GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Dragon Age: Origins: Awakening para PC de Eurogamer

por Hayashii, fonte Eurogamer, data  editar remover


Para dizer a verdade, não sou um grande aficionado de conteúdos adicionais ou expansões, sejam pagos ou gratuitos. Prefiro sempre o original, o que vem posteriormente tem que ser um novo projecto, com uma nova abordagem e até com uma nova visão. Mas Awakening surpreendeu-me, não estava à espera de algo com tanta qualidade, que me fizesse voltar ao original e recomeçar com uma nova personagem.

Os conteúdos lançados anteriormente deixaram-me com um amargo na boca devido à sua fraca qualidade, mas este Dragon Age: Origins ??? Awakening é de longe muito superior a todos eles. ?? praticamente um novo jogo, com uma história, novos companheiros, novas habilidades, feitiços, talentos, e sobretudo, longas horas de jogo, mais de 20. Tudo começa no ponto em que ficamos, no final de Dragon Age: Origins. O Archdemon foi derrotado, a calma voltou, mas como todos sabemos, nada é que aparenta ser. São várias a maneiras de acabar Dragon Age, e vão mesmo influenciar o início de Awakening. No meu caso, acabei com o nível 19 e claro está que importei o meu Grey Warden.

Mal iniciamos o jogo, somos atacados quando nos dirigimos ao forte de Vigil's Keep, o qual iremos controlar e comandar. Cedo nos apercebemos que algo não está bem, e que os darkspawn estão novamente a ganhar força. Há algo estranho, pois o ataque ao forte dá a entender que estão mais coordenados, mais astutos, que existem duas facções darkspawn e os Grey Warden são apanhados no meio de uma disputa.



?? claro que a história não é muito convincente, já que passamos dezenas de horas a lutar contra as forças do mal em Dragon Age: Origins para constatarmos que foi praticamente tudo em vão. Não é claro o porquê desta enorme actividade dos darkspawn, mas não deixa de ser uma boa desculpa para voltarmos a pegar neste jogo. O ponto de partida é simples, cabendo agora a nós investigar estes acontecimentos.

Inicialmente, temos que livrar o forte de Vigil's Keep do caos, restaurar a ordem, concentrar esforços e devolver a calma à população. ?? aqui que vamos recrutar o nosso primeiro companheiro, Anders, um mágico com um humor sarcástico, que morre de amores por um gatinho. Sim, numa determinada ocasião apanhamos um gato que oferecemos a Anders, este morre de amores pelo bicho, vamos lá saber porquê.



Esta expansão não traz apenas mais horas de jogo e a continuação da história. Existem várias adições e até alterações que reformulam um pouco a mecânica de jogo. Nada de muito profundo, são adições que vêm ???revitalizar??? o que já estava bem conseguido. As classes têm agora mais especializações, temos também a adição de mais talentos e feitiços, que dão uma enorme versatilidade aos personagens, vindo de certa forma colmatar uma lacuna existente. Dentro das novas habilidades destaco a Runecrafting, que nos permite criar Runes para personalizar o nosso arsenal, armas e até as armaduras, dando-lhes poderes ao nosso gosto. ?? claro que ainda temos que encontrar um Enchanter para as adicionar.

Todas estas alterações e adições colocam a jogabilidade mais refinada e recompensadora. Há uma maior imersão durante os combates, a flexibilidade da escolha dos diversos ataques ou defesas é agora mais versátil e até dinâmica, não passamos a vida com as mesmas escolhas, pois existe uma boa variedade de habilidades úteis. Temos um maior controlo da situação, contribuindo para uma melhoria da jogabilidade.

Retrocedendo um pouco, e voltando aos personagens, é aqui que Awakening é forte, juntamente com os locais onde os podemos ou não recrutar. Existem várias localidades, sendo Amaranthine a grande cidade. Mas há muitos mais locais a visitar, repletos de desafios e muitos inimigos para matar. Wending Wood é fantástica, é aqui que podemos recrutar uma Dalish Elf, Velenna, que está obcecada em perseguir os humanos. Infelizmente os aliados da jornada anterior foram esquecidos, mas há mais personagens que poderemos recrutar, não querendo estragar o jogo com spoilers, apenas direi que são personalidades fortes e convincentes, muito devido ao excelente trabalho da BioWare, que interliga muito bem estas histórias particulares com o enredo integral. De referir que os diálogos com os elementos da nossa party estão mais limitados, não existe a mesma interacção, onde podíamos passar minutos na conversa.



Como Comandante que somos, temos que tomar decisões que vão influenciar todo o desenrolar do jogo. ?? de facto um dos pontos positivos, já que a linha seguida é determinada por nós através de pequenas decisões, como disponibilizar soldados para proteger determinado local, ou simplesmente se queremos salvar ou condenar alguém por um crime cometido. Ficam a saber que as escolhas são importantes, por isso escolham bem.

As quests principais podem ser seleccionadas e cumpridas como desejarmos, desde que estejam disponíveis para tal. Como é óbvio, existem as secundárias, que poderiam ser mais do que isso. ?? claro que não são todas, algumas influenciam de certa forma o próprio jogo mesmo que seja passivamente, mas algumas são quase para ???encher???.

Relativamente a aspecto mais técnicos, não há muita coisa a apontar. A sonoplastia está brilhante, como já acontecia anteriormente. O visual continua bom, com um trabalho artístico notável e uma boa caracterização dos personagens. Uma nota para as diversas regiões, que variam graficamente umas das outras, dando assim uma maior riqueza visual a Awakening. Complicada continua a câmara de jogo, mais concretamente quando ficamos com a visão bloqueada por porções do cenário que teimam em não ficar invisíveis, algo que me irrita particularmente.



Conclusão
Esta expansão surpreendeu-me pela positiva, conseguiu conquistar-me ao ponto de olhar de maneira diferente para estes conteúdos pagos. Awakening vale mesmo a pena, há aqui muita qualidade, que poderá servir de base para Dragon Age: Origins 2. Vale muito pelas novas adições, habilidades, feitiços, talentos e até as novas personagens que estão muito bem conseguidas.


Nenhum comentário

||
Eurogamer
8/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Hayashii

Reviews da crítica

©2016 GameVicio