois ao mesmo tempo. Também podemos competir online, no modo de Campeonato do Mundo, e tentar-mos ser os melhores, algo parecido com as Ligas em FIFA 10. Outra novidade em termos de modos de jogo, é o modo "Story of qualifying" onde podemos re-escrever a história da qualificação, ou mesmo tentarmos ultrapassar diferentes desafios, como virar um determinado resultado nos últimos cinco minutos de jogo. A EA promete que mais cenários serão acrescentados após o lançamento, conseguindo acompanhar todos os acontecimentos do mundial.

2010 FIFA World Cup South Africa tenta ganhar um lugar por direito próprio dentro das escolhas futebolísticas. Tem um peso nas costas chamado FIFA 10, mas com todas as afinações, a transformação cosmética para o Campeonato do Mundo, e a mais-valia de ser um ante-gosto do que virá em Junho, é certamente um jogo para todos os futebolistas de sofá. Nós aqui na redacção já temos as nossas selecções preferidas, e posso dizer que o Brasil está demasiado forte. Demasiado para as nossas ambições. Se é que compreendem.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Eurogamer
8/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach
©2016 GameVicio